Juliana e Caio se conheceram no trabalho, mas somente depois de dois anos e meio se aproximaram e, como ocorre nos melhores histórias de amor, aos poucos foram se apaixonando. O primeiro beijo veio assim que saíram para jantar pela primeira vez, e no Réveillon, exatamente à meia noite, Caio declarou-se para Juliana. Com a certeza de que suas intenções eram sérias, a pediu em namoro. Engataram um romance promissor, e o desejo de ficarem juntos para sempre fez o relacionamento fluir e se tornar cada vez mais sólido. Descobriram no outro valores que eram concretos o suficiente para, juntos, formarem uma família e, aos poucos, o objetivo de oficializar a relação foi tomando forma até se transformar em realidade.

Um pedido mágico

Depois de alguns anos juntos, em uma viagem à cidade luz, a bela Paris, escolheram o roteiro perfeito para uma noite a dois, com um verdadeiro cenário de cinema ao fundo. Entre muitos passeios e novas descobertas, embarcaram em um cruzeiro pelo Rio Sena, ideal para ver pontos turísticos desde um ângulo singular. Durante o jantar, aquilo que era"apenas" mais um instante romântico da viagem ganhou mais significado: foi esse cenário que Caio escolheu para pedir a mão de Juliana, debaixo do ceú parisiente. Romântico e inesquecível, a única resposta possível para o pedido só poderia ter sido um sonoro "sim"!

A escolha do local

Queriam uma cerimônia intimista com a família e amigos e, para isso, o maior desafio de cada casal é sempre encontrar um lugar que tenha o estilo de ambos. No caso de Juliana e o Caio, o lugar dos sonhos ganhou forma com o espaço Casa da Nina, um local acolhedor como uma verdadeira "casa", com aspecto antigo e charmoso, em que os noivos sentem-se como se estivessem realizando o casamento em seu próprio lar. O jardim com árvores frutíferas, bem no coração da maior cidade do Brasil, é tão gracioso que foi fundamental para a cerimônia ao ar livre que estavam planejando.

Uma cerimônia graciosa

A abertura da cerimônia foi encantadora, com a entrada das crianças caminhando sobre pétalas, emocionando a todos e anunciando que a noiva estava chegando. Juliana optou pelo corte império em renda para o seu vestido, complementado coms mangas japonesas e decote V , que combinou perfeitamente com o contexto do local. O detalhe do decote nas costas e a textura bem trabalhada do modelo foram o diferencial para o look.

Caio não conseguiu esconder a felicidade ao ver sua amada tão linda, tudo devidamente captado pelas lentes da fotógrafa Luciana Teixeira, à frente do estúdio Luciana Teixeira - Fotografia e Imagem, que sensivelmente registrou a alegria e o comprometimento do casal, que transborva em sorrisos. A prioridade dos noivos era um décor delicado e aconchegante para fazer e consagrar seus votos com a família e amigos mais queridos, e assim aconteceu.

Foi um dia único tanto para o casal quanto para os familiares e amigos que testemunharam o momento. Os dois partiram para uma lua de mel inesquecível e mais do que merecida, no México, com a sensação de dever cumprido. A expectativa de darem o passo para viver como marido e mulher era evidente no rosto dos dois, que inspiravam amor em todos os momentos de um dia que se tornou um marco em seu relacionamento.