Criada em 2015 com a proposta de oxigenar as referências do mundo da moda nupcial, a marca Eva Lendel se vale de seu frescor e ousadia jovial em mais um lançamento de série de vestidos de noiva. A coleção 2021 Less is more (“Menos é mais”, em tradução livre) é toda ancorada na proposta minimalista, mirando assim a exuberância feminina que vai direto ao ponto. Já dizia Leonardo da Vinci: “a simplicidade é o último grau de sofisticação”. Tal percepção foi responsável pelas mudanças das vestimentas ao longo dos séculos e nos levou até o momento atual, na qual a tendência deve se firmar como um princípio fundamental e pautar as escolhas da noiva.

A ideia é simples: oferecer novidade e exclusividade às mulheres. A marca propicia às noivas a chance da experimentação para melhor atender aos diferentes estilos e formas. Esta coleção é uma prova disto. Os cortes variam dos mais recatados e românticos até os super sensuais com fenda e decote profundos, fazendo um bom uso dos maxi laços, das capas e mangas bufantes e transparentes. Indo ainda mais longe na proposta de provocar e encantar, a Eva Lendel lança a proposta do jumpsuit (macacão) que imita a combinação entre camisa rendada de efeito nude e calça de cintura alta e do macaquinho curto com longa cauda. Encante-se com eles e os demais designs.

Suavidade e destreza 

A moda contemporânea está no DNA da empresa. As transparências, além da função de não esconder a pele, são usadas como espécie de aura visível aos olhos. O volume e baixa densidade dos tecidos translúcidos oferecem um maior equilíbrio da silhueta a partir de perpectivas que ajudam a realçar nos ombros, braços e punhos. Na saia, o efeito permanece garantindo fluidez e opulência aos lindos modelos em corte em A e princesa.     

Laços nada singelos

Os grandes laços vieram com tudo nesta coleção e são usados para realçar as curvas enquanto agregam romantismo. Ombros e decotes são valorizados por eles, assim como os recortes traseiros do vestidos de noiva simples, com os nós fixados ou ao meio das costas ou na altura da cintura. Cetim crepe garante a estruturação caprichada do detalhe. 

Brilho que encanta

Tecidos acetinados e o uso de lantejoulas dão o aspecto brilhante além da ideia por trás de cada desenho. Lá estão eles figurando nos dois jumpsuits da seleção, acentuando a intenção ousada da escolha que privilegia pernas e tornozelos. Saias e capas também recebem o recurso extra por um visual mais chamativo e atraente nos casamentos noturnos.    

Diversidade nos decotes

Há na coleção possivelmente todo tipo de decote disponível no mercado. Do tomara que caia ao coração, canoa, quadrado, ombro a ombro, ilusão, em V, assimétrico, em U, tipo faixa, com babados e com ou sem espartilho, para escolher a que melhor valoriza, estrutura e adorna os seios. Um esforço admirável para reconhecer pudores, desejos e necessidades de cada corpo feminino, guiando o foco do olhar para onde a noiva mais deseja.    

Caudas imponentes

Não é porque a linha se chama Less is More (“Menos é mais”, em português) que isso significa pouco tecido. Caudas longas fazem jus à tradição e imprimem dramaticidade aos modelos, salientando o caimento. Fendas valorizam as pernas, facilitam o deslocamento e dão o toque de sensualidade extra, vital para uma entrada de tirar o fôlego. 

Em resumo, a Eva Lendel vem mostrar que embora seja difícil desapegar da ideia dos desenhos clássicos de vestidos de noiva, tal decisão pode dar ao casamento uma elegância inesperada e ainda assim suntuosa. Com menos bordados e rendas do que o praticado ao longo de décadas pelas grandes maisons, os trajes mais simples são ainda assim elegantes e impactantes, além de versáteis o suficiente para poderem ser usados além do grande dia. Afinal, por que não? Além disso, o visual mais limpo e pragmático também ajuda a realçar a noiva.