Boutonniere Lapelas

Muito se fala sobre os significados dos elementos que compõem o look da mulher, as razões pelas quais o vestido de noiva seja preferencialmente branco, a origem e os motivos da protagonista levar um buquê de flores e até mesmo os significados do véu que é sustentado por seu penteado para casamento. Mas o noivo também possui acessórios próprios para esse dia, e que surgiram há muitos anos, e todos igualmente carregam muito simbolismo.

O boutonnière é um desses elementos misteriosos que, apesar de charmoso e responsável por trazer muito estilo, é pouco explorado. Querem saber qual é sua origem e o seu significado para entender a razão do noivo carregá-lo até hoje? Leiam o artigo e entendam todas as explicações.

Carvalho do Prado Assessoria de Eventos

O que é?

Trata-se de um pequeno ramo de flor que o noivo costuma levar na lapela do seu traje. Normalmente esse raminho combina com o tipo de ramo que leva pela noiva, seguindo a tendência escolhida, seja de um buquê de flores do campo ou uma opção mais clássica. E da mesma forma que ocorre com a noiva, essa escolha também vai de acordo com o estilo da decoração para festa de casamento, o estilo pessoal de cada um e também em harmonia com a essência que querem passar aos convidados no momento em que entrarem pelo corredor.

Se estão na dúvida, peçam ajuda à florista para a seleção das melhores opções em cada casom e aproveitem para certificar-se dos cuidados necessários para que as flores estejam bem até o final da festa.

Doces Lembranças

Origem em um gesto romântico

O uso do boutonnière pode não ser uma novidade mas, assim como o modelo de vestido de noiva possui sua história, esse pequeno arranjo de flor no traje do noivo também tem tradição. Foi no século XIX, com o noivado do príncipe Albert com a Rainha Vitória que esse costume teve início. Ela o presenteou, em um gesto de carinho, com um ramalhete de sua flor preferida. Ele, em resposta, abriu um pequeno corte na lapela com seu canivete e ali colocou a flor, para acompanhá-lo e se lembrar da rainha cada vez que sentisse o seu aroma.

Com uma origem tão romântica, não é de se surpreender que a tradição perdura até os dias de hoje. Atualmente, muitos dizem que, além de trazer todo esse significado, o boutonnière também é usado de forma prática, tornando-se um acessório que faz o noivos se diferenciarem dos padrinhos, já que é um detalhe exclusivo para os protagonistas do dia C.

Ana Angélica

Lapela vs Bolso

Muitos noivos acabam se confundindo no momento de fixar este pequeno complemento. Claro que, hoje em dia, da mesma forma que as mulheres não precisam calçar exclusivamente um sapato de noiva branco no momento do "sim", o boutonnière já não é mais colocado com um rasgo na lapela. É possível fixá-lo com alfinete ou mesmo costurá-lo no traje.

Ainda assim os especialistas aconselham a não trocar a lapela pelo bolso. Neles, o mais indicado são os lenços, que trazem charme e sofisticação. Mantenha a tradição e mostre que conhece o significado do costume, e não cometa a gafe de colocar o seu clássico boutonnière no bolso.

Natália Moraes

Pronto para subir ao altar quando a música para casamento tocar levando esse acessório que transborda classe? São eessas pequenas tradições cheias de simbolismos antigos que fazem dos casamentos essas festas rodeadas de mistério e romantismo. Se já enviaram os convites de casamento é a hora de pesquisar o significado de todos os elementos que fazem parte do ritual, para entender a essência desse dia que está cada vez mais próximo.