Saltar para o conteúdo principal
Casamentos

9 Dicas para formalizar o convite das daminhas e pajens do casamento

Ajudem os pequenos a compreenderem melhor o papel que terão na cerimônia e a se empolgarem com todo o evento, sem descuidar da etiqueta na consulta aos pais. Damos dicas de ouro para que todos participem desse dia com carinho e dedicação.

FolieA3 Produções

Nem só do pedido da mão em casamento se faz uma cerimônia. Alguns dos convidados irão desempenhar uma função de maior destaque na união e também precisam topar o papel que você gostaria de designar a eles. Na hora de fazer esses convites de casamento recheados de responsabilidade é crucial saber como fazê-los, como no caso das daminhas e dos pajens. É preciso saber como lidar com as crianças e os pais delas, a etiqueta envolvida no processo e os melhores métodos para que todos fiquem confortáveis sobre a sua participação. Trataremos justamente deste assunto neste artigo.

Desde já, tenha ciência de que se a criança tiver mais de quatro anos, vale a pena enfatizar a importância de seu papel em todo o ritual. Saber o quão especial é esse trabalho a incentivará a ter um ótimo desempenho. Por isso é tão essencial o carinho e o capricho no convite para daminhas e pajens, para comunicá-los sobre a cerimônia e a função que terão nela. 

Balões Express

1. Peça permissão aos pais

Antes de formalizar o pedido, pergunte aos pais da criança se eles estão bem com a função e responsabilidades que ela terá, uma vez que também envolverá gastos. Geralmente, são eles os responsáveis ​​pelo vestuário da prole no dia. Fale sinceramente suas expectativas e incumbências que estão em jogo.

2. Anuncie todos os envolvidos 

Se você tiver mais de uma daminha ou pajem, informe-os. Isto porque a existe a possibilidade das crianças ficarem com ciúmes se acharem que serão as únicas na função e descobrirem depois serem apenas “mais uma”. Contra ataques de choro e negativas em participar do rito, use em larga escala a franqueza. É o melhor remédio. 

Art Charm casamentos

3. Não conte sobre o convite com muita antecedência

Depois que os pais forem informados e derem o seu aval sobre a participação do filho ou filha, controle o impulso de contar aos pequenos até poucos meses antes do enlace. São altas as chances de gerar uma grande ansiedade neles. Basta pensar que mais de um ano para quem tem cinco anos é uma parte considerável da vida e, portanto, uma eternidade. 

Noiva&Dates

4. Faça o convite ser especial

Para saber como fazer um convite para pajens e daminhas o conselho é apenas dar asas à criatividade ao fazê-lo. Um modelo de convite de casamento personalizado e divertido tem muito mais chances de gerar a curiosidade e a empolgação em participar do evento. 

Preciosa Detalhes

Antes de pensar sobre o que escrever no convite para daminhas e pajens, considere fazer um kit-presente. Um desenho e jogo de lápis de cor ou uma boneca ou boneco de pano, por exemplo. E cada item pode vir acompanhado de um pequeno pergaminho com a pergunta: “aceita ser minha daminha casmento?” ou "aceita ser meu pajem de casamento?". E há outra opções: uma caixa de doces e pirulitos; acessórios charmosos a serem usados na data, como tiara e presilhas ou suspensórios e gravata borboleta; etc. Antes de escolher o mimo, pesquise os hobbies e gosto das crianças.      

Imaginária Design

5. Envie um livro explicativo

Existem livros infantis que explicam o papel de uma daminha ou pajem. Essa é uma solução lúdica para instruí-los sobre o que fazer ao altar. Se preferir, apele para o método “faça você mesmo”, produzindo juntamente com o seu par a obra. Imagine no quão divertido pode ser para vocês e eles este processo. Desenhe e estude a possibilidade de fazer os convidados mirins colorirem as páginas. Será mais significativo do que um texto formal e que os pajens e daminhas do casamento não entendam. 

Imaginária Design

6. Incentive a prática

O convite para damas e pajens é também um convite para os seus pais. Antes da cerimônia, peça aos pequenos que treinem, com o auxílio dos pais, a entrada. Tornar tudo isto uma brincadeira, com marcações improvisadas em casa, tende a ajudar. A criança pode esquecer facilmente as instruções do ensaio no local da união, ao passo que quando é estimulada diversas vezes, grava melhor o que tem de fazer. Embarque na ideia do mundinho de faz de conta para condicioná-los. Isso também tende a torná-la mais confiante e menos ansiosa no dia, quando se notar em meio a várias pessoas desconhecidas. Além das doces lembrancinhas de casamento, elas também guardarão as brincadeiras para a vida.

7. Ofereça um presente

Não existe criança que negue um presente. Se estiver trabalhando com crianças maiores, talvez seja o caso de prometer um brinquedo cobiçado após o evento, como retribuição pelo favor e bom comportamento. Isso caso não são seja um gasto que pese no seu orçamento, e podem sempre pensar em alternativas mais baratas, até feitas por vocês mesmos.

Pó de Arroz

8. Cuidados com crianças muito pequenas

Se os pequenos são menores de três anos, não há necessidade de fazê-los entender seu papel. Apenas espere o mais perto possível da data de casamento para tentar explicar o que significa a festa da qual participarão e como terão de se comportar. 

9. Cuidados com crianças grandes

Se os participantes já tiverem idade suficiente para entender o significado da celebração, inclua-os nos preparativos, dando inclusive palinha do local e do estilo. Mostre alguns elementos que estarão na festa, pergunte sua opinião, brinque com a relevância que terão no grande dia. Um gesto sempre simpático é o de incluir na arrumação com outras pessoas do casamento no momento do cabelo e maquiagem. 

Allados Studio

Feito corretamente, este tipo de convite de casamento tende a ser especial para todos os envolvidos. Ter sensibilidade ao fazê-lo é crucial para gerar o sentimento lisonjeiro. Mais do que lindos em seus trajes e vestidos de festa, será precioso perceber as daminhas e pajens se divertindo com a proposta. Ajude-os a terem orgulho em participar da sua festa e divirta-se com eles!