Saltar para o conteúdo principal
Casamentos

Quanto custa um casamento?

Chegar a um valor viável pode ser um dilema para quem planeja o enlace. Diante das dúvidas dos casais sobre o orçamento, Casamentos.com.br oferece um guia definitivo para encontrar o valor médio, baseado no Livro Imprescindível dos Casamentos!

Luciane Spitali Fotografias

O casamento é um sonho para os apaixonados que disseram “sim”, isso é inegável. Para muitos homens e mulheres, é algo posto como meta de vida antes mesmo de conhecerem sua cara-metade. Mas, além do desejo de subir no altar, é preciso preparar-se para os muitos detalhes que envolve a celebração – e, portanto, gastos. Por isso, uma das dúvidas mais frequentes é: afinal, quanto custa um casamento, em média, no Brasil? Diante deste questionamento dos casais, Casamentos.com.br realizou um estudo com base nos gastos para cada item do enlace, e o resultado é o Livro Imprescindível dos Casamentos, um guia completo com todos os valores médios, que podem variar entre os estados e regiões.

No auxílio desse cálculo, é importante desmistificar a ideia de que a organização da cerimônia é algo tão difícil. Acreditem: o planejamento está bem longe de ser algo impossível. Identificar quais seriam os maiores custos e quais são as variáveis que podem ser ajustadas é um passo fundamental para se chegar à resposta. Vamos juntos nessa? Temos as dicas e as ferramentas necessárias para a missão de saber quanto se gasta em um casamento, e ela deixará de ser um bicho de sete cabeças. E tenham em mente que estamos trabalhando com valores médios.

Leia o Livro Imprescindível dos Casamentos

Qual é o custo médio de um casamento

Cada caso é um caso. Obviamente, o valor total a ser gasto não é o mesmo para todos os casamento. O total das despesas vai variar muito de acordo com o número de convidados – cuja média varia entre 155 e 186, com poucas diferenças entre as regiões do País –, o estilo da celebração, o local a ser feito e, principalmente, o que o poder aquisitivo do casal permite. Seja a celebração custeada pelos próprios noivos ou pelos pais, sempre se encontra um orçamento que caiba no bolso. Não é preciso ir à falência para casar!

O custo de um enlace pode ir dos R$ 11,5 mil, num casamento econômico, até as centenas de milhares das festas mais luxuosas que duram mais de um dia. Numa média geral, no entanto, nossos dados apontam para um investimento próximo aos R$ 40 mil – mas isso sem contar com a lua de mel. Caso o par opte pela viagem após a celebração, a média de despesas sobe para quase R$ 46 mil, dependendo do destino e da duração da estadia. Se a mudança de ares for algo fundamental ao casal, não esqueça da lua de mel no rolê pelas contas!

Como organizar o orçamento

Para um casal que inicia a vida juntos  – em média dos 25 aos 30 anos  – nada mais saudável do que já começar com as finanças sob controle. Por isso, tal pensamento deve valer também para a celebração da união, evidentemente. A maioria dos pares tem uma boa noção do quanto custou seu casamento e compreende a importância de acompanhar os gastos. A melhor forma de fazer isso é rastrear tudo, planilhando o que for possível com o auxílio de ferramentas e aplicativos especializados, como o nosso Orçamentador.

Disponível no nosso site e também no aplicativo, ele é uma ferramenta poderosa e prática para prever, comparar, registrar e acompanhar todas as despesas dos preparativos, evitando os temidos sustos. Você começa estipulando um valor total e já pode ver a estimativa de gastos por categoria. A partir daí, é só preencher os valores das projeções que receber dos fornecedores e assim ter uma visão geral do estimado. Quando fizer pagamentos, você também pode – e deve - registrá-los para manter o controle do que já foi gasto. Ter uma vida financeira organizada é a chave para a felicidade!

Quanto custa o espaço do casamento

Um dos maiores custos esperados para o casamento, o espaço em que será realizada a união representa uma fatia importante. Logicamente, a despesa é consequência direta do tipo de celebração do que se pretende ter: algo simples, celebrado em cartório, não chega próximo ao quanto precisará ser desembolsado por um weekend wedding num hotel fazenda, por exemplo. 

Em linhas gerais, os gastos com o espaço podem ser estimados em 18% do orçamento total. Isso significa, para a média do Brasil, em torno de R$ 8.100. Lembre-se sempre de considerar nesta conta todos os locais a serem reservados para sua celebração. Assim, caso a cerimônia e a recepção sejam realizadas em lugares diferentes, o valor de aluguel ou doação para o uso de cada local deverá ser somado. Fiquem atentos!

