O continente africano tem lugares incríveis para serem visitados, e um exemplo de destino surpreendente é a Tanzânia. O país oferece uma diversidade única, com belezas naturais tanto com praias paradisíacas, quanto com passeios de tirar o fôlego, nos safáris, além de revelar uma cultura rica, levando o turista a um contato direto com a natureza e também com pessoas que farão da estadia no lugar um verdadeiro sonho. Depois de guardar o vestido de noiva e/ou o traje, será a hora de pensar no próximo passo da tradição nupcial: a lua de mel.

Todo o enlace requer muito planejamento, desde os convites de casamento até o que será servido pelo buffet, e se vocês se encontram em fase de organização, um bom conselho é já começar a pensar no destino da viagem. Se a África não passou pela cabeça de vocês, leiam esse artigo: é impossível não se encantar. E aqui vão as primeiras dicas para que a sua ida à Tanzânia seja tranquila.

Ag. Globe Travel
Ag. Globe Travel

Como chegar

Não há voos diretos para a Tanzânia desde o Brasil, é preciso pegar um avião que fará paradas em outros países na África e depois vão a Zanzibar, sem troca de aeronave. Vocês também podem comprar as passagens em voos separados: um que sairá do Brasil para Joanesburgo, e outro que irá depois para a Tanzânia.

Para conseguir as melhores condições podem pesquisar no portal os fornecedores que oferecem esse destino, e sempre ficar de olho nas promoções. Para quem vem de outros países há muitas opções de voos diretos e há também a possibilidade de ficar em Dar es Salaam, cidade mais populosa da Tanzânia, e ir para Zanzibar de ferry.

  • Lembrem-se de que a moeda do país é o Tanzanian Shillings, mas o dólar (somente notas emitidas após o ano de 2009), é aceito no comércio em geral, como nos hotéis, lojas e restaurantes.

XP Travel Turismo
XP Travel Turismo

Vacinas

Segundo o site do Itamaraty é obrigatório estar vacinado, até 10 dias antes da viagem, contra a febre amarela. Recomenda-se também que os visitantes sejam vacinados contra a Hepatite A e estejam com a vacinação contra poliomielite e tétano em dia (não é obrigatório, apenas recomendado). Tudo isso deve estar registrado no Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), emitido gratuitamente pela Anvisa.

Fly Up Turismo
Fly Up Turismo

Quando viajar?

A melhor época para visitar a Tanzânia é de julho a setembro, quando não chove e as temperaturas são agradáveis. O visto de turista pode ser adquirido na chegada ao país ou em qualquer embaixada da Tanzânia, que concede autorização para visitantes entrarem no país. A taxa tem um custo aproximado de 50 dólares.

O passaporte deve estar válido por no mínimo 6 meses, e com pelo menos duas páginas em branco, lado a lado. Assim que se desembarca é preciso enfrentar uma fila nada agradável para requerer o visto. Uma dica é sair logo do avião e já ir preenchendo os papéis com seus dados, antes de chegar sua vez de ser atendido. Passada a burocracia... É hora de aproveitar. Preparamos um roteiro romântico para que vocês vivam dias fabulosos.

Zanzibar

Zanzibar é o nome dado a um arquipélago localizado no Oceano Índico a, aproximadamente, 30 km da costa da Tanzânia. É formado por duas ilhas principais: Zanzibar (ou Unguja), onde ficam as principais atrações, e conhecido também por ser a terra onde nasceu Freddie Mercury, e Pemba.

Devido ao tamanho da ilha de Zanzibar, que é bem grande, para poder aproveitá-la melhor será necessário percorrer longas distâncias. Por isso uma dica é dividir a sua estadia em duas regiões distintas, norte e sul, a fim de ter uma experiência mais completa. Em todo lugar há hotéis, pousadas e resorts para todos os bolsos. Vale pesquisar, pegar indicações e só começar a investigar os passeios depois de ter seu roteiro fechado. Confiram o que vocês não podem deixar de ver neste arquipélago suntuoso!

Stone Town

Esse é o coração de Zanzibar, a capital, onde se pode ver perfeitamente a mistura de culturas, o que faz uma visita à cidade ser ainda mais interessante. Ali vocês poderão entrar em contato com as culturas africana, árabe e europeia, vão ver como vive o seu povo e entender mais sobre seus costumes. O mais recomendado é percorram as suas ruas a pé, sentindo os seus cheiros, vendo a arquitetura variada das construções, e a dinâmica alegre das pessoas.

O lugar apresenta várias atividades turísticas e, sendo Zanzibar apelidada de Spice Islands (ilhas apimentadas), devido à grande produção de especiarias nas ilhas, vocês encontrarão as mais variadas espécies sendo vendidas pelas ruas. 

Spice Tour: um toque afrodisíaco

Que tal começar o seu tour com um passeio para lá de afrodisíaco? Essa visita ocorre em uma fazenda de plantação dos temperos, frutas e especiarias diversas. Durante o passeio é possível aprender como é o cultivo, ver, sentir e até provar o sabor de algumas especiarias, que também são disponibilizadas para a compra.

A variedade de plantas e flores é imensa, com espécies que irão impressionar pelo aroma e pelos formatos e cores. O valor do tour fica entre U$ 30 e U$ 40 por pessoa, incluindo o transporte de ida e de volta, um guia que irá explicar tudo pelo caminho, e um almoço típico ao final. Dura aproximadamente 3 horas, saindo de Stone Town, e valerá muito a pena.

The Rock: um restaurante literalmente no mar

O restaurante mais famoso da ilha, bastante turístico, é visita obrigatória. Conhecido pela sua localização, foi construído sobre uma rocha no mar, bem na frente da praia de Pingwe. Com a maré alta é necessário pegar um pequeno barquinho (oferecido pelo estabelecimento de forma gratuita) para chegar até ele. Com a maré baixa pode-se caminhar até o local com a água até o joelho. Não é uma praia ideal para o banho na maré baixa, pois os corais e as algas tomam conta do lugar.

O espaço é modesto, tem apenas 12 mesas, todas com vista para o mar. É aconselhável fazer reservar antes pela internet, principalmente em alta temporada. Os preços dos pratos individuais variam entre 20 e 30 dólares. A casa é especializada em frutos do mar e oferece peixes frescos capturados diretamente do Oceano índico, além de pratos vegetarianos e um menu infantil.

Se a intenção é fugir dos destinos tradicionais, podem ver que esse é um local que oferece passeios diferentes de tudo o que imaginavam. Com a viagem definida, vocês podem se inspirar em elementos da pré-viagem e pensar até em colocá-los na recepção, muitos casais fazem isso com festas temáticas. Com tantas belas paisagens, é possível informar aos seus convidados o seu destino no próprio convite de casamento, e, quem sabe, sugerir uma cota de ajuda para os familiares e amigos mais próximos.