Se você foi convidada para um casamento em 2021 mas ainda não sabe o que vestir, separe alguns minutos para conferir esta seleção de vestidos de festa. Inspirada nas cores da primavera, a nova coleção Monique Lhuillier combina a moda leve e sofisticada diurna com peças luxuosas com vocação para o luar. Neste momento tão conturbado para o mundo, os designs pensados pela marca norte-americana possuem como principais influências a visão e as atitudes descomplicadas em relação à vida, privilegiando as silhuetas simples que oferecem conforto e beleza. Por que ter uma coisa ou outra quando se pode ter os dois no seu vestido?

Monique Lhuillier, que dá nome à empresa de estilo, é reconhecida internacionalmente como uma das designers mais importantes dos Estados Unidos. Ela, juntamente ao seu marido Tom Bugbee, é a grande responsável pelas criações fiéis a uma estética contemporânea e descolada que possuem entre os fãs nomes como Emma Stone, Blake Lively, Gwyneth Paltrow, Taylor Swift, Reese Witherspoon, Jessica Alba e a primeiras-damas Michelle Obama, entre outros. 

Materiais e padrões

Ao idealizar os vestidos de festa para primavera, a grife usou estampas botânicos, pregas e rendas delicadas para a confecção de looks modernos e leves. O romantismo dos laços e a ousadia das lantejoulas multicoloridas e dos tecidos metálicos surgem para trazer mais descontração às celebrações. Também pudera: Monique Lhuillier é conhecida por capturar a essência do luxo e da feminilidade em tudo que faz, das vestimentas aos acessórios pensados para noivas, madrinhas e convidadas.

Mais cor por favor

A coleção 2021 elegeu para a sua paleta de cores o cereja, o lápis-lazúli, o tulipa, o rosa e o índigo para elucidar o flerte e a sedução nas peças. As estampas em maior e menor escala replicam os formatos de flores e folhas em conexão com os casamentos realizados ao ar livre. 

Confecção artesanal  

Como grife que busca o luxo caprichoso e lúdico, os desenhos sob a assinatura são o refúgio das mulheres que apreciam o emprego das melhores técnicas de artesanato e de costura. Assim, os modelos de vestido de festa também costumam desafiar as convenções sobre o que é apropriado a se vestir durante o dia ou durante a noite, transitando muito bem entre os dois universos. Interpretação que também ocorre na linha de acessórios, calçados e bolsas da marca que, a exemplo do que ocorre na confecção das roupas, brinca com os tecidos luxuosos e as texturas dos materiais. 

Requinte além dos longos

Numa prova de que os vestidos de festa curtos e midis também podem ser sinônimo de sofisticação, eles são apresentados em diferentes comprimentos na construção de looks mais sexies ou mais românticos. Outro fator que influencia na percepção é o tipo de corte. Vestes mais soltas e fluidas, sob o signo da diversão, se opõem às ajustadas à silhueta, tradicionais aos anseios femininos de perfeição. A renda surge como a opção que consegue produzir múltiplos efeitos, capaz de unir as diferentes tribos. 

Frescor e leveza 

Além do comprimento, as alças e mangas curtas que dominam a cena brindam um estilo mais fresco de se estar bem vestida. Os bufantes sobre os ombros homenageiam uma feminilidade bem menininha que nunca sai de moda, evocando ainda uma melhor proporção com os quadris, lindamente adornados, na maioria das vezes, pelas saias rodadas.   

De tão versáteis, os vestidos de festa Monique Lhuillier podem facilmente também ser usados no dia a dia na construção de uma imagem pessoal mais chique e primaveril. Portanto, não é preciso reprimir sua paixão por nenhum dos looks por conta do medo de acabar comprando um ou mais vestidos de festa que mal sairão do armário.