Seguimos ao seu lado nesse momento. Consulte o nosso Centro de Ajuda.
Casamentos

Como organizar o casamento: 10 passos para começar (e uma agenda completa com as tarefas!)

Após marcar a data oficialmente, a ficha cai: a lista de tarefas da organização de casamento é enorme. Mas não há motivo para pânico: é possível organizar o enlace como sempre sonharam. Vejam as indicações para que tudo seja perfeito.

Casal feliz

Casar está entre os sonhos dos corações apaixonados, mas organizar o casamento pode assustar. São muitas as decisões a serem tomadas, detalhes a serem considerados e imprevistos a serem vencidos. É inegável: todos esses itens dão um friozinho extra na barriga ao pensar na caminhada até o altar. Mas não há motivo para pânico, e esse artigo chegou para provar isso. Aqui a gente irá lhe mostrar como organizar um casamento e a ordem do que deve ser decidido antes de se passar ao próximo passo. Então, sem mais delongas, vamos à aula. 

10 passos para organizar um casamento

1. Como escolher a data do casamento?

2. Como fazer a lista de convidados ideal?

3. Como escolher o local da cerimônia e da celebração?

4. Como escolher o estilo da festa de casamento?

5. Como organizar as tarefas com as ferramentas de Casamentos.com.br?

6. Como encontrar os melhores fornecedores?

7. Burocracia: as chaves para organizar a papelada

8. Como escolher o menu do casamento?

9. Como acomodar os convidados?

10. Como escolher testemunhas, madrinhas e padrinhos?

Natasha Cohn

A agenda do casamento: passo a passo desde um ano antes

De 12 a 10 meses

De 9 a 7 meses

De 6 a 4 meses

A 3 meses do casamento

A 2 meses do casamento

A um mês do casamento

2 semanas antes do casamento

1 semana antes do casamento

Na véspera do casamento

EA Decor e Design Floral

1. Como escolher a data do casamento?

Um número da sorte, uma data significativa para o casal ou uma conveniente véspera de feriadão? A decisão do dia para celebrar a sua união vai muito além do horóscopo. A primeira escolha no caminho para o casamento deve ser cuidadosa. Ela deve possibilitar uma comemoração perfeita, tanto para os noivos quanto para familiares e convidados indispensáveis. A primeira medida é avaliar o calendário anual do casal, desviando de grandes eventos e se valendo de férias para prolongar as celebrações.

Da mesma forma, leve em conta a temporada e os custos no destino escolhido para a lua-de-mel. Procure pensar também na estação do ano e no clima da região onde vai se casar e a sua influência nos locais disponíveis. Por fim, tenha em mente os meses mais procurados e, portanto, mais custosos junto aos fornecedores. Equilibre todos esses fatores e terá a data mais propícia para dizer o “sim”. 

Jaíne Néris Fotografia

2. Como fazer a lista de convidados ideal?

Não é preciso começar uma crise na família para montar a sua festa. A escolha de quem estará presente no dia tão esperado pode ser objetiva e tranquila. Para isso, comece estabelecendo a lista de quem é indispensável para o casal. Se quiser que os pais escolham parte dos nomes, combine de antemão uma cota limitada para eles. Distribua os convites remanescentes com parcimônia e conte com nossa ferramenta para acompanhar a confirmação de todos.

A lista enxuta é mais do que uma questão de economia: no novo contexto os ajustes são essenciais e um número modesto de convidados possibilita o distanciamento social e um maior zelo pela saúde de quem amamos. Avalie com cuidado a viabilidade de receber pessoas de grupos de risco, da mesma forma considere o risco de incluir crianças pequenas, mais difíceis de conter.

Acrônico Fotografia

3. Como escolher o local da cerimônia e da celebração?

A escolha do local (ou locais) do seu casamento vai além da tradição e da estética. Está intimamente ligada às decisões sobre a data e os convidados. Também depende de diversas questões: a recepção pode ser realizada no mesmo local da cerimônia? Os convidados terão que viajar ou se hospedar? As vantagens de realizar tudo no mesmo local são tentadoras. Mas para saber se isso é possível, é importante ter em vista que os lugares admissíveis variam entre uma cerimônia civil, religiosa ou simbólica.

