Leonardo Luz Fotografia e Filmes

Por mais que se possa inovar com quase todos os elementos que fazem parte de um matrimônio, é inegável que as tradições mais antigas são essenciais e dão um significado especial ao "sim" do casal. Desde o vestido de noiva branco, usado em sinal de pureza desde o século XIX, até costumes mais recentes, como as várias formas de lançar o buquê de flores às amigas para desejar boa sorte no amor, muitas tradições fazem parte do dia C, e são elas que tornam esse momento tão único. E, independentemente da religião, receber uma bênção é uma tradição para a maioria dos casais que decidiram dizer "sim" e oficializar a sua união.

Trata-se de um momento emocionante, e não apenas para os noivos: muitas famílias aguardam ansiosas para testemunharem seus filhos, netos, irmãos ou primos serem abençoados como marido e mulher. Separamos sugestões para vocês que irão casar-se na Igreja Católica, com todos os ritos. Por mais que as cerimônias pareçam iguais, cada uma delas tem algo único, e é sempre possível inovar colocando leituras diferentes, que tenham algum vínculo com os noivos, ou incluir músicas para casamento religiosas, cujas letras possam ser relacionadas à vida a dois. Saibam mais sobre o protocolo.

Para a entrada na igreja ou capela 

Opção 1 - Esta opção segue na seguinte ordem:

  • 1. Pais do noivo, depois a mãe do noivo deve voltar para entrar com ele
  • 2. Pais da noiva, o pai da noiva deve voltar para entrar com ela. Ou, o pai da noiva espera fora e entra junto com a noiva pelo corredor de entrada
  • 3. Depois vêm os padrinhos na seguinte ordem: 1º casal de padrinhos do noivo. 2º casal padrinhos da noiva e assim por diante
  • 4. A entrada do noivo com a mãe
  • 5. Damas/ pajens
  • 6. Noiva e o pai

Opção 2 - Esta opção segue nesta ordem:

  • 1. Padrinhos
  • 2. Mãe da noiva e pai do noivo
  • 3. Noivo e a mãe
  • 4. Damas/ pajens
  • 5. Noiva e o pai

Opção 3 - Esta opção é mais simples e segue na seguinte ordem:

  • 1. Mãe da noiva e pai do noivo
  • 2. Padrinhos
  • 3. Noivo e sua mãe
  • 4. Damas/ pajens
  • 5. Noiva e seu pai

Leonardo Luz Fotografia e Filmes

Regras de entrada

As mulheres entram pelo lado esquerdo dos homens, para diferenciar da noiva. A noiva é a única mulher a entrar na igreja pelo lado direito. Todas as mulheres também deverão estar de mãos dadas ou braço dado com os homens.

Posicionamento no altar

  • Lado direito: é reservado ao noivo. Isto é, seus padrinhos e seus pais. Quando o noivo chega ao altar se posiciona à frente dele, à direita. A mãe fica uns passinhos atrás, mas não junto aos padrinhos.
  • Lado esquerdo: este é o lado reservado para a noiva, seus padrinhos e seus pais. A mãe da noiva entrará com o pai do noivo. Ambos ficarão ao lado direito até que a noiva chegue.

Depois que a noiva chegar de braços dados com o pai (ou com a pessoa que ela escolher para acompanhá-la), eles ficam na frente do altar e o pai entrega a filha ao noivo, de forma simbólica. Depois ele se posiciona do lado direito, no lado reservado para a noiva. O pai do noivo, que estava fazendo companhia para a mãe da noiva, passa para o lado esquerdo e fica junto de sua mulher até o final da cerimônia.

Já a(s) dama(s) fica(m) do lado esquerdo do altar e o(s) pajem(ns) ao lado direito, ou seja, onde está o noivo, pois ele que estará carregando as alianças. Uma dama poderá segurar o buquê de noiva rosa da protagonista do dia, quando ela chegar até o altar.

Lovely Stories

Celebração

Depois de todos estarem posicionados em seus lugares, inicia-se a celebração com o padre, que pode ser aquele designado pela paróquia no dia do casamento, ou escolhido por vocês. Ele vai recitar algumas palavras sobre a união, e o desejo do casal unir-se e ter o seu amor abençoado. Muitos celebrantes, por já conhecerem os noivos, podem inclusive acrescentar algo mais pessoal em seu discurso, tornando o momento mais personalizado. O padre ou sacerdote irá continuar a dizer algumas palavras sobre a importância da união e, por último, interrogará os noivos sobre a liberdade de suas vontades (ou consentimento). Essa parte se desenvolve da seguinte forma:

  • Aqui serão incluídas algumas palavras sobre as suas disposições de fidelidade, de aceitação e educação dos filhos. É chegada a hora em que os noivos expressam o consentimento: “...prometo ser-te fiel, amar-te e respeitar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, todos os dias da nossa vida".
  • As palavras foram ditas e o consentimento é dado da seguinte forma: “Confirme o Senhor, benignamente, o consentimento que manifestastes perante a sua Igreja, e Se digne enriquecer-vos com a sua bênção. Não separe o homem o que Deus uniu”.
  • Em seguida vem a parte do beijo, que o padre autoriza e anuncia que a partir deste momento estão oficialmente casados e declara o casal como marido e mulher. “O noivo pode beijar a noiva e selar o pacto realizado pelos noivos”.

Ao fim da cerimônia, o que acontece tanto na religiosa quanto na civil, os noivos e os padrinhos colocam as suas assinaturas no livro. Este momento é para registrar não só como testemunhas, mas para que esta união esteja legalmente registrada e oficializada.

Matheus Augusto Fotógrafo

Observações

Na celebração do casamento católico há uma ou duas leituras, o salmo e as preces. As leituras também podem ser feitas por convidados e o texto a ser lido é livre, permitindo que os noivos optem por aqueles que mais os agrade, e os amigos e a família podem até incluir frases curtas de amor para homenagear o casal.

Cortejo de Saída

Assim como a entrada, existem várias opções para a saída dos noivos. Escolhemos a mais simples e usual, para não criar confusão ao ser realizada:

  • Primeiro saem os pais do noivo, em seguida os pais da noiva, padrinhos, damas e pajens e por, último, o casal. Os noivos também podem ser os primeiros, mas os pais e padrinhos recepcionando os noivos na porta com bolinhas de sabão, pétalas de flores ou arroz torna tudo muito mais emocionante. Este momento é ideal para incluir uma música instrumental para casamento, uma canção suave que faça os noivos se lembrarem de sua trajetória.

Phillipe Carvalho Photography

A importância do ritual

O ritual é um ato simbólico que envolve um conjunto de práticas consagradas pelas tradições ou costumes. Daí a importância em ser seguida nesse momento tão especial, que é a união de um casal. Abençoar a relação de uma forma que se enquadre nas opções e crenças dos noivos mostra a importância dessas crenças para a nova família que se forma, evidenciando seus votos e promessas por livre e espontânea vontade. 

Conhecer os protocolos que fazem parte do dia C é fundamental para que os casais saibam aqueles que querem incluir na sua cerimônia e aqueles que preferem substituir ou adaptar ao seu estilo, como é o caso das músicas para casamento que acompanham cada momento. Também é possível criar uma atmosfera mais pessoal com a decoração da igreja para casamento, e assim podem ter a certeza de que as cerimônias religiosas sempre serão autênticas e terão um toque distinto: o seu.