Saltar para o conteúdo principal
Casamentos

Os tipos de buffet para casamento civil e a recepção: como escolher o estilo e o menu!

Jantar de casamento ou almoço? Seja qual for a sua opção de cerimônia, civil ou religiosa com recepção depois, temos dicas de ouro para que vocês escolham o estilo de buffet de casamento ideal, e um cardápio maravilhoso. Vejam as opções!

Ajudamos a encontrar o local ideal para o seu casamento 🥂
Peça informações e preços a negócios de Recepção perto de você

Claudio Costa Fotografias

Além de montar um menu que satisfaça os convidados, definir qual será o tipo de buffet para o jantar de casamento (ou almoço) é uma tarefa fundamental e, como deve se adaptar à natureza da cerimônia, também pode gerar algumas dúvidas entre os casais. Por isso é essencial contar com fornecedores que auxiliem nessa escolha e, claro: saber quais são os estilos pelos quais podem optar! E, como cada tipo de buffet pede por menus que também estejam de acordo, vamos dar dicas que levam em consideração a estação, clima e o quanto vocês querem e podem investir. Descubram os tipos de buffet para casamento e o que podem servir para os convidados!

>> Estilos de buffet de casamento

>> Menus para o jantar de casamento (ou almoço)

>> Roteiro clássico do jantar de casamento

Delícias Lisa Buffet

>> Estilos de buffet de casamento

1. Coquetel volante

Este tipo de buffet pode ser servido antes de um almoço ou jantar. Algumas opções são: saladinhas, canapés, salgados assados e fritos e bruschettas. Porém, vocês podem optar somente pelo coquetel volante com aperitivos, entradinhas e pequenas porções individuais, com drinques e outras bebidas. É ideal para comemorações mais rápidas, como por exemplo, uma celebração em um restaurante depois da cerimônia ou no próprio cartório.

2. Americano

Trata-se de uma forma de jantar ou almoço despojada, uma vez que os convidados servem-se diretamente em ilhas gastronômicas. O buffet americano, também chamado de self-service ou até de buffet, e é o mais comum atualmente. A comida é colocada em rechauds para que se mantenha aquecida. Não há necessidade de um grande número de garçons, já que eles servirão apenas as bebidas e serão responsáveis pela retirada dos pratos usados. Essa é uma das opções de serviço mais usadas, pela sua praticidade e a possibilidade dos convidados escolherem o que desejam comer. E, claro, também pode se adaptar à cerimônias mais sofisticadas, tudo depende do cardápio!

Delícias Lisa Buffet

3. Franco-americano

É o mais informal dos estilos, perfeito para os casais que investem em propostas descontraídas para a celebração, como finger food. Os convidados também se servem, mas normalmente comem de pé neste estilo, sem haver um lugar específico para cada um. Além da liberdade dos convidados se sentirem mais à vontade, essa alternativa também está entre as mais econômicas. E como é um estilo que dispensa as mesas, é melhor optar por pratos práticos e aperitivos que permitam uma única mordida! 

4. Inglês ou à Inglesa

É um estilo elegante, no qual os pratos já chegam montados à mesa dos convidados. Desta maneira, o chef tem a liberdade de decorar pratos com requinte. A proposta é que tenha, pelo menos, uma opção de entrada, dois pratos principais e duas sobremesas para que cada pessoa escolha de acordo com a preferência. Mas atenção: existem dois tipos de jantar à inglesa: o direto, onde os pratos são servidos já montados, o mais clássico; ou o indireto; servido em um carrinho (guéridon), sempre pelo lado esquerdo do convidado. Embora tradicional, esse tipo de jantar não requer tanta sofisticação, pode-se optar por louças mais modernas se o estilo do casamento for descontraído. E também se adapta a vários estilos de cerimônias, das elegantes às mais informais. Há necessidade de vários garçons, uma média de 1 garçom para cada 20 convidados, para que o serviço seja confortável para todos os presentes.

5. À Francesa

Depois do inglês, é o estilo mais sofisticado. Ideal quando a natureza da cerimônia for muito tradicional e formal, e é a alternativa mais requintada entre todos os tipos de jantares de casamento. Portanto, atenção às regras de etiqueta. Esse tipo de jantar utiliza uma grande quantidade de louças e talheres sofisticados e são oferecidos 3 serviços: entrada, prato principal e sobremesa.

Em cada serviço há uma grande variedade de opções a fim de que a mesa esteja repleta de pratos, e saibam que deve ser servido em um espaço sempre proporcional ao número de convidados, já que o serviço depende de muitos garçons que estarão em constante movimento, a média ideal é 1 garçom para atender a cada 5 convidados. Se é o jantar que desejam servir preparem-se para um investimento mais alto, é necessário um cardápio farto e carta de bebidas de alta qualidade.

6. Bolo e champanhe

Depois da oficialização do matrimônio, seja no cartório ou em uma celebração religiosa intimista, essa recepção minimalista, econômica e prática está entre os modelos mais queridos por casais moderninhos (principalmente nos casamentos depois do início da pandemia). A ideia "bolo e champanhe" é bastante comum e perfeita para receber poucos convidados depois do casamento civil, mas ela também pode ser parte de um casamento com celebração religiosa. E o custo-benefício é inegável, o casal só deve investir em boas bebidas, principalmente o espumante para o brinde, e um bolo decorado bem caprichado, que sirva todas as pessoas presentes. 

