Dream Image - Foto e Filme
Dream Image - Foto e Filme

Se você nunca ouviu falar em moodboard é provável que esteja se indagando o que raios é isso depois de ler o título deste artigo. A gente explica: é um mural composto por imagens e outros elementos visuais através de colagens que representam a essência de quem o monta, muito utilizado por designers, arquitetos e artistas. Nele, tais profissionais testam combinações e reúnem referências até chegar a uma paleta de cores, texturas e estilos que estão de acordo com personalidade pretendida para se implementar a um espaço. Logo, o moodboard dá o direcionamento sobre a identidade visual, listando tons, itens e materiais que estão de acordo, algo que muito beneficia o planejamento da decoração de casamento.

Todos os profissionais que irão preparar o material gráfico e tudo relacionado à ornamentação da festa devem ser pautados por ele. Ali, conseguirão visualizar a aparência e a sensação que o casal quer ter no grande dia. 

Rafa Bernardo
Rafa Bernardo

Monte um questionário

Antes de começar a montar o seu moodboard, converse com o seu par sobre o que pretende. Separe um tempo para que possam chegar a um consenso. Preste atenção a todas as ideias e as anote para ter um norte sobre o que gostariam. Algumas perguntas podem ajudar nesse serviço.

  • O que gostamos de fazer juntos?
  • Gostaríamos de algo mais formal ou mais descontraído?
  • Somos festeiros ou mais comedidos?
  • Quais são os nossos lugares favoritos?
  • Que lugares são especiais para nós? 
  • Em que estação do ano iremos nos casar? 
  • O que definitivamente não queremos?
  • O que não tem a ver conosco?

Crie também uma lista de palavras para descrever as sensações que gostaria de empregar ao casamento. Palavras como “íntimo”, “aventureiro”, “descolado”, “nostálgico”, “bobo”, “alegre”, “aconchegante”, “descontraído”, “romântico” e “caloroso”.

Pense visualmente

Tente destrinchar cada uma dessas palavras em outras com um significado mais visual. Para isso, empregue termos como “elegante”, “boêmio”, “minimalista”, “etéreo”, “moderno”, “colorido”, “exuberante”, “clássico”, “vintage” e “rústico”. Isso irá ajudar a dar uma cara aos sentimentos e motivações. Feito isto, use essa segunda leva de palavras para fazer uma busca no Pinterest e encontrar centenas de fotos de inspiração para a decoração de casamento. As melhores ideias devem ser selecionadas para o moodboard. Diferente do que acontece com um painel no Pinterest, o seu próprio mural conseguirá ser mais específico na missão de fazer uma imagem mais fiel real de como está ficando a cara da sua recepção. 

Faça mais perguntas

As perguntas a serem respondidas por você e o seu par estão apenas começando porque o trabalho de pesquisa precisa ser rico. Então, implemente algumas como:

  • Que tipo de espaço teremos? (Pesquise por casas e ambientes que tenham a ver) 
  • Que roupas, acessórios e demais itens de moda explicam o meu estilo? 
  • O que pode ser aproveitado do meu estilo para o design do casamento?
  • Que tipo de tipografia eu gostaria de usar?
  • A tipografia tem a ver com a proposta geral?

Pensar no próprio estilo geralmente leva as pessoas a serem mais observadoras com todo tipo de estética que as rodeia. Por isso, procure também fotografar tudo que achar interessante.

Bruno Franco
Bruno Franco

Comece o moodboard

Agora que você e seu par já conseguem comunicar o que querem, refina suas inspirações. Peguem as 10 melhores imagens separadas na busca e comece a criar o mural. Olhe bem essas imagens e perceba as cores usadas repetidamente: elas compõem sua paleta de cor que irá pautar a escolha dos arranjos florais, estampas, tecidos e etc. na decoração de casamento. Para isso, tudo que só existir no computador deve ser impresso e posto lado a lado com o que é real, como amostras de tecido. 

Encare o seu mural

Por mais que amemos o Pinterest e o Instagram, quando se trata de coletar inspirações para o casamento, a criação de um quadro físico é o que traz os melhores resultados. Armazenar tudo no mundo digital pode levar a uma mentalidade "longe da vista, longe da mente". Por isso, o moodboard deve existir fisicamente e colocado num lugar onde o veja todos os dias. Isso irá ajudar a fixar na sua mente todo o aprendizado que teve sobre as cores, o estilo e etc. Tê-lo montado e perto dos olhos funcionará ainda para submetê-lo a um teste final. Esse conjunto de colagens te inspira a ter todos os sentimentos e sensações que você quer evocar no seu casamento? Se a resposta for positiva, inicie a busca pelos fornecedores que ajudarão a tirar essas ideias do papel. 

Dream Image - Foto e Filme
Dream Image - Foto e Filme

Não tente inverter o processo

Todo esse passo a passo ajuda a descobrir sua paleta e estilo organicamente. Não é porque o casal é obcecado por rosa e ouro que isso significa que essas cores funcionarão com a estética geral na decoração de casamento. Desapegue de tons específicos e veja o que surge. Você pode se surpreender com o que surge fora dos seus favoritos

Mostre-o aos fornecedores

O painel não será útil apenas para que o casal faça o planejamento do casamento. Os fornecedores irão amar poder ver o que se passa na cabeça de vocês. É útil para que todos tenham uma mesma visão e meta. Com isso, todos os envolvidos não precisarão ficar constantemente ligando para tirar dúvidas simples. 

Marcio Ribeiro Fotografia
Marcio Ribeiro Fotografia

Esperamos que com essas dicas o par fique confiante em iniciar o seu próprio moodboard. Ele sana toda e qualquer dificuldade que possa surgir para a visualização do estilo e das combinações, ajudando ainda a entender os anseios de ambos. O ideal é que consigam juntar sem pressa, um pouco por dia, todas as ideias até finalmente baterem o martelo sobre o que será inspiração e o que deve ser descartado. O fator tempo é crucial para que se possa encarar o quadro e fortalecer as decisões expostas nele, sem dar espaço para os arrependimentos. Confie nele e verá que as dúvidas serão mais rapidamente resolvidas.