São Paulo Fotografia
São Paulo Fotografia

Cada comemoração é única e o enlace de duas pessoas é uma ocasião que deve ser tratada com carinho e cuidado, um dia especial que não se repetirá. Por ser uma festa tão exclusiva, pensar na papelaria do casamento deve seguir esse mesmo propósito de ser algo único e inesquecível,  e pode ser um dos momentos mais divertidos para o casal, ainda que vocês não tenham muita proximidade com esse universo.

O convite de casamento é o primeiro item a ser considerado, mas a papelaria engloba muito mais. Há outras necessidades do dia C que irão precisar de gráfica, papel, materiais, identidade visual, que fazem parte da decoração do casamento, e que deixarão tudo harmonioso com a cara de vocês. Vejam o que precisam saber.    

Dream Image - Foto e Filme
Dream Image - Foto e Filme

1. Conhecer os itens

É importante não escolher elementos de forma aleatória para evitar gastos na produção de materiais que não serão úteis. Por isso, recomendamos analisar o evento como um todo, vendo as necessidades e os custos da papelaria para tomar as decisões.

Fizemos uma lista dos itens mais usuais para elegerem, entre eles, aqueles que têm a ver com o seu grande dia ou, a partir deles, terem outras ideias.

  • Convites

Este item engloba os convites do dia C, envelope se os convitinhos individuais, que são essenciais para determinar a quantidade de convidados. E também devem pensar no convite do noivado e no save the date (reserve o dia) para enviar antes do noivado e/ou do casamento. Estes dois últimos são opcionais e, atualmente, muitas vezes são enviados digitalmente.

  • Caixas personalizadas

Presentes/convites dos padrinhos e madrinhas. Alguns casais também encomendam esses tipos de convites de casamento criativos para os convidados mais "especiais", como seus pais, avós, pajens e daminhas.

  • Caixinhas

Pode-se pensar em caixinhas para os bem-casados ou como embalagens para as lembrancinhas de casamento diferentes.

  • Envelopes

Tanto para os convites quanto para envolver o lenço ou guardanapos para cada convidado, caso se emocionem durante a cerimônia.

  • Cardápios

Com todos os pratos e bebidas disponíveis, com a ordem do serviço de buffet. O ideal é colocar um para cada pessoa, do lado do garfo ou em cima do prato. No brunch, os cardápios podem ser um ou dois colocados na mesa dos alimentos, em porta-retratos, separando salgados e doces.

Amanda Francelino
Amanda Francelino

  • Etiquetas

Elas podem ser colocadas nas lembrancinhas agradecendo a presença, e também podem ter o formato de mini cartões amarrados ou etiquetas autocolantes.

  • Plaquinhas de mesa

Informam quais são os tipos de comida e os sabores na decoração da mesa de casamentos que terá os doces e o bolo, bem como em ilhas temáticas.

  • Missal

Livrinho com todo o roteiro da cerimônia religiosa, de uma forma objetiva, permitindo que os convidados acompanhem cada passagem do rito. Alguns casais preferem colocar só a lista de músicas na ordem e o significado resumido de cada uma para os dois.

  • Marcadores

Reserva cada lugar na mesa com o nome do convidado ou cada mesa; marcadores de porta se forem reservar quartos de um hotel ou do próprio local da festa aos convidados; marcador de livro como um modelo de lembrancinha de casamento.

  • Cones de papel

Para guardar arroz ou flores para serem jogados ao final, entre outras utilidades.

Folha de Outono Convites Personalizados
Folha de Outono Convites Personalizados

2. Definir o estilo da festa

Depois de ver os itens e escolher quais serão usados antes e durante o dia C de vocês, tenham certeza de que todos seguirão a mesma temática para que estejam combinando entre si. A papelaria precisa estar alinhada com o estilo do evento, tendo também a mesma paleta de cores e os mesmos elementos.

Por exemplo, o clássico usa muitas flores e cores neutras, já o rústico usa materiais como a juta, a linha e tons terrosos e fortes. Se prefere o estilo navy, elementos como âncora, conchas e tons de azul, vermelho e bege são característicos. O mesmo raciocínio serve para boho, vintage, minimalista, moderno, romântico, entre outros.

Vitor Barboni Wedding Photographer
Vitor Barboni Wedding Photographer

3. Decidir sobre a identidade visual

Saber qual é o estilo do casamento facilita a hora de elaborar a marca de vocês. O logotipo estará presente em todos os itens escolhidos e nada mais é que os nomes e/ou as iniciais do casal. Recomendamos procurar um profissional para fazer testes de fontes de letra, qualidade de impressão, visual de proporção porque usarão o logo maior e menor dependendo do local em que será inserido.

A mesma fonte pode ser usada em textos ou ver qual outra combina com a principal. Desenhos do casal, de coração emendando os nomes, flores, formas geométricas e arabescos também são elementos da identidade visual.

Ainho Alves Fotografia
Ainho Alves Fotografia

4. Elaborar o conteúdo

Cada item pede um conteúdo específico, então, procurem qual é o texto padrão ou usem a criatividade para algo mais despojado e específico. Frases curtas de amor são bem-vindas em convites, caixas personalizadas e lembrancinhas.

As plaquinhas e cardápios precisam de orientação dos fornecedores do buffet, bem como ter ajuda do celebrante para produzir o missal. Todo o conteúdo precisa estar definido e correto antes de ir para a gráfica.

Marina Maeda Fotografia
Marina Maeda Fotografia

5. Verificar o orçamento

A última coisa para saber sobre papelaria, mas não menos importante, é que todos os detalhes vão influenciar no valor final do orçamento. Pesquisem e conversem com o fornecedor porque há vários tipos de papel no mercado. A textura, a gramatura, as cores e a quantidade de textos variam em preços e resultado. Materiais texturizados remetem à sofisticação, enquanto papel reciclado e papel semente são ótimos para o meio ambiente.     

É importante que todos os elementos da festa sejam escolhidos pelo casal e a parte da papelaria é muito pessoal e subjetiva. Se um dos dois preferir algo que não agrada muito ao outro, vejam as opções possíveis e procurem tomar a decisão juntos para que o processo se torne participativo e prazeroso, como foi a escolha das músicas do casamento para todos os momentos. A não ser que um queira que o outro fique responsável por essas questões e isso é válido também, desde que em comum acordo. O objetivo é ter itens que representam a personalidade dos dois, do seu dia, e a essência do "sim".