Casamento de Jéssica & Michel

Muito usual tratá-los como padrinho, mas na verdade é uma forma carinhosa de chamar as testemunhas do casamento.

Padrinhos

A igreja católica só denomina padrinho aquele que acompanha o batizado ou a crisma, no casamento o termo correto é testemunha. Assim, tanto na Igreja como no cartório haverá testemunhas. Mas na igreja as testemunhas ficam em destaque no altar e possuem significado mais sentimental de amizade.

Além disso, os padrinhos e madrinhas ajudam o casal em alguns detalhes na preparação e realização do evento. Por isso antes de resolver quem serão os seus, leve em conta a afinidade, amizade e saber que pode contar com eles para ajudarem, seja com conselhos ou até de forma participativa. A escolha ficará a critério dos noivos, que poderão optar por familiares ou amigos mais próximos.

O número de padrinhos no altar é definido pelos noivos, mas leve em conta o tamanho da igreja, para não aglomerar muitas pessoas no altar e assim tirar a “estética” da cerimônia ou até esconder os noivos.

Foto Butique

Testemunhas

Para que o casamento seja válido, no cartório, é necessário que hajam duas testemunhas, não precisa necessariamente ser um casal, podem ser dois homens ou duas mulheres. A única exigência é que sejam maiores de dezoito anos, podem ser amigos ou parentes, pai e mãe. Podem ser os mesmos da cerimônia religiosa ou não.

Elas irão junto com os noivos, para comprovar a identidade do casal, assinarem a certidão de casamento e ainda, atestam que não existe nenhum impedimento que comprometa ou impeça o ato.

Na cerimônia religiosa as testemunhas, ou tradicionalmente chamados de “padrinhos”, também assinam junto com o sacerdote o registro matrimonial. Além de presenciaram o evento, afirmam que os noivos se casam por livre e espontânea vontade. 

Casamento em diligência

Quando por qualquer razão, o casamento não possa ser realizado no cartório, ou por que os noivos assim desejarem, desde que com o consentimento do juiz, pode ser feito em outro local. Neste caso, os padrinhos ou testemunhas também terão as mesmas funções que nas anteriores, mas desenvolverão os papéis no mesmo ato, na cerimônia religiosa e civil ao mesmo tempo.

Bruno Ferreira Fotografia

Agora que já sabe quem é quem e suas funções, quais serão os seus escolhidos?