Vera Birck Celebrante
Vera Birck Celebrante

As rosas representam amor, paixão, romantismo, pureza, beleza, sensualidade e renascimento. Esses significados vão de encontro com o que se procura em uma união e, por todo o simbolismo que a flor transmite, surgiu a “Cerimônia da Rosa”, em que os casais compartilham palavras de amor que os une ainda mais, além de um ritual que pode ser celebrado ao longo dos anos de casamento, na comemoração das bodas.  

A celebração faz parte da mitologia grega, já que essa espécie de flor sempre foi associada às deusas do amor e, com o tempo, tornou-se uma tradição decorar casamentos com rosas e inclui-las no buquê da noiva. No Brasil há duas espécies mais comuns – a rosa tradicional e a rosa mini. A primeira tem apenas um botão em cada galho, e o segundo tipo tem pequenas flores agrupadas, mas é possível uma grande uma variedade de cores e tamanhos no mercado.  

Liandra Zanette - Celebrante
Liandra Zanette - Celebrante

Como realizar a cerimônia?

Vocês precisam apenas de duas rosas vermelhas ou brancas com caules longos, mas nada impede de escolherem uma cor que gostam mais ou represente melhor o casal. O ritual é simples: cada pessoa segura uma rosa e a troca com o(a) parceiro(a), colocando nesse momento todo amor, respeito e confiança mútua nesse "presente".

Geralmente, o gesto simbólico é realizado após os votos de casamento e antes da troca de alianças como um sinal de compromisso e fidelidade. Pode ser feito em casamentos civis ou religiosos, mesmo não tendo nenhuma conotação religiosa. De todo jeito, recomenda-se consultar o cerimonialista responsável por oficializar o vínculo, seja um juiz de paz, padre, pastor ou celebrante profissional, para que possam incluir esse detalhe e organizá-lo sem contratempo.

Kellen Lovato
Kellen Lovato

A troca

Ao trocar a rosa com o seu amor, vocês podem expressar os sentimentos da ocasião por meio de um texto escrito por cada um ou dizer algumas palavras de forma espontânea. Se não quiserem falar, por timidez, por exemplo, podem também pedir ao cerimonialista ou uma pessoa próxima fazer por vocês. O importante é ver neste singelo gesto o início da nova vida que acaba de começar. Lembrem-se de que as rosas serão os primeiros presentes trocados entre vocês como recém-casados.

Durante esse momento, o celebrante responsável também pode seguir um roteiro pré-aprovado, onde torna a rosa um símbolo do amor do casal por todos os anos que têm pela frente, para compartilhar. "As pétalas caem, alguns espinhos podem ferir, mas a beleza e a força da rosa seguirá, assim como o amor que declaram hoje, e cada nova estação essa flor renascerá com mais intensidade". 

Edson Ferreira Celebrante
Edson Ferreira Celebrante

Três sugestões

  • Combinando com a decoração

Coloquem as duas rosas em um vaso que combine com a decoração e, de preferência, em um lugar visível para que seja mais fácil de pegar as flores no altar ou mesa da cerimônia. Outra ideia é pegar duas flores do buquê na hora porque terá ainda mais significado. As cores das rosas podem combinar com a paleta escolhida para o decór e harmonizar com o todo.

  • Envolver a família

Se você quiser tornar este momento muito mais emotivo, é só envolver os pais ou avós neste ritual. Eles podem ser os responsáveis por entregar as rosas para os respectivos filhos (as) antes da troca. Depois, se quiserem, podem devolver as rosas para eles como um presente de agradecimento.

  • Padrinhos e/ou convidados

A última sugestão é colocar a Cerimônia da Rosa como central no casamento, pedindo para que cada convidado e/ou padrinho e madrinha entre no local da cerimônia carregando uma rosa e que coloquem em um vaso grande e bonito. Na hora, vocês vão escolher duas rosas entre aquelas para realizar a troca e os votos de amor. 

Liandra Zanette - Celebrante
Liandra Zanette - Celebrante

O melhor de celebrar o amor com as rosas é que vocês podem acrescentar detalhes de acordo com os gostos e personalidades. A cerimônia permite viver e reviver um momento especial e pode ser realizada em todos os aniversários de casamento. Em cada ano, vocês podem escrever declarações um para o outro e escolher rosas diferentes ou as mesmas para terem uma tradição. Também podem incluir os filhos (se tiverem), se for feita em casa ou em outro local especial, durante uma viagem ou no lugar do primeiro encontro. As promessas de amor serão renovadas e relembradas desde o primeiro “sim”.