Stylos Digital

É praticamente impossível encontrarmos alguém que nunca sentiu uma pontinha de ciúme. Faz parte das emoções naturais de todo ser humano que, alguma vez na vida, experimenta esse sentimento. A maioria dos psicólogos afirma que homens e mulheres podem ser ciumentos no mesmo grau. Geralmente, demonstram medo de perder o ser amado ou muita desconfiança no outro. O maior problema é que algumas pessoas não conseguem moderar o sentimento e o excesso de ciúmes pode gerar comportamentos inapropriados. Portanto, leiam esse artigo e vejam algumas dicas para controlar esse sentimento.

1. Autoestima

Procurar sempre ter pensamentos que mantenham a autoestima em alta é perfeito para manter o equilíbrio em qualquer situação. O medo de perder a pessoa que amamos acaba gerando ciúme por bobagens e muita insegurança.  Acreditar em si mesmo é a base para ter controle e não permitir que a desconfiança sobre o outro estrague a relação.

2. Analise bem a situação

Antes de imaginar qualquer coisa “pecaminosa”, analise friamente a situação. Procure ver pelo lado de fora antes de espernear. A pessoa que é muito ciumenta pode enxergar de uma forma irreal e transformar qualquer ação corriqueira do dia a dia em “suspeita”. Uma pequena conversa com um amigo ou uma amiga pode ser vista com uma traição pelo ciumento, assim tenha muito cuidado.

3. Relacionamentos anteriores

Ter tido muitos relacionamentos anteriores ou ter traído em outras ocasiões não quer dizer que a pessoa vá fazer a mesma coisa agora. Deixe o passado para trás e não deixe o fantasma do ex ou da ex perturbar a harmonia e felicidade do relacionamento,

4. Sempre confie no outro

Casais felizes confiam plenamente um no outro, assim antes de qualquer suspeita, acredite na pessoa que está ao seu lado. O suporte para manter um casamento sadio é a confiança plena. Não dá para construir uma vida feliz com outra pessoa quando você está sempre com o “pé atrás” e duvida de todas as suas ações.

5. Ciúme não é prova de amor

O ciúme excessivo e doentio não é prova de amor, é possessão. Quando a pessoa chega ao ponto de fazer barraco cada vez que o outro cumprimenta uma pessoa do sexo oposto o relacionamento está à beira de um colapso. É chato, desagradável e pode acabar com momentos que seriam muito especiais. Procure não ver com maldade atitudes de amizade ou de simples convívio em sociedade.

6. Converse sobre o assunto

O relacionamento deve ser aberto e franco, se pretende passar o resto da vida com a pessoa que está a seu lado, abra seu coração e demonstre seus medos e insegurança. A cumplicidade e a sinceridade só fortalecem o relacionamento. Não tenha receio de expor sentimentos que estão perturbando a vida a dois.

7. Ajuda especializada

Se não consegue se conter e já fez tudo o que podia para não ter esse sentimento, procure um psicólogo. Ideal para salvar um relacionamento maravilhoso e sólido que está se desgastando apenas pelo excesso de ciúme. Busque ajuda profissional e se precisar faça terapia para não perder o grande amor da sua vida.

Quando encontramos o amor verdadeiro devemos fazer tudo para mantermos o relacionamento tranquilo e harmonioso. Assim, toda vez que aparecer pensamentos nocivos ou suspeitas infundadas, não permitam que atinja a vida a dois e destrua o que custou tanto para encontrar.