No Brasil não temos um frio muito intenso de um modo geral, são os estados mais ao sul que sofrem com a variação de temperaturas entre as estações do ano. Mas, quando chega a primavera, tudo se renova e nos sentimos também mais leves, uma vez que os campos estão mais floridos e o verde mais vivo do que nunca.

Para compor um buquê de primavera é sempre ideal buscar flores que floresçam nesta estação, uma vez que são mais baratas. Uma dica é que você vá ao mercado municipal mais próximo de sua casa e faça uma pesquisa informal em relação às espécies antes de decidir qualquer coisa, antes mesmo de falar com o decorador. Alguns fornecedores acabam visando sua porcentagem acima de qualquer coisa e você precisa tirar suas conclusões antes, não é?

 

 

Uma boa notícia é que temos um polo produtor de flores no Brasil, chamado de Holambra. Comandado por duas gerações de holandeses, que chegaram na década de 40 fugidos da guerra, Holambra é responsável por quase 40% do mercado brasileiro de flores. Lá é cultivado todo tipo de flor, incluindo novas espécies, como lírios sem pólen, para que não dê alergia às pessoas.

 

Reserva Floral

 

As flores mais comuns que florescem na primavera são as rosas, orquídeas, hortênsias, gérberas, girassol, margaridas, jasmim, narcisos, violetas, crisântemos, entre outras. A dama-da-noite, por exemplo, nos presenteia com seu aroma característico durante a primavera e o verão. Aproveite o verde das folhagens e mescle as cores da decoração e do buquê.

A primavera também traz flores comestíveis para dar cor e sabor aos pratos. São espécies como a flor de abobrinha, a capuchinha, calêndula e amor-perfeito, que podem ser usadas em saladas, doces e até infusões. Que se casa na primavera deste ano já decidiu a sua decoração floral?