Leandro Joras

 

A parte que mais gosto é de pesquisar o que os noivos andam inventando para o seu próprio casamento. Porque é quando eu me emociono e vejo que há muito amor espalhado por aí! Aposto que vocês estão neste mesmo ritmo, já que devem estar atrás de tudo relacionado a este dia tão importante na vida de um casal.

Os votos matrimoniais são peças muito importantes deste dia. Eles geralmente são ditos pelo padre ou celebrante, quando fazem todas aquelas afirmações sobre alegria e amor, que terminamos por confirmar no famoso “sim”. No entanto, cada vez mais noivinhos optam por escrever o seu próprio voto, para que este momento mágico fique do jeitinho do casal, além de trazer mais emoção à cena.

 

 

Em um vídeo que vi recentemente, o noivo personalizou seus votos de tal maneira, que arrancou gargalhadas e lágrimas dos convidados. Ele começa dizendo que a futura mulher realmente estava insuportável na sua síndrome pré-casamento, mas que ele estará sempre ali do seu lado em todas as horas. Ela, emocionada, improvisou suas palavras, e disse que quer que a união seja assim, sem medos nem improvisações.

Se você quer escrever algo que traduza todos os seus sentimentos, mas acha difícil botá-los no papel, uma ideia é pegar emprestado o que já foi dito por poetas e pensadores. Fernando Pessoa, William Shakespeare, Pablo Neruda e a própria Bíblia trazem palavras de amor, conforto e contentamento, perfeitas para uma ocasião tão sublime.

Ou, solte o poeta que existe em você e inspire-se com os grandes, mas deixe fluir da sua própria caneta as ideias finais de amor quando você pensa na cara metade. E não deixe de levar esse romantismo para o dia a dia, hein? Não o deixe reservadinho apenas para os votos!

 

Fábio Pedro Fotógrafo