Além disso, tão relevante quanto é a localidade é ver se o casamento será realizado perto de casa ou numa viagem para a terra natal da família. Isto porque a ambientação desejada, o horário e a quantidade de convidados irá dizer se é melhor pleitear uma catedral iluminada ou uma praia deserta. Tudo isso irá impactar diretamente nos custos.

Amora Photo e Film

4. Como escolher o estilo da festa de casamento?

Fechado o local, que estilo de decoração de casamento é perfeito para você? O ambiente da festa é o primeiro fator a considerar, com diferentes estéticas sendo as mais adequadas para um casório no campo ou num luxuoso hotel. Outra escolha para guiar a decisão é o vestido de noiva: um modelo romântico, cheio de rendas e babados, inspira ambientação e decoração distintas de um corte minimalista e contemporâneo.

As linguagens devem conversar entre si. Em todo caso, lembre-se de que expressar a identidade do casal no seu grande dia é mais importante do que se encaixar em uma trend. Os sonhos, valores, personalidades e estilos das duas pessoas que dizem "sim" devem ser celebrados. 

Vero Fotografia

5. Como organizar as tarefas com as ferramentas de Casamentos.com.br?

Planejar o próprio casamento é puro sonho na teoria, mas na prática é fácil se perder entre orçamentos, encomendas, documentos e provas. Para você não perder nada ou ficar dependendo do velho bloquinho de papel, nossa agenda de tarefas é uma forma prática e ordenada de acompanhar cada detalhe do processo. Essa mão na roda está disponível no nosso site e também no aplicativo para celular.

A agenda já vem preenchida com as tarefas mais usuais, organizadas por categoria e prioridade. Com base na data da sua celebração, ela antecipa o período ideal para resolver cada uma. E ainda permite compartilhar as tarefas com outras pessoas envolvidas. 

E além da agenda, nosso portal oferece aos casais um organizador para ter no próprio celular. Ali se encontram as ferramentas para controlar o orçamento, fazer a gestão dos convidados e organizar as mesas, a Comunidade (onde podem trocar figurinhas com outros casais que também estão na fase de organização) e ainda criar um site de casamento personalizado.

Theo Barros Fotografia

6. Como encontrar os melhores fornecedores?

Para tudo sair perfeito no dia C, é essencial contratar empresas e profissionais confiáveis, solícitos e regularizados. É mais uma área em que Casamentos.com.br te dá uma mãozinha: a função Meus Fornecedores traz um catálogo de contatos na sua cidade, com faixas de preço, avaliados e comentados por outras usuárias. Procurando mais recomendações para contratar buffet, fotografia, decoração e o que mais precisar? Venha para nossa Comunidade, onde noivinhas e noivinhos diariamente trocam impressões e dicas sobre os melhores serviços e práticas. Conselho de amiga!

Cerimonial Claudia Feital

7. Burocracia: chaves para organizar a papelada

O tão esperado momento que sela a união, com a troca de alianças e o “sim”, não é o único rito de passagem do casal. Para que o casamento seja reconhecido pelo Estado e pela religião do par, existem trâmites a serem cumpridos. É burocracia, mas é também uma parte fundamental do compromisso mútuo que chamamos de matrimônio. O processo varia com o tipo de cerimônia a ser realizada. O casamento civil requer um pedido de habilitação e consegue ser realizado no próprio cartório.

Caso prefira, ele pode ser firmado no local da sua cerimônia por um juiz de paz ou pela autoridade religiosa (modalidade conhecida como casamento religioso com efeito civil). Por sinal, cada religião tem seus próprios requisitos: por exemplo, a Igreja Católica exige curso de noivos e a confirmação de ambos na mesma paróquia, já o Judaísmo solicita o ketubá (contrato de casamento) dos pais. 

Karoline Bettes

8. Como escolher o menu do casamento?

A prova do buffet não é apenas boca livre, é o momento de pensar no que servir às queridas pessoas que irão comemorar seu enlace. Agradar o paladar do casal é essencial, porém é cortês oferecer opções para diferentes hábitos alimentares. Veganos ou “carnívoros”, seus convidados devem se sentir acolhidos na ocasião. Leve em consideração o horário da refeição: casamentos diurnos aceitam pratos leves e finger food, mas à noite um jantar é esperado.

Pense também na região e estação em que a festa ocorre, preferindo produtos de época e receitas frescas ou quentinhas de acordo com o clima. Um cardápio em harmonia com o ambiente torna a recepção ainda mais especial.

