Vitor Barboni Wedding PhotographerVitor Barboni Wedding Photographer

O começo de uma relação é sempre perfeito e maravilhoso. Até os maiores defeitos do outro se tornam invisíveis, e o nosso par nos parece uma pessoa perfeita em todos os aspectos. E esse sentimento às vezes volta com força total durante a organização do dia C, Mesmo nos conflitos para a escolha das lembrancinhas de casamento ou para decir a melhor paleta para o décor acabam encontrando facilmente uma solução.

Mas o planejamento e a festa infelizmente não duram para sempre. Depois que o dia acaba e que tiram o traje e o vestido de noiva, a vida real começa e, com o passar dos meses, essa nova dinâmica de dividir o mesmo teto nem sempre é fácil. Podem acabar por ver situações de conflito que antes nem sabiam que existiam, apenas por estarem agora vivendo juntos. Então, como ultrapassar essa fase de adaptação da melhor maneira?

Compras para casa

Nem todo mundo gosta de ir ao mercado, mas sabemos que essa tarefa é essencial para o conforto de vocês e para a higiene da casa. Separem e delimitem um dia da semana ou uma vez a cada 15 dias para poderem ir juntos ao mercado, assim compram o necessário para limpeza e aqueles itens que os dois consomem, além do que cada um gosta. E nas outras ocasiões, podem revezar em quem fará a compra do que falta a cada semana, assim um pede ao outro o que comprar e ninguém fica sobrecarregado.

Tarefas domésticas

Muitas vezes essa é uma pauta de grandes discussões. É possível que já comecem a ter uma ideia de quem é o mais organizado para cumprir com as tarefas do casamento, aquele que sempre comparece nas reuniões, seja com fornecedores do bolo decorado para casamento, para cuidar do buffet ou saber mais detalhes do modelo de convite de casamento. Mas se alguém do casal mostrou menos habilidade para certos afazeres da organização, isso não pode seguir ocorrendo quando chegar a rotina do dia a dia da casa, onde o mais saudável é que as tarefas sejam bem divididas

Antes de um possível conflito começar, definam que ambos devem ajudar a manter a casa em boas condições sempre. Podem separar por mês quem fica responsável por cada cômodo da casa, ou definir segundo as suas afinidades, ficando com a limpeza e as tarefas com as quais têm mais facilidade, e assim os dois se ajudam simultaneamente.

Dividindo o armário

Se em muitos casos o seu armário já não era suficiente, já pode imaginar no que isso pode acarretar na hora de dividirem o mesmo espaço. Ambos precisam ceder para terem disponível no armário um um espaço proporcional ao seu volume de roupas e acessórios, mas a divisão deve ser justa. Se sabem que isso será um problema, considerem a compra de uma nova cômoda ou arara para que os dois possam estar confortáveis no novo lar. Claro que se um possui mais roupa que o outro pode ocupar um espaço maior, mas o que sobra, é suficiente?

A personalidade de cada um

Quando começam a decorar a nova casa podem encontrar mais conflitos do que na hora de escolherem a decoração para festa de casamento. É nesse momento que seu par aparece com aquela peça de arte de gosto bastante questionável e se vocês vêm em um impasse de como conseguir incluir todos os elementos nesse novo lugar que é dos dois. Lembrem-se de que será necessário ceder e com muita conversa. Deixem que tanto um como o outro possa colocar seus objetos na casa e deixar sua personalidade presente no espaço, só assim sentirão que é um lar e que realmente tem a sua essência, a essência do casal.

Laura Aidar - FotografiaLaura Aidar - Fotografia

Nem sempre os primeiros meses de casados são um mar de rosas como muitos casais costumam relatar. É normal que, depois de dançarem juntos as mais românticas músicas de casamento e trocarem as declarações de amor no altar, encontrem certos conflitos quando começarem a dividir o mesmo espaço. O importante é saber lidar com todas as situações encontrando soluções plausíveis de forma saudável.