The Bird Love Stories
The Bird Love Stories

Ao começar a planejar um casamento, contratar um seguro para a festa não costuma ser uma das prioridades do casal. Pensar no tema pode ser visto, inclusive, como falta de romantismo e até mau agouro. Mas está longe de ser isso. Precaver-se de imprevistos pode não ser tão empolgante quanto escolher a decoração de casamento, mas tem peso equivalente, senão maior, para o sucesso da celebração. Explica-se: o produto dá respaldo jurídico e financeiro para cobrir uma grande gama de problemas que se apresentem, garantindo a dança tranquila do par no embalo das músicas do casamento

Assim, um acidente com um convidado ou algum contratempo com o buffet consegue ser menos dispendioso aos ânimos e bolsos dos apaixonados prevenidos. Ter um seguro significa possuir algum controle sobre situações inesperadas. Como? Com a possibilidade de uma solução mais ágil e eficiente coberta por ele. O bom custo-benefício faz valer a pena a contratação tanto por pessoas físicas quanto por jurídicas. Portanto, casais que estão organizando tudo por conta própria também podem experimentar deste alívio. Caso o evento esteja sendo organizado por uma empresa, verifique se ela possui algum tipo de apólice. Em linhas gerais, quanto maior e mais complexa for a festa, maior a necessidade de seguro. Naquelas planejadas com grande valor de investimento, os riscos também são maiores. 

Espaço Lagoon
Espaço Lagoon

Como contratar

Para as uniões podem ser contratados dois tipos de produto: o seguro específico para casamentos ou o para eventos em geral, que as seguradoras possuem. Seja como for, para ter acesso aos preços e serviços é necessária a solicitação a um corretor ou diretamente com a empresa. 

O que cobre

A cobertura básica inclui prejuízos com acidentes pessoais ou coletivas durante a festa, seja com uma das pessoas a quem se destinou os convites de casamento criativos ou os profissionais envolvidos na organização.

Portanto, festas ao ar livre já possuem alguma propensão maior a se beneficiarem da existência da apólice por conta das intempéries naturais (possibilidade de chuva, granizo, vendaval e inundação) que trazem maior risco de desabamento de estruturas, explosões e incêndios. Lembre-se que maquinário de cozinha utilizado fora da área destinada à preparação de comida, a céu aberto, também necessita de cuidado.  

Espaço Lagoon
Espaço Lagoon

Customização

A cobertura pode ser customizada. Mas costuma incluir desde problemas na instalação, montagem e desmontagem de tendas e outras formações, a não utilização ou utilização indevida do local, atrasos e inconformidades no fornecimento e qualidade dos alimentos e bebidas, a guarda de veículos de terceiros e o não comparecimento de fornecedores e atrações, bem como possíveis defeitos com equipamentos oferecidos aos clientes.

Os danos morais por cancelamento e adiamento da festa também podem estar contemplados no contrato. Logo, a apólice pode ser um grande guarda-chuva que dá conta tanto de uma eventual troca das flores para casamento como do arrombamento dos veículos dos convidados. 

Avaliação das necessidades

Para saber que tipo e a extensão de cobertura é necessária ao casamento, deve-se avaliar o local, formas de acesso a ele, quantidade de pessoas envolvidas (convidadas e contratadas), o maquinário utilizado e o tipo de fornecimento de energia, entre outras questões. Por isso, o corretor é a pessoa mais capacitada a dar este tipo de suporte. Ele irá redigir um produto a fim de evitar tanto um possível descumprimento da decoração de casamento rústico quanto questões mais graves.

O profissional ajudará na checagem de cada um dos pontos para proporcionar maior segurança. Serão considerados o espaço do estacionamento (do tipo de piso à quantidade de vagas), a complexidade do sistema de vigilância e contra incêndios, a disponibilidade de equipe de manutenção do local, a acessibilidade de todo o circuito (tipo de piso, rampas, degraus e escadas), calor gerado pelos equipamentos de luz, som, fumaça e de eletrodomésticos, etc, etc e etc. 

Bruno Ferreira Fotografia
Bruno Ferreira Fotografia

O que não cobre

O seguro é um produto feito para dar conta dos imprevistos. Logo, não envolve a desistência de um dos noivos. Acidentes sofridos fora do local e do período da festa também não serão contemplados. Da mesma forma, possível adiamento de data da festa já prevista no ato da assinatura está fora do acordo.

Que os imprevistos irão acontecer no casamento isto é certo. Tudo é uma questão de saber a extensão e gravidade deles. E no quanto o casal está disposto a correr os riscos para prover o evento. Porque nem só do lançamento do buquê de flores se faz uma festa de sucesso. Avalie as possibilidades, tamanho e características daquilo que pretendem fazer no grande dia para saber se este é um cuidado primordial ou não ao par, sem desconsiderar que seria bacana não comprometer os penteados de casamento com dores de cabeça evitáveis.