Acrônico Fotografia
Acrônico Fotografia

Se você faz parte do grupo de casais que está refazendo os planos para o grande dia por conta da pandemia, saiba que não está sozinho ou sozinha. Pares de todo o mundo enfrentam o mesmo desafio e, junto com fornecedores e casas de festa, pensam nas medidas mais seguras a serem implementadas para a comemoração. Entre as providências, o corte inevitável da lista de convidados do casamento é uma das  – senão a mais  – difícil das escolhas. O ajuste por motivo de força maior terá de ser feito mesmo nos lugares onde as celebrações já foram liberadas.

Diante da possibilidade limitante de micro ou mini weddings, daremos neste artigo dicas sobre que critérios adotar. E, de brinde, algumas sugestões para desconvidar quem já havia sido chamado e como incluí-los virtualmente na festa e cerimônia. 

1. Primeiro passo: entendam o que é permitido na sua cidade

Boa parte das cidades impôs a restrição de que os eventos reúnam apenas um terço ou metade da capacidade total de pessoas, com o teto de 100. Portanto, é mais do que compreensível que noivos e noivas apresentem dúvidas sobre como cortar a lista de convidados. 

Antes de tudo, é necessário saber quantos nomes você e seu par terão de limar da relação organizada anteriormente. Além do artigo que disponiblizamos para entender como estão as restrições, é fundamental que ligue para a secretaria de saúde da sua cidade e verifique quais são as restrições para casamentos. Ela te dará o número de pessoas autorizadas, além de outras medidas de segurança. 

2. Comecem pelos essenciais

Ao refazer a lista, comecem pelas pessoas que você não pode se casar sem, como pais, mães e irmãos. Os avós terão de ser discutidos caso a caso, já que estão no grupo de risco. Se optarem por chamá-los, eles terão de ser alocados numa área especial da festa para terem ainda menos contato que os demais. Os tios e os primos a serem chamados dependerá do nível de intimidade e de contato. Familiares distantes, infelizmente, é melhor que não sejam considerados, especialmente para evitarem uma viagem nesta época. Com os nomes essenciais em mãos, vocês terão uma ideia das vagas ainda disponíveis.

Amora Photo e Film
Amora Photo e Film

3. Criem uma regra geral

Ao criar regras aplicadas universalmente para promover a eliminação, reduz-se a quase zero a possibilidade de mágoas entre os demais. Nenhum amigo ou primo de terceiro grau, por mais querido que seja, ficará aborrecido ao se instituir que apenas a família imediata será chamada para a festa de casamento. Dessa forma, os convidados dispensados não tomarão a decisão como uma rejeição pessoal

4. Se não conversam regularmente, não chamem

Pode ser algo duro de pensar, mas é uma das táticas mais simples para limitar a lista de convidados do casamento. Convidem aqueles com os quais teve uma comunicação recente e regular. Os colegas de faculdade de quem não tem notícias há anos, os antigos vizinhos e os ex-colegas de trabalho entenderão as circunstâncias e devem até ficar aliviados.

Jac Oliveira Fotografia
Jac Oliveira Fotografia

5. Eliminem os acompanhantes 

Nada de emitir convites dando direito a um acompanhante. Se vocês possuem um amigo, mas não conhecem o suficiente o par dele, restrinja o chamado à pessoa com quem possuem memórias. Potencialmente, isso pode reduzir a sua lista à metade. O “plus one” é algo que vocês não podem se dar ao luxo de fazer neste momento. A maioria entenderá a motivação e, se têm carinho por vocês, estará presente sem o companheiro ou companheira. No final das contas, quem decidir não ir também fará um favor ao casal na missão de reduzir a lista de convidados. 

6. Tópico delicado: as crianças 

Esse é um dos iten mais difíceis da lista, já que, primeiro, é preciso entender a relação que têm com os pais das crianças e com elas também, já que muitas podem ter uma relação quase de filhos com vocês. Mas ainda que seja dura, a verdade é que na nova normalidade é preciso filtrar bastante os convidados mirins.

Se serve de consolo as crianças ficam com poucas memórias dos casamentos, que às vezes acabam sendo um evento entediante, e é sempre mais difícil manter medidas de distanciamento e de higiene mais duras, sendo preciso ter um cuidado extra com os convidados que podem estar em risco. Expliquem os motivos a quem possuir filhos e deixe para eles a decisão entre ficar em casa ou irem sozinhos.   