1. Jantar de casamento elegante

Um jantar de casamento elegante pode ser a escolha certa para vários tipos de celebração. Cerimônias religiosa e civil que vão ocorrer ao mesmo tempo; celebração à noite em uma casa de festas depois do "sim" no cartório; ou uma recepção pós-cerimônia com efeito civil. Para um jantar de casamento civil ou recepção requintada, por exemplo, recomendamos uma opção de entrada, dois ou três pratos principais e uma ou duas sobremesas, incluindo o bolo de casamento. Um cardápio gourmet para o jantar será ideal, opções de saladas, finger food, pratos que mesclam sabores doces e salgados, carnes com molhos mais ousados, risotos etc. Entre as opções de bebidas, vinhos, espumantes e coquetéis finos.

2. Jantar de casamento simples e barato

Servir um jantar mais informal (e até econômico) é válido e pode ser uma opção deliciosa para os convidados. Podem investir em um estilo de comida que se identifique ao máximo com a boa e velha comida caseira. Aqui entram opções como feijoada, escondidinhos de carne, um buffet que inclua pratos típicos e deliciosos. Para acompanhar, vinhos e até drinques bem brasileiros, como caipirinha.

Delícias Lisa Buffet

3. Almoço de casamento primavera/verão

Vão se casar de manhã e depois terão uma recepção em um restaurante ou salão de festas? Oferecer um almoço é bastante indicado, especialmente se a data marcada coincidir com as estações do verão e da primavera. O menu recomendado é refrescante e colorido: saladas, mini sanduíches com carnes frias, aperitivos assados e frutas. E se desejam dar um toque mais sofisticado, podem apostar em um buffet com diferente, como a variedade gastronômica japonesa, por exemplo, com opções sushi e outras iguarias. Para a sobremesa, as frutas brasileiras serão um luxo, compondo pratos com sabor e cores intensas.

4. Almoço de casamento outono/inverno

Para um almoço de casamento em estações mais frias, como outono e inverno, o cardápio muda. Aqui os pratos de carne, as pastas, as sopas e os caldos quentes assumem o papel principal. Tábuas de frios, com vários tipos de queijos, presuntos e salames, são indicados para completar. E, para harmonizar, vinho branco, tinto e rosé.

Imperador Buffet

5. Menu de casamento para tarde na praia

O clima praiano pede pratos leves e refrescantes também. Nesse tipo de evento, os frutos do mar devem estar em evidência, alternativas que não faltam na culinária brasileira. Bobó de camarão, camarão no coco ou na moranga, moqueca de peixe, lagosta, peixes na brasa, risotos de frutos de mar ou até uma boa paella, além de saladas variadas. Para acompanhar, drinques de frutas, vinho branco e espumante não podem faltar.

6. Ilhas gastronômicas temáticas 

A ilha gastronômica pode ser uma escolha divertida, já que o casal poderá escolher um tema e oferecer opções que não estejam necessariamente em harmonia com o resto do cardápio, comida mexicana, comida japonesa, ilha de churrasquinhos ou crepes. Ali, os convidados podem se servir à vontade, além do menu tradicional. 

Delícias Lisa Buffet

7. Piquenique de casamento 

Essa é a opção mais descontraída! Logo após o casamento civil, que tal levar os convidados a um parque para uma experiência agradável e acolhedora, em meio à natureza? Os piqueniques de casamento são uma forma viável e prática de realizar uma recepção muito especial durante o dia. E, neste caso, vocês podem, inclusive, manter uma celebração "bolo e champanhe" com outras opções despojadas para o menu, entre elas mini sanduíches, quiches, cupcakes, docinhos e drinques de frutas.

Claudio Costa Fotografias

>> Roteiro clássico do jantar de casamento

  • Coquetel

Serve-se uma bebida, como aperitivo, e "comidinhas" que não necessitam talheres, normalmente as chamadas finger food.

  • Entrada

Pode ser tanto um pequeno aperitivo na recepção dos convidados, antes que eles se sentem na mesa, quanto uma salada servida já na mesa. Há quem opte pelos dois. O importante é que a entrada não seja nenhum prato pesado. Uma salada, sopa, queijos e frios ou canapés são alternativas perfeitas.

  • Prato principal

O mais comum é ter opções de carnes (geralmente uma de carne vermelha e uma de carne branca), dois acompanhamentos (arroz e verduras, por exemplo) e uma opção de massa. Assim, o casal anfitrião não correrá o risco de que um convidado vegetariano, vegano ou com outras dietas restritivas fique sem opções.

  • Sobremesa

Nos jantares tradicionais, os docinhos, o bolo do enlace e os bem-casados não substituem a sobremesa. Para que o jantar de casamento seja completo é necessário que seja finalizado com uma sobremesa que pode ser frutas ou um sorvete.

  • Café e licores

Servir café e licores ao final do jantar é muito comum, mas é também opcional. São os itens que finalizam o banquete, já que são bebidas consideradas digestivas!

Buffet Santa Pizza

Como regra geral, os casamentos diurnos permitem menus diferente e mais informais, já casamento noturnos pedem opções mais sofisticadas. O importante é que toda a celebração esteja em harmonia, e que tanto o casal quanto os convidados possam aproveitar o buffet do casamento do início ao fim. O cardápio está entre os itens que merecem prioridade, e que será bem lembrado, então descubram qual estilo combinam com o seu dia C, e qual será o menu servido!

Ajudamos a encontrar o local ideal para o seu casamento 🥂
Peça informações e preços a negócios de Recepção perto de você