Querência
Querência

A maior satisfação, logo que ganhar o anel de noivado, será contar para as amigas mais íntimas que a data está marcada, e que em breve precisará de seus conselhos para encontrar o modelo de vestido de noiva. Claro que muitos planos já estão traçados, como o estilo da decoração do casamento e qual o tipo de espaço que o casal tem preferência, mas as companheiras de longa data participam ativamente de diversas formas, preparando os famosos “chás” (de lingerie, de panela, chá bar...), e têm missões importante, inclusive a de acalmar a grande protagonista.

Embora algumas já estejam planejando seus vestidos de festa, sonhando com o cargo de madrinha, pode acontecer de que você tenha que lidar com a rejeição de alguma delas, deixando você perplexa e totalmente “sem palavras”. Mas, como proceder diante da recusa? Qual motivo a fez rejeitar o convite? Uma dúvida que talvez nunca saiba ao certo, mas para lidar de forma sadia com a situação, ajudamos você a superar a questão, e não deixar que nada comprometa a amizade.

Entenda seus motivos

Por mais que pareça incompreensível o fato de sua amiga de infância rejeitar o convite para ser sua madrinha, procure saber o que a está impedindo de prestigiar a hora do "sim" ao seu lado no altar. Mesmo que fique surpresa e decepcionada com a recusa, antes de tirar qualquer conclusão precipitada, procure saber o real motivo. Ela pode estar passando uma crise financeira e não ter condições nem de custear o aluguel do vestido de festa, ou não se sentir à vontade ao lado do padrinho que você determinou. Pode ainda ser muito tímida, e ficar assustada com a simples ideia de ter que ficar diante de uma igreja lotada de convidados.

Lembre dos anos de amizade …

Se depois de ter uma conversa sincera, explicando o quanto é essencial para você tê-la como madrinha, ela continuar se negando, procure entender suas razões sem ficar questionando. Mesmo que seja muito importante sua presença no altar, especialmente, quando a música da entrada do casamento começar a tocar, não a pressione para que mude de ideia. Afinal é sua amiga de anos e pode, realmente, estar num momento delicado ou ter uma questão particular, que a impede de aceitar o convite. 

Nathalia Frykman
Nathalia Frykman

Não tente forçar a barra

Claro que você tem liberdade de falar abertamente sobre como está chateada dela não compor o time das madrinhas, uma vez que, por muitas vezes, já trocaram ideias sobre a importância desse momento. Mas, mesmo assim, evite qualquer tipo de pressão.

Nem tente apelar para o lado emocional, dizendo que quer sua ajuda para colocar a tiara no penteado preso de casamento e assegurar que você está bem. Apenas avise que ela tem a possibilidade em aberto por mais uns dias, caso resolva voltar atrás e te dar a honra de prestigiar seu momento como madrinha. 

O importante é sua presença

Procure não perder a paciência ou entrar num atrito cada vez que tocam no assunto. Se você já tentou persuadi-la de todas as formas e não deu certo, não se esqueça da dimensão de sua amizade. Aceite e reafirme que está tudo bem, mas que deseja que ela esteja por perto na hora da troca das alianças e que torce para ela pegar seu buquê branco de noiva. Agindo assim, se ainda houver alguma possibilidade dela se sensibilizar e mudar de ideia, pode dar certo!

Jésus Lopes Fotografia
Jésus Lopes Fotografia

Além de toda a ansiedade dessa fase, não será fácil ter uma resposta negativa para um convite de casamento tão especial como esse, mas pode acontecer. Porém, nada deve atrapalhar um período tão marcante. Embora possa ter ficado frustrada com sua companheira de infância, lembre-se de que no caminho que vem pela frente só existe lugar para uma coisa: a eterna felicidade do casal. Para isso, é necessário manter o foco no seu dia tão único, e tenha a certeza de que uma amizade forte não será abalada por isso.