Balioni Eventos

Para a religião judaica o casamento é considerado um dos atos mais sagrados, e a preparação de todo o evento é repleta de detalhes, desde o vestido de noiva e o traje vestido de noivo e os acessórios que devem ser acrescentados, passando pela decoração de casamento e até o buffet servido, com particularidades no preparo da comida e do bolo de casamento, que requer vários rituais. Fábio Abramovay, que está à frente do Buffet Vila dos Ipês, referência em casamentos judaicos e praticante da religião, nos contou como são os procedimentos, costumes e ritos de um enlace tipicamente judaico, um evento, acima de tudo, emocionante. Saiba mais sobre o tema.

Antes do casamento

Se alguns noivos optam por ficarem separados apenas no dia do casamento, guardando segredo sobre o modelo de vestido de noiva, os judeus que seguem todas as tradições reservam a semana que antecede o casamento sem se verem. E quando chega o grande dia, os noivos realizam um jejum desde o nascer do sol ao final da cerimônia, simbolizando a purificação do corpo e da alma. Mas a preparação para subir ao altar e trocar os votos com frases curtas de amor não é formada apenas de sacrifícios, também nesses momentos que antecedem a festa os noivos se presenteiam: ela entrega a ele o talit (xale de orações feito de lã) e ele a presenteia com um par de castiçais, conforme a tradição antiga.

Konrahd Fotos

Rituais na cerimônia

A cerimônia de casamento representa a união do casal, um rito que os transformará em uma só alma, por isso a importância de todo o ritual tando a família como testemunhas. Os pais acompanham os noivos até a chupá (altar, sempre aberto nas laterais, simbolizando o novo lar do casal), portando velas acesas. O noivo é o primeiro a chegar e aguarda a noiva. Ao chegarem à chupá, a noiva e seus pais dão sete voltas ao redor do noivo. Este é um costume de origem cabalística, difundido apenas entre as comunidades judaicas ashkenazitas (ocidentais). As voltas simbolizam os sete dias da criação.

Os noivos não devem levar nada nos bolsos, e não devem usar joias durante a cerimônia, para demonstrarem a aceitação pura, sem dar valor ao material. Duas taças de vinho são servidas aos noivos, e ambos bebem do mesmo copo simbolizando a união total. Trocam as alianças, que devem ser de ouro e lisas, sem desenhos. Ao final da cerimônia, vem o famoso ato de quebrar o copo, que é feito pelo noivo e significa a manter a lembrança da destruição de seu Templo Sagrado. Todos os convidado celebram esse momento dizendo “Mazal Tove”, que siginifica “Boa sorte”, e encerra-se com música.

Konrahd Fotos

O buffet  judaico: a comida Kosher

Enquanto muitos noivos se preocupam com a decoração perfeita e a escolha impecável das flores para casamento, os judeus que seguem as tradições à risca dão muito importância à preparação da comida que será servida. Toda a louça e material exclusivos para casamentos judaicos são lacrados para que não haja o contato da carne e do leite, por exemplo. Todo alimento passa por um processo rígido de análise e limpeza. O equipamento é esterilizado pelo responsável com um maçarico, sendo que somente homens podem acender o fogo.

A comida Kosher refere-se àquela comida apropriada ao consumo, isto é, que preenche todos os requisitos da dieta judaica e que sejam preparadas de acordo com suas leis. Não é permitido misturar carne com leite e derivados, seja na preparação, armazenamento ou consumo. Para ser kosher é necessária a supervisão rabínica na cozinha, o que inclui a presença de pessoas shomrei Shabat, observantes do Shabat, que irão acender o fogo, orientar e fiscalizar a produção e manipulação de todos os ingredientes e sua preparação, até o consumo final.

A festa 

Sempre são selecionadas músicas para festa de casamento com simbolismos e bênçãos, além da dança israelita e o levantar bem alto das cadeiras dos noivos. A festa é uma das partes mais animadas do grande dia. A maioria dos convidados está muito feliz com a união e deixa transparecer muito esse sentimento. Em casamentos mais tradicionais (ortodoxos) costuma-se ter uma divisão que separa os homens das mulheres. Durante a cerimônia isto é mais comum, que mulheres sentem em um lado e homens em outro. Mas isso depende de cada família e cada casal.

Konrahd Fotos

Cada religião tem seus rituais particulares e simbologias que tornam as cerimônias ainda mais especiais e, para os casais que seguem uma doutrina, o importante é celebrar as tradições de sua família com o coração, tendo em mente que o grande protagonista é o amor. Quando chegar o momento de calçar o sapato de noiva e escutar a música de casamento anunciando a entrada, tenham a certeza de que elaboraram a festa de acordo com as crenças do casal e que representam exatamente aquilo que acreditam.