Caixa de Fósforo

A famosa lista de convidados enorme pode trazer alegrias e tristezas. Por isso é importante escolher com carinho e sem pressão quem realmente vocês desejam que participe desse momento importante de suas vidas, e quem merece estar ao seu lado. Não podemos controlar as reações dos convidados, mas podemos tentar fazer com que eles sigam algumas regrinhas de bom comportamento, e assim todos saem ganhando.

1. Convidados solteiros

Chegar sozinha ou sozinho em uma festa de casamento não deve ser um problema para ninguém, mas sabemos que algumas pessoas se sentem deslocadas ou até com vergonha. Para as amigas e os amigos solteiros é recomendável perguntar se existe a intenção de levar alguém e averiguar se confirmam a presença do “plus 1”. Primeiro porque talvez vocês desejem uma festa mais íntima, e também porque qualquer pessoa a mais significa um aumento no orçamento da festa.

2. Celulares na festa

Os telefones celulares podem se tornar o grande inimigo da festa para os noivos. Já pensou alguém que não para de tirar fotos e publicar nas redes sociais? Sem falar no whatsapp e as mensagens trocadas durante a cerimônia. Nesses casos, vocês podem pedir ao cerimonislista (ou a alguma pessoa mais próxima) que avise claramente aos convidados sobre o uso moderado dos aparelhos eletrônicos. O melhor seria avisar a todos os convidados quando entrarem no local da cerimônia sobre essa “gentileza”, em um sinal de respeito ao casal.

Renato Silva

3. Conversas paralelas

Uma cerimônia pode durar de 45 minutos até 1h30. É claro que durante esse período os convidados vão ter vontade de comentar sobre vários assuntos da festa, incluindo o vestido da prima que mora longe, a curiosidade sobre o que haverá no buffet da festa e, claro, como o casal está maravilhoso. Sempre e quando esses comentários não sejam ditos em voz alta (mais alto do que o discurso do padre/celebrante), são bem vindos. Mas o melhor é que  todos tentem manter a sua atenção nos noivos, prezando pelo respeito também aos convidados sentados ao lado.

4. Convidados de branco

Não gostamos de ditar regras sobre a cor do vestuário para um casamento, afinal se trata de uma escolha pessoal e de estilo, mas a cor branca é privilégio exclusivo de uma pessoa: a noiva. Infelizmente ainda existem convidados que insistem em vestir-se de branco para ir a um matrimônio. Sempre vale a pena, mesmo que seja brincando, lembrar aos convidados – incluindo as mães e madrinhas – que o branco é exclusivo para você. Ofuscar a noiva, mesmo sem querer, é uma das gafes mais feias que se pode cometer em uma festa.

5. Se for convidado, tenha moderação

Se vocês conhecem bem os seus convidados, vão saber identificar aquele que bebe um pouquinho a mais da conta, ou aquele que adora fazer uma pequena “marmita” para comer no dia seguinte. O profissionais do buffet podem ser avisados sobre como atuar nesses casos, parando de servir bebida a algumas pessoas bem discretamente, e preparando pequenas porções da comida servida para que os convidados possam levar depois da festa. O mesmo impulso da marmita vale para os arranjos e toda a ornamentação. A lembrança da festa é decidida pelos noivos, e os convidados não devem desmontar a decoração porque gostaram das flores.

5. Crianças à vista

Os papais e mamães merecem ter seus momentos de diversão, e para que possam participar da festa como todos os outros convidados precisam ter certeza que seus “pimpolhos” também terão conforto. As crianças precisam de um espaço para elas; por mais educadas que sejam, não se pode exigir que sigam as mesmas regras de etiqueta dos adultos. Se vocês têm muitos convidados mirins pensem em um cantinho para eles, o que evitará um estresse para pais, filhos, e também para vocês.

6. Minha festa, minha música

Os noivos são os encarregados da lista de músicas, já que vocês dois são os grandes protagonistas. As canções devem ser escolhidas para agradá-los, mas também para que sejam animadas e agradáveis para os convidados. Ainda assim, ninguém deve ir até o DJ e mudar a playlist preparada, ou pior, pedir a vocês que se adaptem a outros estilos que não faziam parte da lista. O bom convidado irá dançar e curtir o som que a organização colocar. 

Jv Eventos

7. Não vá apenas para a festa

O casamento é um conjunto de rituais. A cerimônia religiosa e/ou civil, a recepção e, finalmente, a festa. Cada passo é importante para o casal que se propõe a viver esse momento, e se vocês convidam alguém, significa que essa pessoa foi convidada a fazer parte de todos passos. Alguns convidados "pulam" a primeira parte e vão diretamente para a festa, o que realmente é deselegante. Caso ele tenha um compromisso inadiável, se recomenda que avise com antecedência. Porém, o ideal é participar do início ao fim.   

Uma festa de casamento é feita para celebrar duas pessoas, mas é também um presente que vocês noivos dão aos seus convidados, uma oportunidade de festejar juntos e passar um momento de extrema alegria. As regras existem para ajudar o convívio, mas o bom e velho bom senso é o que realmente faz diferença para que todos se sintam bem e os noivos saiam com a melhor sensação.