Marlon Ramos Fotografia
Marlon Ramos Fotografia

Pé na areia e coração nas nuvens. Esta é a promessa dos casamentos realizados na praia que encantam a tantos num país conhecido mundialmente pela beleza natural das regiões litorâneas. As cerimônias neste ambiente, no entanto, requerem cuidados a mais, bem diferente dos tomados para os salões, já montados com este propósito.

Além da preocupação com a infraestrutura, a decoração de casamento e o buffet, é necessário que se inclua no planejamento possíveis contratempos ou problemas, para que nada estrague a celebração. A parte boa, no entanto, é que a escolha sobre sapatos para noiva deixa de ser um problema... Para que a sua união seja linda, bem como aquelas vistas nos filmes, fizemos um manual sobre os preparativos na praia. Preparados? Vamos lá!

Laiá Films - Fotografia e Audiovisual
Laiá Films - Fotografia e Audiovisual

1. Escolha do local da cerimônia

Antes de se decidir pelo local, saibam que nem todas as praias estão liberadas para esse tipo de evento. É necessário entrar em contato com a prefeitura para verificar se é possível e se informarem sobre possíveis taxas para a utilização da faixa de areia. Resolvido isto, avaliem com os fornecedores das estruturas para o altar a areia e as rajadas de vento do local. Isso será primordial para verificar o que é factível e quanto terá de ser investido.

Ricardo  & Silvia
Casamento de Ricardo & Silvia

2. Estrutura do local da festa

Pensando na festa, avaliem os locais próximos onde ela pode ser realizada. Caso optem porum salão à beira-mar, há uma série de questões que devem ser levadas em conta: segurança, iluminação, banheiros próximos, vagas de estacionamento, sistema de som e capacidade de trabalho da cozinha são algumas delas.

Se vão arrumar no mesmo local, é importante pensar também em ventiladores ou ar condicionado, tendo em vista a maquiagem e o calor dos meses de verão. Procurem não minimizar nenhum destes tópicos para que o seu sonho não acabe se transformando no pesadelo dos presentes.

Lucas Santana Fotografia
Lucas Santana Fotografia

3. Horário da cerimônia 

O melhor horário para celebrar o casamento é o final da tarde por conta das temperaturas mais amenas e da luz perfeita para as fotos. Mas há quem prefira fazer a união logo de manhãzinha pelos mesmos motivos. De qualquer forma, evitem a todo custo o sol a pino, entre 11 e 14h. O diferencial de fazer uma celebração vespertina é que a festa será iluminada pela lua. 

Bruno Ferreira Fotografia
Bruno Ferreira Fotografia

4. Clima e estação do ano 

Para evitar a chance de uma chuva no grande dia, marque-o para acontecer numa estação mais seca. Celebrações ao ar livre ficam à mercê das intempéries e, portanto, há sempre o risco.

Para não ter de contar somente com a sorte, encarreguem-se de alugar tendas e que o local da festa também tenha espaço coberto. Outra variante a levar em consideração a respeito da estação do ano é a frequência de pessoas na praia. É recomendável evitar os períodos de férias para conseguir maior privacidade. 

Lira Fotógrafo
Lira Fotógrafo

5. Dress code da cerimônia 

O momento pé na areia pede maior informalidade, mas com elegância, o que define o conceito “esporte fino”. Coloquem esse termo nos convites para casamento simples para definir o traje solicitado para a ocasião. Se desejar que os convidados estejam todos devidamente vestidos numa mesma paleta de cor – o que fica lindo nas uniões praianas –, não se esqueçam de mencionar isto no chamado aos amigos e familiares. 

Lira Fotógrafo
Lira Fotógrafo

6. O que servir

O ambiente informal e quente pede pratos leves e refrescantes. Invistam nas frutas, picolés, finger foods e drinks cítricos bem gelados. Como prato principal, as saladas, peixes e frutos do mar são a boa pedida.

Águas aromatizadas farão muito sucesso, e que tal investir em um bar de sucos e água de coco para que os seus convidados possam se refrescar durante a cerimônia? Evitem as comidas pesadas e que podem se deteriorar facilmente ao longo da comemoração. Será desagradável para todos se os convidados começarem a passar mal por uma escolha mal sucedida sobre o buffet.

Bosque - Espaço de Eventos
Bosque - Espaço de Eventos

7. Decoração simplista

Entenda que o “menos é mais”, mesmo! A praia por si só já é um cenário lindíssimo para ocasião e caberá ao casal acrescentar alguns detalhes para o momento festivo com elementos que tenham a ver com aquele ambiente.

Utilizar-se de palha, conchas, fibra de coco, pedras, flores e folhas para enfeitar o altar e escolher bem o mobiliário fará toda a diferença na decoração de casamento simples. É recomendável que a paleta de cores seja pautada nos tons claros e pastéis, com uma ou, no máximo duas, cores solares – como o amarelo e o laranja. 

HM Photografia
HM Photografia

8. Lembrancinhas para os convidados

A alegria do casal é a alegria dos conviadados, mas eles também são presenteados, e como lembrancinha de casamento diferente para o clima praiano, podem pensar em itens úteis, como sandálias, xales leves para o sol, chapéu e até um kit de proteção solar. E se toda a festa for pensada para um local aberto, é importante ter em mente a possibilidade de convidados não desejados, como mosquitos e pernilongos, então uma boa ideia é disponibilizar repelentes também, no caso de que algum convidado necessite.

R&S Fotografia
R&S Fotografia

Tomadas essas precauções, o casal está livre para se ater às decisões a respeito de si mesmos na união. Entre os penteados para casamento praiano mais populares estão os simples e soltos ou semi presos. Já na escolha dos trajes, a gravata e o paletó deixam de ser itens obrigatórios aos noivos, que devem escolher uma roupa em tons claros, como o branco, o creme e o azul claro. Quando o assunto são as mulheres, a escolha mais acertada para os vestidos de noiva são os modelos mais curtos e fluidos, valendo-se da ambientação leve e despretensiosa de toda a celebração.