Jaíne Néris Fotografia

Quanto custa um casamento civil

Casar no civil tende a ser a alternativa mais acessível, ainda mais se for feito no próprio cartório. O valor médio nacional é de R$ 300, mas varia por estado, podendo chegar a quase R$ 500 em São Paulo. Para quem não puder pagar, o Código Civil garante ainda um serviço gratuito de registro para que o sonho do matrimônio seja para todos.

Os valores aumentam caso a celebração seja realizada em outro local, como, por exemplo, no mesmo espaço da recepção. O deslocamento e a remuneração do juiz de paz tem que ser estimado também, indo até R$1.500, dependendo do estado, município e distância até o ponto da cerimônia. Há ainda a opção do casamento religioso com efeito civil, celebrado por uma autoridade religiosa escolhida. Este registro deve ser oficializado junto ao cartório e chega, no máximo, aos R$100, além das despesas com o celebrante.

Quanto custa um casamento na igreja

Para as famílias mais religiosas, celebrar a união do casal no seio da sua fé é uma experiência essencial. Os ritos variam de acordo com a tradição de cada denominação e os valores tendem a ser menores se o casal se unir na congregação que já frequenta. Paróquias locais costumam solicitar uma doação para manutenção do espaço, mas a coisa muda de figura para igrejas católicas maiores e mais concorridas em grandes capitais.

O agendamento de horários e datas mais populares em capelas, basílicas e catedrais pode ir de R$ 1.500 a R$ 10.000, especialmente em imóveis centenários tombados pelo patrimônio histórico. Se o seu sonho tem endereço certo, se antecipe e reserve a data com muita antecedência. Em alguns casos, isso significa agendar dois anos antes. Não basta rezar, tem que se programar. Eu ouvi um amém?

Quanto custa o buffet do casamento

Comes e bebes servidos na recepção representam sem dúvida a maior fatia do orçamento nupcial, multiplicada pela quantidade de convidados. O valor cobre a remuneração da equipe que vai cozinhar e servir, os alimentos em si e as bebidas, alcoólicas ou não. Sendo assim, o cardápio escolhido pelo casal influencia muito no custo final: entre finger food e open bar, cada escolha vai definir o tamanho do impacto no bolso.

Num casamento médio, podemos estimar estes gastos em R$ 10.700, algo que corresponde em torno de 23% do total das despesas. Recomendamos atenção especial a esse ponto do planejamento, pois é exatamente onde a maior parte dos gastos imprevistos ocorrem. De taxas adicionais com doces e bebidas a convidados de última hora, mais da metade dos excessos têm a ver com o buffet. Portanto, fique de olho e mantenha uma reserva para as emergências.

Clube do Terno

Quanto se gasta com a fotografia e o vídeo do casamento

Seja a sua prioridade um álbum grande a ser exposto na sala de casa ou uma seleção caprichada de stories para dividir com o mundo, o investimento em fotografia é mandatório. Dependendo do tamanho da celebração, a equipe pode chegar a cinco pessoas ou mais. Lembre-se: são profissionais com anos de treinamento e que investem em equipamentos caros, que vão acompanhar seu grande dia.

O valor médio para o audiovisual em casamentos está atualmente na casa dos R$ 4.400. Essa cifra considera um escopo mais usual de pacote de serviços: fotografias da preparação ao fim da festa, impressão de um belo álbum e vídeos bem produzidos. Naturalmente, o custo aumenta conforme as solicitações do casal. Ensaios adicionais como pré-casamento e first look, estilos específicos de fotografia e equipamentos especializados aumentam os investimentos e gastos.

Quanto custa o vestido de noiva e o traje do noivo

Uma parcela fundamental do orçamento deve ser reservada para o vestuário, em torno de 8,5% do gasto total deve ser para a categoria. Variáveis que alteram essa despesa incluem a escolha de estilista ou loja, confecção de peças sob medida e, claro, a opção entre aluguel ou compra.

A maior parte das noivas recorre ao aluguel, porém essa não é necessariamente a escolha mais barata: vestidos de noiva comprados em lojas especializadas em uma ou mais marcas saem, em média, a R$ 2.700, um pouco menos do que o aluguel usual, na casa dos R$ 2.900. As brasileiras investem, em média, R$ 4.968 para ter um vestido de noiva feito por estilistas, R$ 2.932 para alugar um modelo, R$ 2.737 na compra em lojas especializadas e de multimarca e R$ 1.637 para ter um vestido feito por uma costureira. O traje de noivo tende a ser mais barato: de R$ 700 no aluguel até R$ 2 mil com a compra. 

