É inegável. Há algo reconfortante na decoração de casamento com toques rústicos, uma das queridinhas dos casais a caminho do altar. O contato com os elementos da natureza, como madeira, palha e folhagens, traz paz de espírito e propicia uma ambientação relaxante, revigorante e autêntica, excelente para as boas-vindas a esta nova página da vida a ser escrita a dois.

Além disso, apostar por sustentabilidade está mais em alta do que nunca, e um décor que se integra a esse conceito é cada vez mais popular. Da paleta de cores ao uso de adornos simples, daremos neste artigo algumas ideias de como incorporar o tema bucólico à proposta do enlace, que provavelmente também deve influenciar a escolha do  buquê de flores e demais providências. 

Materiais

Como já antecipamos, uma boa escalação de materiais é crucial para dar cara rústica ao casamento. Isso significa, sobretudo, muita madeira. Em todos os lados. No piso, no revestimento, nos móveis, nos cachepôs, nos enfeites de mesa e até na estrutura do telhado do espaço.

Simplesmente invista na madeira sem dó, se possível, com a aparência in natura ou somente com verniz e sem tinta. Usar troncos e árvores também dará um visual especial ao local, contrubuindo para a sua decoração de casamento simples e elegante. Palha, juta e cortiça, com suas aparências e texturas tão peculiares quanto brutas, farão interessante contraponto aos tecidos fluidos e nobres e com as rendas. 

Flores e folhas

Da mesma forma, aposte nas plantas nesta ambiência que remete à natureza, das vivas às secas e artificiais. As flores serão as responsável por trazer o toque de delicadeza, de cor e romantismo à decór embrutecida pelos outros materiais. As espécies do campo têm mais a ver com a proposta, que também pede muito verde nos mais diferentes tons e tamanhos das folhagens. Quanto mais diversificada por a flora usada, melhor.        

Iluminação 

Candeeiros, lampiões e velas darão o toque interiorano e campestre necessário à recepção com meia-luz que lhes são características, sendo ótima opção para iluminar o caminho dos noivos até o altar e para integrar a composição dos centros de mesa.

Mas como em termos de luminosidade são pouco efetivas, a dica é usar lâmpadas de coloração amarelada para clarear os ambientes, seja nos cordões de luz em linha, nas cortinas de luz e nos pendentes rústicos em formas de cestos. 

Vidros

Potes, frascos, garrafas de vidro, sobretudo os de cor âmbar, servirão de ótimos vasos para as plantas, como castiçais, porta-temperos e etc. Podem ser adornados com laços, fitas, bordados e renda e alguns dos tecidos já citados, além de pequenos ramos. Grandes vasos e galões com estética semelhante também podem ser incorporados à caracterização do local. 

Itens vintage

Móveis de madeira com aspecto retrô, além de bicicletas e outros itens vintages são mais do que bem-vindos à decoração da cerimônia e festa. Baldes, cachepôs e leiteiras em aço galvanizado também enriquecem a festa. Até carros antigos, caixotes e barris podem ser escalados na esteira dessa ideia, que incorpora bem luminosos sessentistas e placas de madeira ou metal.

Ambientes

Celeiros, fazendas, bosques, gramados, quintais e antigas casas ou fábricas são as locações ideais para os casamentos rústicos. Toda a madeira, os tijolos aparentes e o verde já dão munição suficiente para transmitir a dimensão campestre sem fazer com que os noivos tenham que gastar muito com enfeites para tal.

Faça você mesmo 

Por falar em gastar pouco, a decoração rústica é o cenário perfeito para investir no DIY (sigla de “Do It Yourself”, em inglês), também conhecido na nossa língua como “faça você mesmo”. Como a proposta toda transita na caracterização simples do espaço com o uso de materiais baratos, basta dar asas à criatividade. Por exemplo: que tal adornar a recepção com um painel de fotos feito de barbantes e pregadores de madeira? É fácil e permite que as memórias contem por si só a história do casal. No entorno, pode-se colocar uma moldura de madeira para ajudar a encobrir as pontas dos fios.

Outra solução é dispor de tal painel sobre um fundo de vegetação artificial devidamente iluminado. Caso prefira, ele abrigar os cartões com os agradecimentos aos convidados. Para isso, basta que os papeizinhos tenham o nome de cada um na face frontal. As mensagens personalizadas constariam no verso, sendo reveladas à medida que os destinatários retiram seus cartões do mural. E este é somente um exemplo de uma vasta gama de possibilidades.  

Ao investir numa decoração de casamento em tons terrosos e muitos elementos naturais, o casal verá como é fácil fazer mais com menos para conseguir um efeito grandioso de encher os olhos digno de de investimentos maiores para o enlace. De forma que ninguém se importará de estar diante de um bolo de casamento simples, já que ele estará de acordo com a estética.