Sítio Vale da Colina

9. Como acomodar os convidados?

O amigo de infância ficou deslocado entre parentes idosos e a madrinha acabou sentada na frente do ex? Para não servir uma torta de climão na festa de casamento, é essencial planejar antecipadamente a composição das mesas. Nesta tarefa, mapear os assentos utilizando uma ferramenta como o nosso mapa de mesas é mais prático do que uma planilha.

A lista de convidados é integrada com as confirmações de presença, e os diferentes formatos e tamanhos de mobiliário permitem definir até a distância entre as mesas. Falando em distância, aí está mais um ponto do planejamento no qual precisamos levar em conta a nova normalidade.

Para uma celebração segura, é imprescindível garantir um ambiente bem ventilado e minimizar as possibilidades de transmissão. Isso significa espaçar mais as mesas, reduzir sua capacidade e manter juntas pessoas que já vivem sob o mesmo teto.

Rudi Dias Fotografia

10. Como escolher testemunhas, madrinhas e padrinhos?

Outra grande decisão é quem convidar para as honrosas posições de madrinhas e padrinhos, oficialmente conhecidas como testemunhas, seja a cerimônia religiosa ou civil. Para além da homenagem e das festas, as funções significam um compromisso de auxiliar os noivos na construção da sua nova vida de casados. Os critérios para definir devem ser confiança, afinidade e intimidade com o casal. Lembre-se de que a celebração é sobre você e sua pessoa mais amada, então nada de escolher seus convidados de honra por educação ou pressão social. Além de participar dos preparativos e acompanhar os noivos no altar, as testemunhas têm solenes tarefas oficiais.

Elas atestam perante a lei e a fé que a união do par é por livre e espontânea vontade e que não há impedimentos para o enlace. São necessárias duas testemunhas maiores de 18 anos presentes no pedido de habilitação, no casamento civil e na cerimônia religiosa. Não precisam ser necessariamente as mesmas pessoas em todas ou mesmo casais: o importante é que sejam próximas e tenham acompanhado seu relacionamento.

Além do Sim Assessoria Afetiva

A agenda do casamento: passo a passo desde um ano antes

De 12 a 10 meses

Um ano pode parecer distante, mas há muito a resolver de 10 a 12 meses antes do casório. Comece por aqui:

  • Baixe o aplicativo Casamentos.com.br. Esse passo irá definir a organização de todos os outros. Você poderá controlar tudo o que já foi feito e o que falta. Trata-se de um aplicativo fácil de usar e essencial para organizar o casamento com tranquilidade.
  • Escolha do dia e do horário, e reserve o espaço para o casamento.
  • Além da lista de convidados e da escolha do estilo da festa, é hora de arregaçar as mangas para fazer as contas. Para facilitar o acompanhamento dos custos e a comparação de propostas, já comece o processo na nossa ferramenta Orçamentador
  • Aproveite para garantir desde já os principais fornecedores. São eles o cerimonial, o buffet, o fotógrafo, os músicos e o celebrante. 

De 9 a 7 meses

  • Entre 7 e 9 meses de distância, chega o esperado momento de pesquisar, provar e encomendar o vestido de noiva, que requer mais tempo, em média, que o traje de noivo.
  • A documentação para casamento civil ou religioso deve ser adiantada nesse ponto, bem como o agendamento de licença e férias no trabalho.
  • É também quando se deve garantir a lua de mel, especialmente se precisar de passagens aéreas.
  • Os convidados já podem receber o Save the Date, para o frio na barriga não ser só seu.

De 6 a 4 meses 

  • Madrinhas, padrinhos, testemunhas e demais convidados de honra já devem ter sido escolhidos e confirmados com 4 a 6 meses de antecedência.
  • É nessa altura que os convites são orçados e aprovados.
  • Bem como o site de casamento, a decoração, incluindo as flores, deve ser fechada agora.
  • O traje de noivo já pode ser medido e encomendado.
  • Se precisarem de van ou ônibus para transporte dos convidados, é hora de agendar o serviço.

Caza Fotografia

A 3 meses do casamento

  • Faltando só 3 meses, com os convites enviados, é hora de garantir os essenciais, como o bolo de casamento e o menu da recepção.
  • O visual do casal já deve estar definido com acessórios, calçados e demais detalhes.
  • Se desejam que madrinhas e padrinhos tenham um dress code específico, é hora de avisá-los para que se preparem de acordo.