Ana's Photography

Quanto se gasta com as joias do casamento

Quando pensamos em joalheria, as alianças logo vêm à mente. Ainda assim, elas não são, de forma alguma, a única despesa a considerar neste quesito do seu dia especial. Nossa estimativa de gastos para essa categoria está em R$ 1.500 na média dos casamentos nacionais, incluindo os anéis e outras peças de destaque.

Noivas e noivos podem se beneficiar enormemente de adornos bem escolhidos e valorizar ainda mais seu visual no altar. Brincos e piercings destacam a personalidade de quem se casa, enquanto tiaras e colares emolduram o rosto. Acessórios como pulseiras, abotoaduras e relógios complementam o look e podem ser combinados para mostrar ainda mais a sinergia do casal.

Quanto custa decoração do casamento

O quanto será gasto com decoração tem relação direta com o tamanho e configuração dos espaços. Além das onipresentes flores, entram também nesta categoria o mobiliário, centros de mesa e as miudezas como castiçais e velas. Como ordem de grandeza, tenha em mente um valor de 12% a 17% do orçamento total.

O estilo do enlace é um fator determinante aqui. Se seu sonho for uma decoração intimista, o custo será bem diferente do que vemos nos casamentos mais tradicionais. Também é importante pensar na época em que a celebração acontece: dependendo da estação, determinadas espécies vegetais podem sair consideravelmente mais caras devido à necessidade de importação. 

Quanto custa a música do casamento

Uma das melhores experiências de toda a celebração é compartilhar da emoção do casal na pista de dança. Afinal, além da clássica Marcha Nupcial, as músicas ajudam a embalar todo o momento, que se torna ainda mais especial e único ao som da música certa de casamento.

Ao pensar na verba, saiba que ela varia de acordo com o equipamento e os profissionais necessários. Ainda assim, pode ser estimada em R$ 2.860 para uma celebração típica. Portanto, reflita sobre os momentos que tendem a ser mais valorizados com o uso de uma trilha sonora adequada. Seja pela contratação de um quarteto de cordas, de um bom DJ ou de uma banda para animar a festa, o fato é que não existe festa sem música. Entre no ritmo para não errar o passo do que as planilhas permitem.

Quanto se gasta com a Lua de Mel

Seja ela realizada logo após o casamento ou algum tempo depois, a lua de mel é escolha recorrente para o pós-festa da maioria dos casais. Mesmo que tenha duração de poucos dias, a viagem tem o peso de um rito de passagem que simboliza o início da aventura a dois. O valor depende diretamente do destino escolhido: viagens nacionais custam ao casal em torno de R$ 3.600, enquanto que os casais que vão para fora do país gastam, em média, R$ 15.500.

Devido aos custos de documentação, passagens, e, atualmente, de exames, a viagem deve ser planejada com muita antecedência. Quanto mais cedo for agendada, maiores são as chances de conseguir boas acomodações por um bom preço. Uma alternativa interessante e cada vez mais popular é o custeio coletivo, isto é, bancado com a contribuição de amigos e familiares como forma de presente.

Sítio Paraíso da Mata

Como calcular quanto custará cada convidado

Com a lista completa e definitiva de convidados, a conta é simples: a soma de todo o investimento deverá ser dividido pela quantidade de convidados da lista. Nesse momento ela terá o valor real que cada um custou ao evento. Com esse dato, vocês podem tomar a decisão de abaixar os custos, mantê-los ou aumentá-los. De acordo com os profissionais, o melhor a se fazer é utilizar a planilha de orçamento onde absolutamente tudo deve ser registrado e projetado.

Os noivos podem contar tanto com essa ferramenta prática disponibilizada por Casamentos.con.br quanto com uma assessoria, que é também bastante recomendado. Nessa planilha o casal deve prever 3 (três) cenários de gastos: o ideal, o melhor e o pior cenário (para terem o plano B em todos os casos), estabelecendo o valor máximo de gastos e, acima de tudo, tentar trabalhar sem ultrapassá-lo jamais. Deixem sempre uma margem de garantia. Por exemplo, tentem gastar apenas 90% do orçamento total, assim terão 10% como garantia se algo ocorre. 

Dito tudo isso, fica claro que o sonho do casamento é acessível para todos os bolsos, desde que seja feito um planejamento cuidadoso e pé no chão. Por mais que alguns valores, como os gastos com buffet e o espaço, pareçam intimidadoras à primeira vista, eles não são, de forma alguma, um impeditivo. Tudo pode e deve ser feito para caber na sua realidade quando falamos sobre os custos do casamento. Planejamento é a palavra da vez e sem a qual não se faz nada. Se organizar direitinho, todo mundo casa!

Mais sobre o Livro Imprescindível dos Casamentos