Muitas vezes esbarramos nas pessoas inconscientemente, mas só identificamos alguns sinais quando realmente saímos do automático e damos a devida atenção ao outro. São nesses momentos que coisas mágicas podem acontecer. Foi o que ocorreu com Priscila e Júlio que, após anos trabalhando na mesma empresa só haviam trocado cumprimentos, até que um dia tiveram um diálogo mais íntimo e notaram a sintonia inegável que os unia. Perceberam que eram tantos valores, posições e a mesma forma de encarar a vida que acendeu uma linda história de amor.  Esse dia foi como se estivessem se conhecendo, e o resultado foi que a conexão era muito maior do que poderiam supor.

Um pedido poético

Julio planejou um jantar romântico, num lugar bucólico, reservado e bem intimista, mas como se fosse uma noite comum para que Priscila não desconfiasse. Ele começou a fazer uma declaração carinhosa, de forma poética e profunda, tanto que até se emocionou com todos sentimentos que estava expressando. E ela, sem imaginar o que iria acontecer, ouviu um amoroso pedido de casamento. A resposta, obviamente, não poderia ser outra, um SIM em alto e bom tom.

E o dia C tomou forma

Desejavam que a cerimônia fosse no mesmo local, e em princípio pensaram em fazer em casa, só que os convidados não caberiam. Partiram para a busca com uma ideia em comum, um mini wedding para a família e amigos íntimos, mas que fosse num espaço charmoso e tivesse a personalidade do casal. Depois de percorrerem vários locais encontraram o espaço Casa Quintal, um casarão antigo em Higienópolis, São Paulo, com elementos ultra românticos, exatamente como buscavam. Com paredes de tijolinho contrastando com a mobília clássica repaginada era perfeito e, na hora, souberam que seria ali o destino certo para celebrarem a união.

Decoração na medida certa

O próprio espaço já trazia inspiração para um décor cheio de encanto e o que notaram é que não precisariam de muitos elementos para deixá-lo ainda mais incrível. O altar foi delicadamente ornamentado com folhagens e flores deixando a cerimônia encantadora. O estilo boho romântico foi destacado com objetos antigos, como máquina de escrever e gaiolas, espalhados sob aparadores com arranjos florais que foram determinantes para a ornamentação. Priscila optou por misturar várias flores com folhagens deixando as composições especiais e o resultado foi surpreendente, formando um ambiente muito aconchegante.

Looks com estilo

Seguindo a tendência da cerimônia Priscila adotou um vestido rendado charmoso, leve, romântico e extremamente elegante. O maior detalhe do look ficou por conta da faixa rendada na cabeça que se misturava ao véu e trouxe um toque boho também à identidade visual. Julio escolheu um terno escuro que se destacou com a gravata vermelha e um suave boutonnière. E, após a cerimônia, ele complementou o look com um elegante chapéu, deixando o traje muito especial e original.

Foi um enlace cheio de personalidade e repleto de passagens emocionantes, delicamente clicados com atenção pelo Studio na Casca, onde cada imagem transborda sentimentos. A noiva, ao entrar com sua mãe, já comoveu a todos logo de início, depois veio a homenagem que Júlio preparou para sua amada ao cantar “Você”, de Tim Maia, um dos instantes mais inesquecíveis e que deixou Priscila comovida. "Tinha muito a ver com o que vivemos no namoro", explica emocionada, ao recordar o momento. Só podemos desejar que sejam muito felizes!