Fokka Fotografias

Depois de meses e meses de busca pelo vestido de noiva perfeito, provas de tecido, modelo e caimento, e finalmente escolher aquele que será perfeito para o seu grande dia, você já pode tê-lo em casa. Mas começa aqui uma nova saga: como guardar e manejar um modelo de vestido de noiva tão delicado sem causar nenhum dano?

E depois do "sim, eu aceito", como continuar impecável durante a festa sem que o vestido sofra com possíveis acidentes com o jantar, o bolo de casamento ou com alguma bebida? E depois do evento, você já sabe como guardar essa memória valiosa de um dos seus dias mais especiais? Tome nota de alguns conselhos que irão te ajudar bastante.

1. Escolha do local

Antes de escolher o vestido é preciso pensar no local onde se realizará a celebração e a festa do casamento, pois ele condicionará o tratamento que receberá a sua vestimenta, e também qual tecido valerá mais a pena. Um exemplo são os casamentos na praia, onde é aconselhável evitar os vetidos de seda, já que a água salgada e a areia podem manchá-lo.

O local também influi na largura do vestido, especialmente em enlaces que contam com uma decoração de casamento rústica, ao ar livre, para prevenir que ele não seja arrastado pela terra, pela areia, ou pela grama. Garanta também que o tamanho do salto do seu sapato branco de noiva seja o ideal, e assim a barra do seu vestido estará bem protegido enquanto você caminha entre os convidados. 

JR. Oliveira Photography

2. Caminho até o casamento

A noiva deve sentar-se sempre na parte de trás do carro, não apenas pela saída tradicional na porta do local da cerimônia, mas também por precaução, já que terá mais espaço para o vestido, e assim ele não se amassará tão facilmente, especialmente se for um vestido de noiva sereia. Um bom truque é colocar a cauda do vestido antes de entrar, e logo se sentar. E muita atenção para não deixar que a cauda ou qualquer outra parte do traje fique presa do lado de fora. Imagine chegar ao casamento com um rastro cinza de sujeira no vestido!

Retrographic

3. Vestido no armário

Guarde o vestido sempre pendurado, sustentado pelas tiras que saem das costuras, destinadas justamente para essa função, nunca o pendure com o próprio tecido do vestido. Isso evitará que se deforme a sua estrutura, e previne que outras roupas no armário o prejudiquem. Use também um cabide de pano, já que os de metal pode também deformar a estrutura e os de madeira podem liberar óleos e manchar o tecido.

Mesmo em um armário, as roupas podem absorver manchas ou poeira, especialmente se estão em contacto com outras peças, então o mais indicado é guardá-lo em uma capa especial para o vestido de noiva. Pendure-o com a capa e deixe-o ali até o dia do casamento, tentando manipulá-lo o mínimo possível. Se você tem que tocá-lo para experimentar, ou removê-lo para outro lugar da casa, sempre o faça com as mãos recém-lavadas. E o mantenha fora do alcance de outros membros da casa, especialmente crianças e animais de estimação.

Nathi Grotto Fotografia

4. No dia C

"A pressa é inimiga da perfeição", já diria um velho ditado. No caso de um casamento ele realmente faz sentido. Planejar-se bem garante que pequenos acidentes não vão ocorrer com o vestido, como por exemplo, com os seus cuidados de beleza. Não pinte o cabelo no mesmo dia do casamento, e faça manicure e pedicure um dia antes, assim evitará manchas irreversíveis sobre o branco.

Preste também muita atenção à maquiagem (não apenas à sua, mas também à de suas convidadas). Não a retoque depois de colocar o vestido e, se achar que necessita um último toque, peça ajuda ao profissional que te maquiou, ou a alguma amiga, tendo extra cuidado com o batom e os cosméticos como perfume, desodorante e loção para o corpo. Aplique-os antes de usar o vestido e os espere secar. 

Truques rápidos

Se o vestido necessitar ser passado, a primeira escolha deve ser sempre a loja onde o comprou, com a supervisão do designer. Se não puder ser assim, o melhor é contar com um local especializado. Se precisar passá-lo com urgência e não puder recorrer a um profissional há dois truques caseiros que você pode fazer: no banheiro, abra a torneira de água quente e feche a porta, o vapor produzido fará o efeito de um ferro no vestido, e outro truque é utilizar um secador de cabelo a uma distância cuidadosa.

Marcos JK Fotografia

5. Sobrevivendo à festa

Uma vez terminada a cerimônia, você e seu marido saem e o vestido se depara com o primeiro desafio: seus convidados lançando arroz, pétalas, bolhas de sabão, confetes... tudo pode manchá-lo, mesmo que levemente. Arroz, no entanto, vai manchar mais o terno do noivo. Se durante o banquete cair algum molho, comida ou bebida, não tente limpar a mancha com água ou com produtos para remoção de manchas porque eles podem piorar a situação, especialmente em vestidos de seda; melhor deixá-lo para a limpeza a seco. 

Se a sessão de fotos do vestido de noiva é durante o dia do casamento, se é antes da cerimônia e posterior a ele, tenha cuidado para não arrastar muito vestido, e observe onde você se senta, já que pode ser um local úmido. Uma boa ideia é usar uma saia de proteção especial para o ensaio. E se sua cauda é bem longa, treine um pouco com a pessoa que irá te ajudar a levá-la, assim não precisará usar alfinetes para manter o vestido protegido.

Thiago Oliveira Fotografia

Depois de ler todas essas dicas já é possível ficar tranquila, relaxada o suficiente até para pensar na playlist de músicas de casamento que faz questão para o dia C. Você terminará a sua festa tão alinhada quanto estava no início dela, com um sorriso no rosto e o buquê de flores impecável nas mãos. E tenha certeza: o seu vestido e as imagens inesquecíveis do álbum de casamento agradecem.