Alegre-se. Você recebeu um dos convites de casamento para celebrar um casal querido e próximo! Mais do que o chamado para ir a uma festa, ele é uma solicitação de presença recheada de significado. É difícil para o par fechar a lista das pessoas favoritas para testemunhar esse momento-chave da vida. Muitos nomes acabam ficando fora por conta do orçamento limitado. Por isso, interprete o convite como uma prova de proximidade, afinidade e carinho. É um sinal claro de que sua companhia é apreciada e vista como fundamental para a felicidade completa deles. Em retribuição, é necessário que você siga um conjunto de regras de etiqueta para que tudo seja curtido de maneira tão intensa quanto respeitosa. A começar pelo traje. Vestidos e as combinações de terno e calça jamais devem soar como uma afronta ao casal e à ocasião. 

Para ajudar os convidados, o dress code a ser seguido é informação obrigatória do texto para convite de casamento. Ele determina o protocolo do casório: esporte fino ou passeio (mais casual), passeio completo ou social (formal) ou a rigor, gala ou black tie (super formal). Ainda assim, algumas cores e peças devem ser evitadas porque demonstram falta de consideração. Como a melhor forma de ajudar os convidados a entenderem o que é de bom tom é mostrar o que não devem fazer, listamos aqui o que é visto como inapropriado na escolha das vestimentas, em linhas gerais. 

Espaço Namata
Espaço Namata

Nunca vista branco 

A não ser que seja uma festa temática onde todos devem ir com essa cor, uma única pessoa na cerimônia e festa tem aval para vestir branco: a noiva. Esta é a cor reservada a ela. Mas tons muito pálidos, como o rosé e o champanhe, também estão vetados. Toda e qualquer cor que possa ser confundida com o branco deve ser descartada. Até porque muitas noivas dispensam o branco completo e sobem com tons próximos a ele no altar.

Não ofusque a noiva

A coisa menos inteligente a se fazer num casamento é ofuscar a noiva. Se a celebração for formal e você desejar vestir algum brilho, escolha o mais discreto possível. Tecidos brilhantes ou com efeitos metálicos tiram a atenção da noiva e a joga contra você. Estampas de animal print causam o mesmo efeito, além de serem de mau tom para este tipo evento. Não seja a pessoa inconveniente que desvia o foco de quem o merece. 

Nada muito sexy 

Revelar um pouco de pele não faz mal a ninguém, mas um casamento não é o momento nem o lugar para usar sua roupa mais curta e provocativa, como minissaia e um top curto. Muitas uniões são celebradas em igrejas e outros locais considerados sagrados, que pedem sobriedade, resguardo e respeito. Guarde o modelito sexy para a balada. Um bonito e apropriado vestido de festa curto não revela muito mais do que o joelho.

Não use jeans

Independentemente do dress code da festa, jeans só é uma peça excelente para dias informais, um domingo de folga no parque, um passeio no shopping ou um chope depois do expediente. A ocasião é única e especial e o jeans é casual demais, não importa o que digam. Ele não integra o conjunto de boas maneiras e práticas em um casamento. 

Evite o preto

Não existe mulher que fique mal de preto. A princípio, não há nada de errado com “pretinho básico”. Mas a cor é associada ao luto e por isso acaba sendo imprópria para um momento de alegria. Como é um tom já muito popular, esta regra acaba sendo controversa e tem uma interpretação que varia muito de pessoa para pessoa. Caso esteja nos seus planos usar preto, tente um dos modelos de vestidos de festa que tenha uma estampa associada, preferencialmente com um tema alegre, como um floral.

Fuja da cor das madrinhas

Essa que vos fala já cometeu este erro. É necessário perguntar a cor que as madrinhas vestirão na cerimônia para não repeti-la. Todos ficam com a impressão de que você é uma madrinha perdida, que confundiu o lugar que deveria ocupar na cerimônia. Ou que você está chateada por não ter sido chamada para tal posto. É extremamente desconfortável e as fotos irão eternizar a infeliz coincidência com o seu pesar. 

Não erre a formalidade

Da mesma forma que estar casual em uma social é mal vista, estar formal demais é um problema. Ninguém vai entender o que leva alguém a desfilar um vestido de gala quando o pedido foi esporte fino. Soa esnobe e parece querer ofuscar a noiva.

Não exagere nos acessórios  

As bolsas para as mulheres devem ter tamanho pequeno ou médio. Bolsas grandes destoam da produção e não são elegantes o suficiente. O item só é permitido às mães de crianças pequenas, que precisam carregar roupas, fraldas, remédios, mamadeiras e etc. Chapéus são bem aceitos, desde que não sejam muitíssimo grandes. Homens, esqueçam a existência dos bonés e bandanas. Mulheres, tiaras que tenham o aspecto produção de noiva não devem ser consideradas.

Esqueça o short e a bermuda

A menos que o casal tenha lhe dito especificamente para ir de bermuda, você não deve usar a peça, mesmo num casamento casual na praia. Há calças de linho leve disponíveis no mercado que ficarão ótimas para o grande dia com vista para o mar. A única exceção à regra são as crianças pequenas, que tendem a ficar irritadas com o calor. 

Em resumo, todo e qualquer traje feminino que tire a atenção da noiva ou faça ser confundida com ela será um problema. Entre tantas opções de Vestidos de festa não há razão para escolher um tão claro sabendo o risco. Entre as vestimentas masculinas, o erro mais recorrente é sempre errar o tom da formalidade do evento. Para evitar isto, pergunte-se sobre as peças que pretende usar. Elas seriam próprias para ir no próprio casamento ou a uma reunião de negócios? Caso a resposta seja não, descarte o uso. É isso ou ganhar o presente incômodo de ter como lembrancinhas de casamento as fotos mostrando o quanto você destoou dos demais.