Novia d´Art

Muito relacionado aos casamentos que acontecem na realeza, o chapéu aos poucos tem perdido esse status de exclusividade e elemento demasiadamente ousado. A realidade é que é possível usá-lo em qualquer estilo de cerimônia, basta achar o modelo ideal que combine com você e incremente, com elegância, seu vestido de noiva.

Trata-se de um acessório bem original que pode ser um coringa interessante e substituir o véu e grinalda com muito charme. O horário do evento e a tendência da decoração do casamento é o que vai te direcionar tanto para a escolha do formato quando do material do chapéu. Por mais que nunca tenha cogitado usar esse tipo de acessório, explore as possibilidades, com certeza você vai se surpreender.

Novia d'Art

Como achar o ideal

Os modelos com abas grandes podem ser um pouco mais desconfortáveis para a noiva, que terá que cumprimentar várias pessoas e beijar várias vezes o "maridão", e também para as fotos. E é preciso pensar em toda a maratona de um enlace onde, além de dançar muito, jogar o buquê de noiva branco para as amigas, você deve seguir com o melhor look na hora de cortar o bolo decorado para o casamento.

Mas, com tanta diversidade, a possibilidade de achar um modelo que se encaixe com o look e dê liberdade de movimento para a noiva circular com facilidade, é grande e possível.

Lillian West

Os modelos mais usados:

YolanCris

  • Coco: com abas bem curtas curvadas para cima, um modelo interessante e fez muito sucesso com Charlie Chaplin que o adotou como marca pessoal. Perfeito para acompanhar um vestido de noiva curto com saia bem volumosa relembrando os anos 50.
  • Cloche: modelo totalmente retrô, também com abas curtas quase inexistentes e a copa arredondada, foi referência nos anos 20. Continua em alta e é amado até hoje pelo charme que carrega. É um acessório incrível para um vestido de noiva de renda vintage e com cabelos com corte chanel.
  • Fedora: também conhecido como o chapéu dos mafiosos, esse modelo apresenta a aba média, a copa é levemente alongada e meio côncava. Ideal para mulheres exóticas que preferem casar de calças.
  • Canotier: tem as abas pequenas e copa baixa e pequena, é um modelo originalmente em palha, totalmente adequado para eventos na praia ou decoração de casamento rústico e campestre.
  • Breton: tem a aba é média e levemente virada para cima na parte da frente geralmente com materiais maleáveis. É um modelo sofisticado, perfeito para acompanhar a decoração de casamento simples e elegante com muita personalidade.
  • Casquete: é o estilo mais usado pelas noivas já que é possível elaborá-lo com diversos formatos. Sua principal característica é que não tem abas e possível fazê-lo em tamanhos bem pequenos. Opção incrível para eventos mais sofisticados. Pode usá-lo sem acessórios ou com o voilette (véu que cobre o rosto) e é preso no chapéu. Grandes arranjos como o fascinator (adorno feito de pedras, plumas e penas) deixam o modelo bem elaborado.

Everton Vila Photography

Materiais

Encontramos vários tipos de materiais disponíveis para criar um chapéu muito diferente para o seu dia tão especial. Para eventos mais formais utilizar o mesmo tecido do vestido é uma boa alternativa a não ser que seja um tecido muito fino e deverá ser substituído por um similar, como cetim ou renda.

Cobertos com pedraria ficam bem charmosos ideais para os modelos casquete ou com abas bem pequenas. Para eventos mais descontraídos ao ar livre a palha, o sisal e a ráfia são os mais usados. O feltro é uma opção para casamentos informais e ótima alternativa para o inverno, podendo, inclusive, investir em outras cores, como bordô, marrom ou um nude. 

YolanCris

É importante saber que todo o seu look será influenciado pelo chapéu, um "pormenor" que não passa despercebido. Por isso você deve escolher um vestido à altura do estilo que escolheu para os seus ornamentos. E depois de ter eleito um acessório com tanta personalidade, o próximo passo é definir o penteado para o casamento que suporte o modelo escolhido do acessório e que consiga o efeito que deseja.