Vethi Photography

Pode até ser que em algum momento da história dos casamentos, o visual do homens não fosse tao importante como o das mulheres, com seu vestido de noiva, a escolha do penteado para casamento e o sapato com o qual diria "sim". Mas hoje em dia os tempos mudaram, e no altar ambos são protagonistas: os visuais merecem importância na mesma medida. Isso veio com o aumento do leque de possibilidades, onde o noivo já não fica mais restrito apenas ao mesmo tipo de traje e de cores.

Com tantas opções, quando os convidados recebem o convite de casamento, já criam a expectativa para ver o vestido e também o que o noivo escolheu para subir ao altar. E para conseguir cumprir com o esperado, é preciso saber o que e quando escolher, por isso nada melhor do que um passo a passo para comprar o traje de noivo.

Rosamecanica

A escolha do tipo

De nada adianta sair em busca das lojas sem que tenha decidido antes qual o tipo de traje quer levar para o dia. Isso porque, caso saiam sem ter decidido, sua dúvida pode aumentar ainda mais, tornando a tarefa de bater o martelo mais difícil diante de tantas possiblidades.

Assim como a noiva deve ir em busca de um modelo de vestido de noiva específico, o noivo também deve saber se quer um traje clássico, um smoking ou uma opção mais descontraída. Delimitando as opções você também irá limitar as lojas que deve visitar, tornando essa busca muito mais fácil.

Betinho Reis

Alugar ou comprar

Definido o tipo de traje, agora chega o momento de saber se nos locais onde pretende ir a sua opção entre compra e aluguel estará disponível. Isso deve ser levado em conta antes, para que não tenha o desgosto de tomar a decisão de um modelo e só então descobrir que ele apenas está disponível na opção que não é a sua. Assim que decidirem o modelo do convite de casamento, tome um momento para considerar prós e contras entre comprar ou alugar, e decida bem. É preciso ter uma margem de tempo para que possa encontrar o modelo que atende ao que imaginava.

Mandar fazer

Mas se nem comprar ou alugar é a opção que te parece válida, mas mandar fazer um traje desde o zero é a sua escolha, é preciso que tome essa decisão com muito mais antecedência, como 6 meses antes do dia em que irá tocar a música para entrada de casamento, no mínimo. Essa opção irá precisar de muito mais tempo e de provas para não correr o risco de chegar na semana da festa sem que o modelo esteja finalizado. Agende com o alfaiate todas as provas que vão ser necessárias, com uma margem de tempo folgada do dia.

Davi Santi

Complementos

Assim como o modelo de penteado para casamento com seus acessórios finalizam o visual de noiva, o noivo também possui certos elementos que estão atrelados ao resultado final do seu look. Mas parta para a escolha desses elementos apenas após ter escolhido o principal, o seu traje. Isso porque ambos devem combinar e não devem ser pensados separadamente. Quando tiver escolhido estilo e cores do que irá vestir, pode começar a pensar na gravata, no boutonnière e tudo o que quer usar no grande dia.

Última prova

Independentemente de ter comprado, alugado ou mandado fazer, quando estiver com a festa praticamente pronta, com todos os elementos da decoração para festa de casamento comprados, lembrancinhas preparadas, devem incluir uma última prova do modelo do traje. O melhor momento para isso é duas semanas antes do dia C, para que, caso seja necessário qualquer ajuste, tenha tempo suficiente para isso, garantindo uma roupa com caimento perfeito.

M&C Fotografia

Assim como tudo que envolve o casamento, seja a escolha do profissional que irá fazer o bolo de casamento como sempre sonharam ou a elaboração da seleção de músicas para casamento, o traje também deve seguir uma agenda para que, dentro do prazo correto, o noivo tenha o seu visual definido e com tudo o que sempre imaginou.