A 2 meses do casamento

  • Os preparativos não param a 2 meses da cerimônia: penteado e maquiagem da noiva precisam ser provados e decididos.
  • As alianças e o buquê já podem ser encomendados, bem como as lembrancinhas da festa.
  • E para não ficar só nas obrigações, é um ótimo momento para as celebrações pré-casamento, como Chá de Panela e despedidas de solteiro/a.

A um mês do casamento

  • Restando apenas um mês até o casamento e já com as confirmações de presença, a lista final de convidados e a organização das mesas pode ser fechada.
  • As últimas provas do look dos noivos já devem estar agendadas e os últimos detalhes acertados com todos os fornecedores. 

Gabriel Rabelo Fotografia

2 semanas antes do casamento

Depois de tanta correria, você merece um descanso. A duas semanas do enlace, não resta mais muito para decidir. Apenas marque os últimos tratamentos de beleza, e considere até mesmo um dia de spa para ficar serena e pleníssima na reta final.

1 semana antes do casamento

  • Com uma semana de antecedência, o trabalho é de supervisão e logística:
  • Revisar a lista de tarefas e confirmar os serviços na hora exata.
  • Buscar roupas, acessórios e demais encomendas.
  • Prepara um kit de emergência para o dia C.
  • Ah, e não esquecer de deixar preparadas as malas para a lua de mel.
  • É também hora de finalizar e ensaiar os votos, se julgar necessário. 

Importante: se deixe sem tarefas na véspera do casamento. A única urgência é buscar o buquê ou verificar se foi perfeitamente entregue. É natural que o casal esteja ansioso para o dia seguinte, então se dê a chance de relaxar e apreciar com quem mais ama este momento tão especial da vida a dois/duas.

Acrônico Fotografia

Com esse artigo esperamos ter ajudado a dar o caminho das pedras com tudo o que precisa saber sobre a organização de um casamento. Por isso, fique à vontade para usar ferramentas e links no texto que contribuam para desfazer qualquer confusão causada pelos muitos pitacos que surgem para quem está a caminho do altar. Arrumando a sua mente com a lista dos afazeres necessários, há de acalmar o coração para a alegria que virá, sem sobressaltos na hora de planejar o casamento.  

Outros artigos que podem te interessar

  • O coronavírus não impedirá o seu dia C: organizem tudo desde casa
    Planificação do casamento
    O coronavírus não impedirá o seu dia C: organizem tudo desde casa
    O mundo está diante de uma pandemia e, ainda que não seja preciso entrar em pânico, é necessário tomar precauções e ter muitos cuidados. Neste artigo os ajudaremos a planejar o enlace desde sua casa, para seguir com o seu sonho sem riscos.
  • Como calcular a quantidade de comida do casamento?
    Planificação do casamento
    Como calcular a quantidade de comida do casamento?
    Mesmo com as recomendações e experiência dos serviços de buffet, é importante saber quais quantidades serão cobradas e servidas, assim o casal terá controle do orçamento e evitará desperdícios. Explicamos como.
  • Sobrou comida do casamento? 6 dicas para aproveitar tudo sem desperdício!
    Planificação do casamento
    Sobrou comida do casamento? 6 dicas para aproveitar tudo sem desperdício!
    O desperdício de comida pode ser evitado. Saibam o que podem fazer com os alimentos que não foram consumidos no seu casamento e tenham a certeza que nesse dia tudo foi aproveitado da melhor maneira possível.
  • Coronavírus: receberemos o dinheiro do casamento de volta?
    Planificação do casamento
    Coronavírus: receberemos o dinheiro do casamento de volta?
    Os casais que planejavam se casar em breve não podem deixar de se perguntar o que vai acontecer com tudo o que investiram no enlace. Para ajudá-los nesse momento difícil, respondemos às suas principais perguntas.
  • 9 Ideias para celebrar o seu
    Planificação do casamento
    9 Ideias para celebrar o seu "não-casamento"!
    O coronavírus pode ter causado o adiamento do seu dia C em alguns meses, mas não fará com que vocês percam o desejo ou o entusiasmo para comemorar uma data tão especial no calendário. O que acham desses planos românticos e divertidos?