Carias Drinks
Carias Drinks

Mais esperados do que o bem-casado e o bolo de casamento, drinks bem feitos e deliciosos são a garantia de uma festa animada. Não à toa, a mixologia tem crescido no Brasil e no mundo, com especialistas em coquetéis cada vez mais criativos e audaciosos em suas combinações que fazem bonito aos olhos (com cores que incrementam a decoração de casamento) e ao paladar. Um prato – ou melhor, copo – cheio para os nossos bartenders, que acabam sendo beneficiados pela infinidade de sabores e texturas presentes nos ingredientes gerados no país.

Influenciados pelos aromas e gostos daqui, nem mesmo as bebidas originárias de outros países ficam incólumes. Uma marca da coquetelaria brasileira que pode e deve ser explorada na comemoração após a troca de alianças. A dica é aproveitar bebidas e receitas criadas ou adaptadas por aqui para fazer a alegria dos convidados. Invista nos drinks brasileiros e veja sua festa deslanchar. Porque mesmo na tradição uma dose de novidade é sempre bem-vinda quando respeita o gosto do cliente. O próprio casamento é uma prova disto.

Carias Drinks
Carias Drinks

1. Caipirinha

A mais clássica das clássicas bebidas brasileiras, que não pode faltar em nenhuma confraternização, é uma prova de como a mixologia desenvolvida por essas terras tem como marca a adaptabilidade. A cultuadíssima e tradicional receita que leva cachaça, limão, açúcar e gelo por si só já é garantia de sucesso. Mas também comporta, sem que ninguém torça o nariz, a substituição do limão ou acréscimo de outras frutas como morango, melancia, tangerina, kiwi, uva, abacaxi, maracujá, romã ou lichia, numa lista de possibilidades bem longa.

  • Pode-se ainda incrementar à mistura com gengibre, hortelã, pimenta, cravo, canela, água de coco e até manjericão.
  • Outra ideia é substituir a cachaça, por vodka ou saquê, criando as variações caipivodka e caipisaquê, também já bem populares.
  • O importante é o uso de frutas frescas para que, ao término da bebida, possa-se comê-las. Mais certeiro do que escolher um modelo entre vestidos longos de festa para ir ao casório.

Strike Bartender
Strike Bartender

2. Batidas

Não houvesse a existência da caipirinha, as batidas de frutas seriam a bebida símbolo do país. A de coco é a mais comum delas. Por levar leite condensado em sua composição, é docinha e disfarça o gosto de álcool da cachaça. Requer, por isso, cuidado extra já que é fácil abusar da fórmula sem se perceber os efeitos da embriaguez iminente. Mas outras excelentes batidas são a de maracujá, abacaxi e morango.

Full Glass
Full Glass

3. Mimosa

Pegue duas bebidas amadas pelos brasileiros, misture e voilá! Espumante (champagne ou não) gelado e suco de laranja fresco parecem ter nascido um para o outro assim como você para o seu par. Mas apesar da grande aceitação por aqui, não se trata de uma criação brasileira. Ingleses, americanos e franceses reivindicam serem os autores da bebida, mas não há provas conclusivas sobre a sua nacionalidade.

É como providenciar o aluguel do vestido de noiva: pode não ser criação feito por ou para você, mas dá certo e todo mundo gosta. Fato é que hoje, com o sul do país produzindo bons espumantes e sendo o Brasil um dos maiores produtores mundiais de laranja, pode-se fazer uma combinação 100 por cento nacional.     

Style Drinks
Style Drinks

4. Gim tônica de caju

Cada vez mais e mais casamentos têm gim tônica no bar. A bebida caiu no gosto dos brasileiros, que já produzem boas opções nacionais de gim. Conjugar o sabor dele, ao da água tônica e de uma fruta local, como o caju, pode ser uma excelente surpresa.

Lola's Bar
Lola's Bar

E ainda pode ser decorada com uma das flores de casamento. A gim tônica nasceu na Índia, durante a dominação inglesa, pretensamente com a proposta de ser um tônico contra a malária. Uma curiosidade é que ela (ainda) não consta na carta de drinques da International Bartenders’ Association (IBA), entidade que “legisla” sobre assuntos etílicos.  

Carias Drinks
Carias Drinks

5. Mango Margarita

E já que acabamos de falar da IBA, não espere ver esta receita lá relacionada. A margarita lá está, mas na sua formulação tradicional, com tequila, Cointreau, limão e gelo. A mango margarita adiciona manga à mistura, o que lhe dá uma consistência mais cremosa.   

Bee Eventos
Bee Eventos

6. Raspadinha de frutas

Outra forte tendência que cresce ano a ano nos festejos de casamento são os drinques sem álcool, que podem ser apreciados por crianças, idosos e pessoas que desejam baixar o teor alcoólico no sangue depois de muitas doses. As raspadinhas, isto é, bebidas com muito gelo batido (daí seu nome), fruta e leite condensado são certeiros. É fácil, rápido e refrescante. Mas se achar muito doce, sempre há outras opções de drinks, como a Pink Lemonade, que nada mais é do que suco de limão acrescido de xarope de morango ou cranberry. 

BH Top Drinks
BH Top Drinks

E além disso, lembre-se sempre de ter boas opções de cerveja. Existem ótimos rótulos nacionais que podem ser incluídos na festa. Com uma carta tão versificada, não haverá como não agradar a todos os gostos. É certeza de ótimos brindes ao som das músicas de casamento que tornarão tudo mais inesquecível – a depender da quantidade de álcool ingerida. E dará a certeza para quem recebeu os convites de casamento que o casal teve o carinho de levar em conta tudo que poderia agradar aos amigos e familiares ao pensar na coquetelaria.