Saltar para o conteúdo principal
Casamentos

8 Momentos em que é recomendável tirar a aliança (por cuidado!)

As alianças são o símbolo maior da promessa de amor de um casal, e merecem atenção diária. Há situações da rotina em que é melhor deixar a joia guardada para manter o brilho e o metal intactos e duradouros. Vejam quais!

Ainda sem as alianças para o casamento? 💍
Peça informações e preços a negócios de Joalheria perto de você

Studio Wilson Vídeo e Foto Produções

O momento da troca de alianças entre o casal é um dos mais esperados e emocionantes em uma cerimônia de casamento. É quando firmam o compromisso da união diante de todos os convidados e do celebrante e dizem "sim" a uma nova vida em união. E o objeto que representa esse instante não poderia ser mais simbólico: a alianças que acompanhará vocês para sempre, uma joia que participará do dia a dia do par e, por isso, é necessário levar em conta muitos cuidados com ela. Será necessário, por exemplo, tirá-la em alguns momentos, para que não corra o risco de arranhar ou estragar o metal. Confiram outras ocasiões em que guardar a sua aliança de casamento é mais do que recomendável!

Rudi Dias Fotografia

1. Na hora do banho

As alianças ouro e prata são produzidas com qualidade e excelência, para que vocês não precisem tirá-las o tempo todo. Mas os cuidados com alianças de ouro, principalmente, são sempre recomendados! A dúvida sobre se pode tomar banho com aliança de prata também é comum, pelo receio de que o metal mude de cor ou textura, mas os profissionais que trabalham com esse material garantem que é possível. Ainda assim, assim a hora do banho é um momento em se deve evitar usá-las, por conta dos sabonetes e cremes que tocam as joias. E, durante a ducha, o contato com a água pode deixá-las mais escorregadias, ou seja: há risco de que saiam dos dedos. E para quem tem cabelo longo, elas podem ficar presas nos fios. Em resumo: melhor prevenir qualquer pequeno acidente!

2. Ao lavar as mãos ou passar álcool em gel

Em tempos de maior cuidado por conta da pandemia do coronavírus, lavar as mãos e passar álcool em gel para minimizar os riscos da doença é fundamental, segundo recomendação dos órgãos de saúde. Portanto, essa prática é mais eficaz se as mãos estiverem livres de anéis. Tirem as alianças, neste momento, para higienizar as mãos e depois coloque-as novamente. Além disso, o uso constante de sabão e álcool em gel pode danificar a joia dependendo do material.

Ricardo Sousa Photo

3. Durante os exercícios

Os frequentadores de academia já sabem que não é indicado usar acessórios enquanto fazem exercícios físicos. O suor das mãos e o contato com equipamentos podem incomodar e arranhar a joia especial. É melhor guardar em um local seguro e evitar riscos.

4. Na hora da faxina

Alvejante, detergente, álcool, entre outros produtos químicos, podem comprometer o acabamento da aliança durante a faxina da casa. O ouro é um metal macio que amassa e pode arranhar em contato com objetos pontiagudos e coisas do dia a dia. A joia cravejada corre o risco de quebrar as partes que seguram as pedras por causa das batidas eventuais em móveis. Guardar a aliança para limpar a casa e lavar roupa vai garantir a manutenção da peça e deixar vocês tranquilos nas tarefas.

5. Antes de cozinhar certos pratos

O cuidado com a aliança deve se estender quando se trata de preparar a comida, principalmente se for misturar os alimentos com as mãos. Por conta da quarentena, muitas pessoas aderiram à produção caseira de bolos e pães e é mais higiênico estar com as mãos limpas e livres de acessórios.

6. Na praia

Seja para a lua de mel ou para uma viagem futura, se o destino escolhido for uma praia, é indispensável o uso do protetor solar, e é provável que usem óleos e cremes hidratantes também, o que acumula gordura na joia. Dependendo do material, a aliança ainda pode ser afetada pela água salgada. Além disso, se não estiver bem firme no dedo, corre o risco de perdê-la em um mergulho no mar ou na areia. Com certeza vocês querem que a viagem a dois seja inesquecível, sem imprevistos.

7. Na piscina

Os mesmos cuidados que devem ser tomados na praia servem para a piscina, com o adicional do cloro na água que é um produto químico e pode modificar o anel, tornando-o opaco e mais frágil. O uso de produtos oleosos, como bronzeadores, pode facilitar que a aliança fique mais escorregadia e perca o brilho gradualmente. Às vezes tirar o anel segue o ditado: “é melhor prevenir do que remediar”.

8. Dependendo do trabalho que exercem

Em determinados trabalhos nos quais se utilizam muito as mãos, é melhor deixar a aliança bem guardada, como médicos, enfermeiros, mecânicos, cozinheiros, massagistas, jardineiros ou floristas, por exemplo, entre outros. Produtos alimentícios, terra e outros resíduos podem grudar na joia, danificar, arranhar ou até mesmo incomodar na hora do serviço, mesmo com o uso de luvas.

Os Berôs Fotografia

As alianças normalmente são produzidas com metais bem resistentes, que não danificam com facilidade. Se esse é o seu caso, você pode escolher seguir uma ou algumas das sugestões. Mas, independentemente do material, os cuidados com a aliança são sempre bem-vindos! Inclusive na hora de uardá-las. Caixinhas, pratinhos, porta-joias são ótimos aliados nessa hora e podem até ser personalizados com a estampa e tipografia do casal. Quando forem sair com a aliança no dedo, levem um saquinho de veludo na bolsa, se necessário. Vamos cuidar desse elo precioso!

Ainda sem as alianças para o casamento? 💍
Peça informações e preços a negócios de Joalheria perto de você