Take 7 Films
Take 7 Films

No mundo pós-coronavírus, seguir os protocolos de saúde corretamente é essencial para garantir o bem-estar de todos. Na celebração do casamento, é importante que todos sigam as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), a começar pelo uso das máscaras, para impedir o contágio e a proliferação da doença. Outra providência que não deve ser descumprida é a necessidade do distanciamento social. Mantendo-se um espaço saudável, é possível garantir a diversão de todos, mesmo na pista de dança.

Para que a diversão seja completa, melhor ainda se as faixas escolhidas pelo DJ forem recheadas de referências de passos que possam ser executados sem um parceiro ou parceira de dança. Neste artigo falaremos de algumas elegíveis para se balançar o esqueleto sem sentir culpa na pandemia. Elas são prova viva de que, mesmo a mais alguns metros de distância, é possível extravasar a alegria pelos pés conjuntamente, e ser muito feliz!  

Beth Alvarez
Beth Alvarez

1. “Everybody”, Backstreet Boys

Boy bands são um prato cheio no quesito “dancinhas”. As faixas musicais sempre vieram acompanhadas de uma coreografia pronta e relativamente simples para encantar a plateia e transformá-las em sucesso instantâneo. Aqui elegemos os Backstreet Boys como a representante de todas por ser uma das bandas mais bem sucedidas da história e, portanto, uma referência! A música “Everybody” é até hoje lembrada pelo seu clipe, que teve inspiração óbvia em “Thriller”, do Michael Jackson, inclusive nos passos executados pelos cinco cantores. Uma escolha certeira para figurar entre as músicas da festa. 

2. “Single Ladies”, Beyoncé

Uma das maiores divas pop não poderia faltar. Conhecida também por ser uma grande performancer, é quase impossível escutar “Single Ladies” sem tentar replicar ao menos um dos passos apresentados por Beyoncé no clipe. A música pode ser lida como a reclamação de uma mulher solteira ao seu ex-companheiro pelo fato de nunca tê-la pedido em casamento. Por isso, a parte em que ela executa movimentos com a mão esquerda demonstrando a (falta de) aliança é especialmente divertido em casamentos, sobretudo para a pessoa dentro do vestido de noiva. 

FH Eventos Assessoria e Cerimonial
FH Eventos Assessoria e Cerimonial

3. “Gangnam Style”, Psy

Primeira música a alcançar com o clipe a marca mundial de 1 bilhão de visualizações no YouTube, “Gangnam Style” zomba na letra, e na dança executada pelo cantor coreano Psy, do modo de vida dos novos ricos de Seul. O humor está presente na forma um pouco ridícula de se mexer do intérprete e das dançarinas, o que reforça o natural dom viral (ops!) da coreografia e da faixa.  

4. “Desce pro play (PA PA PA)”, de Mc Zaac, Anitta, Tyga

Uma trabalho de Anitta, uma das maiores artistas brasileiras da atualidade, em parceria com MC Zaac e Tyga, também já nasceu com sugestão de dança. A cantora lançou até vídeos em suas redes sociais ensinando os passinhos, com milhares, quiçá milhões, de fãs replicando cada um deles. Uma estratégia lançada revela atenção ao grande apelo do Tik Tok entre os jovens, que acabam por impulsionar os streamings. 

5. “Problema Seu”, de Pabllo Vittar

A cantora drag queen brasileira de maior visibilidade tem como marca a disposição em entregar músicas bem coreografadas. Em “Problema seu”, ela conseguiu proliferar as marcações a cada batida, com direito a muito rebolado e pose, também observadas em singles posteriores. “Parabéns”, por exemplo, também promete agitar a pista de dança. 

FH Eventos Assessoria e Cerimonial
FH Eventos Assessoria e Cerimonial

6. “Maniac”, do Michael Sembello 

A música foi eternizada no filme “Flashdance”, de 1985, em que a protagonista Alexandra Owens, interpretada pela belíssima Jennifer Beals, treina incansáveis passos de dança a tendo como pano de fundo. A cena habita o imaginário popular de tal forma que sobrevive às gerações, assim como a rápida movimentação dos pés durante o refrão. Recomenda-se o uso de sapatilhas para que ninguém se machuque tentando reproduzi-la.    

7. “Don’t Start Now”, da Dua Lipa

O sucesso da música foi potencializado no Brasil com a edição do Big Brother Brasil 20, em que a participante e cantora Manu Gavassi fazia questão de dançá-la em todas as festas com coreografia de sua própria autoria. Sendo um fã ou não do reality show, é inegável que os passos romperam barreiras e conquistou muitas famílias, que produziram vídeos dançando conjuntamente.

History Produtora
History Produtora
  

8. “Dança da Mãozinha”, do Tchakabum

Provando que esta seleção é eclética, trouxemos diretamente dos anos 1990 um ícone da axé music. Toda a letra narra como dançar ao som da batida, sendo, portanto, auto explicativa. Se ainda assim restarem dúvidas ao convidado sobre o que fazer, basta olhar ao seu redor. Certamente haverá uma série amigos do casal se divertindo com ela animadamente. Basta imitar o que fizerem. 

9. “Loving Every Minute”, Lighthouse Family

Para quem gosta de baile charme, esta é irresistível. A cadência da música é perfeita para colocar todos dispostos em tentar ao menos o “pé para a frente, pé para trás” com este sucesso da banda Lighthouse Family. O movimento do charme remonta dos bailes de soul e funk dos anos 1970 e aposta em muito R&B contemporâneo e new jack swing, entre outros ritmos da música negra. Os passos, ensaiados em frente ao espelho, são reproduzidos no baile com as pessoas dispostas em fileiras e bom espaço entre elas para executar os movimentos. Touché, coronavírus. 

E essas são apenas algumas das músicas para casamento que se encaixam nesta proposta de entreter um grande número de pessoas sem descuidar do distanciamento social. Existem outras que podem ser acrescidas depois de combinar com o DJ ou a banda. Selecionem aquelas que mais os(as) agradam, acrescentem as que não foram contempladas nessa lista, e já comecem a imaginar os amigos e familiares curtindo a playlist.