Luciana Teixeira - Fotografia e Filmagem

Para você que sempre sonhou em entrar de véu e grinalda na igreja, é importante saber que existe uma série de procedimentos e requisitos para o casamento religioso, que vão bem além do modelo de vestido de noiva. O casamento na igreja é uma das grandes exigências da maioria dos brasileiros, e para que ele seja válido, é necessário alguns procedimentos técnicos. Já que os noivos têm que se preocupar com tantas coisas em todo o processo, desde a decoração de casamento até os últimos detalhes das lembrancinhas de casamento, te ajudamos na parte burocrática, explicando tudo o que você precisa saber para celebrar a união religiosa católica, para que tenha validade na vida civil.

Documentos necessários

Antes de se preocupar com a decoração da igreja para casamento, dê uma atenção especial aos documentos que serão necessários para que sua união tenha efeito na vida civil. É importante saber cada procedimento burocrático antes de enviar os modelos de convites de casamento e estar segura que pode atender todos os requisitos com antecedência. Cada igreja pode adotar procedimento próprios mas, no geral, estes são os documentos pedidos:

  • Licença (transferência) de paróquia, necessária quando o casamento será em paróquia diferente de um dos noivos.

  • Cópias autenticadas do RG e CPF do casal.

  • Certidão de batismo dos noivos.

  • Cópia de comprovante de residência.

  • Certificado do curso de noivos.

  • Carta do padre e cópia da identificação presbiterial (caso não seja o padre da própria paróquia).

  • Ficha de duas testemunhas, que não pode ser pai, mãe nem menores de 18 anos. A ficha deve conter os seguintes dados: nome, profissão, idade, RG, estado civil, nacionalidade e endereço completo das testemunhas.

  • Taxa da igreja.

Douglas Constantino Fotografia

Civil e Religioso

Os noivos podem escolher entre realizar o casamento no civil antes, durante ou após a cerimônia religiosa. Para aqueles que já possuem a música de casamento para a entrada na igreja e pretendem juntar os dois atos a maneira é optar pelo "casamento religioso com efeito civil", o procedimento pede os seguintes passos:

  • Agendar no cartório a retirada da habilitação de casamento (com antecedência de 30 a 60 dias do casamento). Retirar o documento com duas testemunhas na data marcada.

  • Após a cerimônia, retirar na igreja o termo de celebração de casamento com efeito civil.

  • Reconhecer firma do termo em cartório que possuam firma aberta.

  • Levar o termo para o cartório onde deram entrada no processo de habilitação para trocar o termo pela certidão de casamento (prazo de 90 dias após a celebração religiosa, do contrário os noivos permanecem solteiros!).

Também é possível realizar cada ato separadamente, celebrando a união na Igreja e depois realizar os trâmites no civil. Se vocês acham que um dia para celebrar o amor não é o bastante e a noiva pretende calçar seus sapatos de noiva brancos em duas ocasiões, o procedimento para o casamento civil e religioso separadamente é:

  • Comparecer em cartório, após a celebração no religioso, com duas testemunhas que devem levar documento de identificação.

  • Levar o Requerimento de Religioso e Termo Religioso com efeito civil e solicitar a entrada para o casamento no cartório.

  • Não havendo impedimento, o cartório irá registrar o casamento e a certidão ficará pronta em 16 dias. A data do casamento continuará sendo o dia da celebração religiosa.

Didi Fotografia

Casamento com noivos de diferentes religiões

É verdade que o amor não vê "raça, credo ou cor", a prova viva é o número de noivos de diferentes religiões. Se os noivos são de religiões cristãs diferentes existe solução. Eles podem optar pelo casamento ecumênico, e celebrarem com elementos das duas religiões. Nele, os noivos escolhem representantes de cada crença para realizar a cerimônia, cada uma com o seu costume.

A Igreja Católica aceita realizar casamento quando um dos noivos não seja praticante, ou que seja de religião diferente, sem a exigência de conversão. O noivo que possui religião que não a católica só precisa respeitar a fé do cônjuge católico. Claro que cada igreja possui suas regras e procedimentos próprios.

Agora que já sabe os procedimento que te esperam, pode enviar tranquilamente os convites de casamento, com todas as expectativas! Se preparar com antecedência é importante, para que se aproximando o grande dia você não perca tempo atrás de documentos, podendo se dedicar inteiramente às etapas mais prazerosas, como a escolha de lembrancinhas de casamento e a procura dos docinhos ideais!