7. Nada de colegas de trabalho 

Em outras condições, seria simpático chamar os colegas mais próximos que viraram amigos e o chefe querido. Mas, se antes havia o medo de climão em deixá-los fora, agora é o convite que pode te dar problemas no ambiente de trabalho. Caso alguém venha a se contaminar, gerando uma ou várias baixas na equipe, sua contribuição para o caos não será esquecida. Ser visto como irresponsável e pouco profissional por isso é um risco real. Como tudo é muito novo e os conceitos de etiqueta acerca do coronavírus ainda estão sendo construídos, é uma interpretação possível. 

Felipe e Isabel Fotografias
Felipe e Isabel Fotografias

8. Amigos no exterior, fora

Com as viagens internacionais possuindo uma série de restrições, não é preciso dizer que quem mora fora não precisa – e nem deve – vir ao Brasil para ir a um evento que terá um grupo significativo de pessoas. Quem tiver viagem prevista para fora com volta anterior à data de casamento também recomendamos que seja "desconvidado". 

9. Integrantes do grupo de risco

Esse é o item mais delicado da série de dicas, pois envolve excluir figuras queridas de um dos momentos mais importantes da sua vida. O mais prudente é que pessoas com idade muito avançada não sejam consideradas em hipótese alguma para a festa (a menos que se trate de um micro wedding super restrito às pessoas que já morem junto a elas).

Outras, cuja saúde não seja tão frágil, podem ficar em mesa completamente isolada dos demais e por menos tempo na festa. Mas tudo deve ser considerado com cuidado redobrado, incluindo a precaução no transporte. É melhor que o casal seja criativo e procure fazer um programa diferenciado com aqueles que demandam mais atenção num outro momento.

Jaíne Néris Fotografia
Jaíne Néris Fotografia

10. Como "desconvidar"

Escrevam uma carta geral iniciada com “queridos amigos e familiares” frisando o quanto foi duror tomar a decisão e que a pandemia é a única razão de os deixarem fora da lista de convidados. Se vocês pretenderem fazer um festão numa data futura para brindar com todos que não poderão ir, deixe isso claro na mensagem. Também é importante que salientem quais foram as regras que os pautaram (as gerais de que falamos).

Essa informação deve ir na mensagem a ser enviada por e-mail, WhatsApp ou carta ou nas ligações para cada um dos desconvidados. Sim, o mais simpático é enviar o comunicado e telefonar na sequência. A conversa é importante por demonstrar carinho e consideração com cada um, tornando tudo mais pessoal. Assim, poderá demonstrar a aflição e o lamento, além de desabafar. Essa é uma missão que devem fazer juntos(as).

Acrônico Fotografia
Acrônico Fotografia

11. Convidado virtual

Na conversa por telefone, ofereçam a alternativa aos desconvidados da lista de casamento de se juntarem à cerimônia e festa virtualmente. Isso demonstra o empenho do casal em fazê-los parte desse momento. Para entreter quem topar a ideia, pense em conjunto com a sua cerimonialista maneiras que integrar as presenças reais com as virtuais.

Cabines de fotos virtuais com fundos divertidos, pista de dança com telão dos convidados online, chat com o DJ incluído para que ele possa acatar alguns pedidos de música, espaço na programação para brinde e discursos, etc. São esses pequenos detalhes que tornarão tudo inesquecível. Outra ideia é enviar para a casa de cada um uma pequena caixa com alguns docinhos da festa e um mini espumante com uma mensagem fofa. Assim, todos poderão brindar conjuntamente e adoçar mais o momento. 

Adilson Teixeira Fotógrafo
Adilson Teixeira Fotógrafo

Com carinho, afeto e o exercício mútuo da compreensão, é possível ajustar a lista de convidados sem gerar ressentimentos. Ao contrário, ao se apegar à criatividade para burlar os impeditivos, o casal pode reforçar os laços existentes e gerar mais expectativas para as oportunidades futuras em que poderão curtir juntos sem tantos receios. Foquem nisso quando forem decidir como reduzir a lista de convidados de casamento para esquecer a frustração. Acreditem: as pessoas queridas irão entender.