Assim que bateu os olhos no perfil de Eduardo em uma rede social, Thais sentiu uma leve atração, e assim começou o que era para ser uma amizade virtual, mas conforme conversavam perceberam que tinham muito em comum. Quando ele a chamou para um primeiro encontro, perceberam que havia mais que uma mera conexão. Combinaram um cinema e antes do final do filme o primeiro beijo aconteceu, fazendo com que fosse o precursor de muitos. Sabiam que tinham muito mais haver do que a necessidade de que bate papos online, queriam ficar juntos e esta cumplicidade instantânea veio recheada de carinho. Durante o relacionamento de quatro anos nunca se separaram e o altar foi inevitável.

O pôr do sol como espectador

Já estavam juntos há dois anos e Eduardo sentiu que era Thais a companheira certa para passar o resto de sua vida. Ele planejou uma viagem como se fosse um final de semana romântico para relaxar, namorar e passear. Escolheu com cuidado para que o dia ficasse marcado para sempre, elegeu a praia como cenário. Sabia que o momento adequado iria surgir, e conseguiu deixar apenas a areia e o mar como testemunhas. Assim que caiu a tarde fez o pedido com o pôr do sol para coroar o acontecimento e deixá-lo ainda mais perfeito.

Realizando os desejos

Desde pequena Thais pensava em se casar ao ar livre, era um sonho de infância que sempre a acompanhou. Logo após o pedido começaram a visitar alguns espaços possíveis para uma linda cerimônia externa. Após meses procurando um local que fosse “o certo” descobriram a Chácara Morada do Senhor que, logo ao entrarem, souberam na hora que era ali que iriam receber suas bênçãos. Com uma incrível árvore centenária ao fundo do altar e muita natureza ao redor, sabiam que não teriam um cenário melhor para uma cerimônia encantadora.

Brincando com sua cor favorita

A ideia era uma decoração que tivesse totalmente a personalidade do casal, em um local que por si só já fosse bem charmoso. Quando encontraram souberam que não teriam muito trabalho com o décor, apenas adaptá-lo aos gostos pessoais. A única exigência é que o vermelho fosse destacado, por ser a cor favorita do casal. Tanto que a usaram como a cor dos vestidos das madrinhas para realçar o verde da natureza. As composições florais das mesas deram destaque às toalhas brancas com um suave degradê do rosa pastel ao vermelho. As flores do campo deram um toque delicado no caminho da noiva, combinando com grandes arranjos em destaque no altar e o resultado foi fantástico.

Encanto e suavidade

Thais optou por um incrível vestido de renda de corte sereia, com um corte elegante e totalmente em sintonia com o contexto de todo o enlace. O buquê trouxe ainda mais encanto à identidade visual da noiva, com uma coloração marcante que se destacava, mas foi o véu que deixou o look autêntico e surpreendente. Eduardo escolheu um terno escuro discreto e elegante para acompanhar sua amada, o que rendeu closes perfeitos na mão de Rodrigo Poli, profissional do estúdio Rodrigo Poli | Fotografia Autoral, que eternizou momentos especiais.

E no meio de tantas emoções, é certo que uma das passagens mais comoventes foi quando o pai de Thais a viu pronta, seus olhos encheram-se de lágrimas e foi a própria noiva que incubiu-se de acalmá-lo.