Um dos itens da lista de preparativos da noiva é a escolha do sapato que usará para subir ao altar. O acessório completa o visual nupcial com estilo e mostra muito do gosto da protagonista da festa, mas carrega um quesito que deve ser levado em consideração: a praticidade. Para um conjunto corente com o estilo da protagonista é preciso determinar bem quais serão os elementos farão parte dele, como joias, tiara, véu, buquê, e um calçado para arrematar tudo é fundamental. Neste sentido, as rasteirinhas ganham cada vez mais espaço entre as opções bonitas e confortáveis.

Elas já definem um estilo despretensioso e leve para as mulheres que vão se casar no campo ou na praia. Há aquelas que não dispensam um sapato de salto e há a turma de noivas que preferem os modelos baixos e abertos para o grande dia, principalmente se o enlace tiver um clima menos formal e contemporâneo. Hoje trazemos dicas para as noivas que se encontram neste segundo grupo.

Possibilidades de modelos

Existem inúmeros estilos de rasteirinha, que têm como ponto comum a ausência total (ou quase completa) de salto, um estilo de sandália cujo solado "arrasta" no chão, daí o seu nome. Uma dica importante é sempre provar o vestido com a rasteirinha para verificar a barra da roupa para que não fique arrastando durante a festa, e para escolher a mais adequada para o seu enlace, conheça melhor as possibilidades que o modelo oferece.

  • Com uma tira

O modelo mais tradicional com uma tira na vertical que fica no peito do pé e prende no tornozelo. Pode ser simples, de verniz ou fosca, e ter muitos elementos para incrementar. Combina tanto com vestidos esvoaçantes quanto com modelos retos. 

  • Com muitas tiras

Essas são mais ousadas e podem duas ou mais tiras horizontais no peito do pé. Geralmente enfeitadas e com variações de estilos de tiras com algumas torcidas, na vertical e na horizontal.

  • Fechada no tornozelo

Para quem deseja a liberdade da rasteirinha aberta, mas prefere que esteja fechada atrás para uma segurança e firmeza. Além disso, esse tipo protege o tornozelo de qualquer piso irregular, com areia, pedras ou grama.

  • Com pedraria

As mais famosas são as que têm muitas pedras ou só uma grande que destaca no meio da rasteirinha. Strass, pedrinhas transparentes que fazem um desenho e as pérolas são as mais pedidas entre as noivas que querem usar um calçado simples, porém estiloso.

  • Com renda

O tecido que está em muitos modelos de vestido de noiva, também pode aparecer no calçado. Há rasteirinhas com alças de renda, ou com detalhes forrados com o tecido.

  • Com flores

As flores também podem estar presentes nas rasteirinhas. As de tecido, em 3D, são costuradas no calçado, ganham destaque e combinam com o look nupcial romântico e primaveril.

  • Branca

A clássica que pode ser simples ou ganhar adereços do mesmo tom neutro.

  • Colorida

Se quiser cor nos pés, por que não uma rasteirinha colorida? Vermelha, amarela, azul... São várias as opções que só dependem do gosto da noiva. Pode combinar com o buquê ou com algum tom da decoração, ou melhor: com a sua cor preferida! 

Ambientes para as rasteirinhas

O mais indicado é pensar sobre qual tipo de evento pretendem organizar para saber também se este é o calçado ideal. Para a noiva que aprecia o estilo boho, praiano e com estética rústica ou tropical, as rasteirinhas são uma das melhores opções. O conforto vem em primeiro lugar quando tratamos de locais com terreno irregular, além de te deixar à vontade para dançar até o último momento.

Considerar a estação e a temperatura do local também são fatores importantes para escolher a rasteirinha para enfeitar seus pés. Além de lindas, são refrescantes no verão e na primavera com clima quente ou ameno, principalmente em celebrações que ocorrem de dia.

Veja se são os calçados certos para você levar para o altar, respeitando seu próprio estilo, se compõe com o look nupcial e com o ambiente da sua celebração. É o seu dia e tudo precisa representar você e seu par. O gosto pessoal e a harmonia com o todo fazem parte da festa.