Natália e Bernardo se conheceram em um ambiente que, à primeira vista, pode não parecer muito romântico mas, que no caso dos dois, funcionou perfeitamente: o órgão público onde ambos trabalhavam. Natália já estagiava ali e ele entrou em sua equipe. "Trabalhávamos na mesma sala, e tínhamos contato diário. Entre muito trabalho, piadas, e chimarrão, rolou o romance", diverte-se ela, e os dois seguiram em um relacionamento cada vez mais comprometido.

Já eram namorados quando, no natal de 2015, ela foi passar alguns dias na casa dos pais. Segundo Bernardo, nessa época a ideia de pedir Natália em casamento já existia. "Tanto que ele pediu para uma das madrinhas descobrir o tamanho do meu dedo para comprar a aliança. Mas como eu estava sempre com ele, pois já morávamos juntos, ele não tinha como comprar as alianças sem que eu soubesse", lembra ela. Aproveitando a viagem de Natália, Bernardo saiu em busca da aliança e a conseguiu.

Pedido de cinema

No ano novo, com Natália já de volta, os dois foram a Praia do Sonho, em Santa Catarina, para passar aí a virada com a família de Bernardo e alguns amigos. Já com a alianças compradas, no dia 30 de dezembro, em meio a um jantar, ele colocou em cima da mesa um porta-copo onde se podia ler o nome dos dois. Desde o primeiro encontro o casal colecionava porta-copos (ou descanso de copos) dos bares e restaurantes, então, quando Bernardo colocou na mesa o obejto com os nomes, a reação da namorada foi imediata. "Peguei o porta-copo e virei, só que, para minha surpresa, não tinha desenhos, e sim um "Casa comigo?". Me senti como nos filmes de comédia romântica", ela lembra, entre risadas. Depois de um pedido assim, a resposta só poderia ter sido positiva. E ela depois ainda o pediu para os seus pais e pedir autorização.  hahhahaa.

Harmonia nos detalhes

O casamento aconteceu no Sítio Girassol, local que os noivos haviam conhecido quando foram convidados para outro casamento que acontecia ali, e foram logo cativados pela beleza do ambiente. O sítio combinou um espaço cercado por verde, como os noivos queriam, e um valor acessível. "O sítio, por incrível que pareça, estava dentro do nosso orçamento. Se antes o lugar não tinha um significado especial para nós, agora com certeza tem, porque sempre lembraremos de lá com um carinho muito especial por tudo que vivemos", explica Natália. 

Com uma paleta de cores sofisticada, o enlace teve a cor branca como o carro-chefe, em contraste com detalhes como as flores do buquê, em bordô e amarelo seco. Natália disse seu "sim" em lindo vestido de corte império, com detalhes em renda e destaque para a transparência em suas costas, que deixou o conjunto ainda mais delicado. Bernardo, seguindo o estilo, boho e elegante de sua noiva, usou um traje escuro, e boutonniere de flores do campo, como o arranjo no cabelo dela.

Balões brancos

Para o casal o momento mais inesquecível foi a cerimônia. Fotografados pelas lentes atentas do estúdio Giovani Scherer Fotografia, os dois refletem a felicidade exata do dia, assim como todos os convidados, que também fizeram parte dessa história de amor. "Nós decidimos que queríamos a cerimônia fosse feita por pessoas que nos conhecessem e que soubessem da nossa história. Por conta disso, convidamos os padrinhos para celebrá-la", diz Natália. Para tornar tudo ainda mais emocionante, cada convidado recebeu um balão branco e, no final da cerimônia, os padrinhos pediram para que todos fizessem uma bênção para os noivos e soltassem os balões. "Foi lindo ver todos aqueles balões brancos subirem ao céu. Esse momento, com certeza, tornou nosso casamento muito mais inesquecível porque sentimos o amor de todos e o desejo de felicidade deles em relação à nossa união". E que sejam sempre felizes!