Muitas perguntas surgem quando o assunto é a vida sexual de um casal. Independente da etapa de namoro ou casamento, a calmaria sexual pode ainda aumentar quando começam os preparativos para a festa, já que os noivos se desdobram entre a escolha de decoração de casamento e o trabalho, arrumar a casa e ainda buscar pelas lembrancinhas de casamento especiais. Muitos são os fatores que influenciam na vida do casal, mas o problema só está em como encarar essa fase. Se vocês estão muito estressados com os preparativos e acabam tendo mais cabeça para o vestido de noiva e traje de noivo, aqui estão algumas dicas valiosas para passar por essa fase da melhor maneira.

Pequenos gestos e atitudes

Cultive o desejo fora da cama. Pode ser diferente do que experienciaram no início da relação, mas manter o interesse sexual aceso é importante. Se a relação do casal está equilibrada e vocês conservam a admiração mútua, o desejo se mantém, ainda que estejam nos momentos estressantes dos preparativos, como na busca pela gráfica para convites do casamento. Para mantê-lo vivo, pequenos gestos podem fazer a diferença. Preparar surpresas sutis, como um café na cama, um champanhe no meio da semana, um presente fora de época. Ninguém resiste a um bom mimo. Isso envolve também pequenas viagens, como luas de mel, durante o ano. Sempre que conseguirem uma folga no trabalho ou encontrarem alguma oportunidade, fujam da cidade para curtirem um tempo a sós, saindo da rotina.

Namorar é importante

Se vocês já têm filhos, sabem que às vezes é preciso encontrar momentos a sós. Muitas vezes, depois que o bebê nasce, o casamento e a relação “homem x mulher” muda. Agora são pai e mãe, mas nem por isso devem deixar de ser namorados. Vocês precisam ter os próprios momentos para que o sentimento nunca seja adormecido. Ainda que tenham muitas obrigações na rotina, nunca deixem de reservar um momento onde se esqueçam de todos os problemas, como se fosse o primeiro encontro. Programas fora de casa, por exemplo, onde vocês se vêm não apenas como pai ou mãe, mas como os namorados do início. Não deixem de se arrumarem um para o outro, para manter vivo esse sentimento.

Lembre-se de que a rotina é uma armadilha, é importante não deixá-la acabar com o que vocês construíram durante anos. Busquem abrir a cabeça para o mundo de possibilidade que os dois podem criar. Não se apeguem a tabus e conceitos pré-estabelecidos sobre o que um casal deve ou não fazer. Quem sabe no momento de fazer a playlist com as músicas românticas de casamento não aproveitem para reafirmarem que são namorados?

Conheçam um e outro

Sim, vocês já conhecem os defeitos e qualidades um do outro, já sabem se têm o mesmo gosto para uma decoração de casamento rústica ou tradicional. Mas é importante também se conhecerem na cama. Saber como o parceiro sente prazer e que ele também saiba como você funciona nos momentos íntimos é imprescindível para uma vida sexual saudável e duradoura. Jogue com a vantagem da intimidade que adquiriram nesses anos e deixe de vangloriar o sexo do início da relação. Sua vida sexual pode se tornar muito melhor quando vocês adquirem intimidade e podem conhecer exatamente a engrenagem de um e outro, e estarem abertos para novas possibilidades.

Respeito mútuo

É muito importante lembrar que nem tudo se resolve na cama. Algumas vezes, um dos dois, ou ambos, não se encontram no clima para o sexo, e não há nada de errado com isso. Não se sintam pressionados em não deixar o sexo esfriar só porque já trocaram os votos com frases curtas de amor. A relação só será prazerosa quando ambos se encontram no clima. Respeite os seus desejos e os de seu parceiro, sem cobranças. Se souberem levar os altos e baixos da relação sexual, vocês podem juntos descobrir métodos para alimentar o fogo da paixão. E quando se derem conta que essa parte da relação começa a esfriar, nada melhor do que a sinceridade. Se existe uma questão, independente do assunto, o casal deve abordá-la e esclarecer o que está incomodando o outro. E com o sexo não é diferente. Criem novas propostas, deem vazão às fantasias.

O trabalho não termina após a festa, depois de tocada a última música de casamento, quando se despedem dos convidados e chega a hora de tirar o sapato de noiva e noivo, é o início dessa vida a dois que requer também dedicação para que ela seja eterna. Se esforcem para manterem viva a vida sexual e o romantismo que são essenciais para a relação.