Seguimos ao seu lado nesse momento. Consulte o nosso Centro de Ajuda.
Casamentos

7 Medos que a noiva guarda a sete chaves! E conselhos para ficar mais leve e tranquila

Cada noiva é um universo, mas existem algumas sensações pelas quais quase todas passam, e quanto mais consciente você estiver que tudo o que sentir é absolutamente normal, mais leve será todo o processo desde a organização até o "sim".

We Are Moments

As mulheres que estão prestes a subir no altar podem vivenciar sensações confusas e até se verem diante de alguns temores que talvez, antes do casamento surgir do horizonte, nunca haviam experimendo. Isso não faz de nenhuma delas uma bridezilla. É impossível não ser tomada por um sentimento forte de perfeccionismo. Algo que, provavelmente, se aplicará tanto às escolhas de cunho mais individual do dia, como o vestido de noiva, até aspectos gerais, como a decoração, seleções... O problema é que, somando estes itens, eles podem virar uma bola de neve de preocupações.

Se você se sente assim, é preciso respirar fundo e tentar entender o que está ocorrendo. Para que esse momento seja desfrutado do início ao fim, sem maiores sofrimentos, fizemos uma lista de medos secretos (ou não tão secretos) que as noivas têm e que, sim, podem ser controlados. Você não precisa sofrer em silêncio e sentir que é a única pessoa do mundo a passar por tudo isso. Noivas: uni-vos! Vocês vão ficar bem.

Chris Ferreira Fotografia

1. "E se tudo der errado?"

Lendo pode parecer absurdo que algo assim passe pela cabeça da noiva. Afinal, trata-se de um evento tão bem planejado e, na maioria das vezes, com muita antecedência. Mas a verdade é que essa frase sempre estará martelando na mente, porque é uma forma também de estar atenta a tudo o que pode acontecer no dia. É possível que a previsão do tempo se engane e que haja chuva? Sim, é possível. É possível que alguns ou muitos dos convidados que haviam confirmado presença cancelem? Sim, pode ocorrer. Mas nada disso a impedirá de ter uma cerimônia belíssima, de olhar o seu amor e viver o "sim" da forma mais romântica.

Tire esse pensamento da cabeça com a certeza de que que tem uma equipe de profissionais competentes trabalhando pelo seu dia, e tente ocupar-se de coisas que não dizem respeito ao casamento. Você não pode estar  24 horas tomando decisões a respeito do dia C, porque assim irá mergulhar em uma espiral de pessimismo, que é normal, mas não é nada saudável. É impossível que tudo dê errado, para praticamente tudo existe um plano B. Acredite nisso.

Vitor Barboni Wedding Photographer

2. "E se eu não me sentir bonita?"

Essa é uma dúvida que, infelizmente, persegue muitas mulheres, independentemente de serem noivas ou não. O fato de estar prestes a subir no altar potencializa este sentimento, mas é preciso lutar contra ele. Esta é uma celebração do amor, do encontro de duas pessoas que decidiram passar a vida juntas... A beleza de vocês irradia desde dentro, acredite nisso.

É o dia do casamento, você é a protagonista entre pessoas queridas e escolhidas a dedo, então não perca a oportunidade de sentir-se a mulher mais bela do mundo, celebre-se! A pressão de estar perfeita tem um papel importante nessa equação, mas tente ser leve. No final corredor estará uma pessoa que te considera perfeita, e você precisa começar a pensar assim também, valorizando a mulher que é, com defeitos e qualidades.

Raphael Gallo

3. "Que algo/alguém me chateie e eu deixe de aproveitar a festa"

Nesse período de organização você irá escutar muitas opiniões desagradáveis, e às vezes elas chegam até de forma inconsciente. E o mesmo vale para o dia da festa. Alguns convidados podem não ter muito filtro, alguns podem, inclusive, se comportar mal durante a festa, mas o importante aqui é saber que existem coisas que estão sob o seu controle, e outras que não. Uma vez que isto esteja internalizado, você irá tirar dos ombros essa responsabilidade, e não se deixará afetar por algo que não estava previsto.

Felipe Sales

4. "Que os convidados não se divirtam ou que haja alguma confusão"

Assim como ocorre com opiniões externas que podem surgir durante o planejamento do dia C, é preciso "escolher algumas batalhas". Outra vez, repetimos: você não tem controle sobre o que as pessoas te dizem, e também não é possível prever se os convidados vão ou não se divertir, mas uma coisa é certa: todos eles estão ansiosos para celebrar junto com vocês e, como bons amigos que são, irão se esforçar para que a sua festa seja um sucesso!

5. "E se eu ficar sozinha, isolada na festa?"

A lista de convidados é um dos passos mais difíceis durante o planejamento. Escolher os amigos e os familiares que merecem receber um dos seus convites pode ser angustiante, especialmente quando o objetivo é que seja um mini wedding, uma celebração mais íntima. Sendo assim, é certo dizer que as pessoas que vão acompanhar este dia serão aquelas que têm uma importância grande para você e o seu par, e que o sentimento seja mútuo. Ou seja, é mais provável que as pessoas disputem a sua companhia!

Dream Image - Foto e Filme

6. Medos reais... mas levemente engraçados

Se você já assitiu ao filme "Missão madrinha de casamento" provavelmente sabe que uma das cenas mais engraçadas (e terríveis!) é quando a noiva e suas madrinhas têm uma infecção alimentar. A cena é cômica, mas só de pensar que algo desse tipo pode acontecer, você entra em pânico. Cada organismo reage de uma forma distinta à ansiedade, mas você pode se prevenir e garantir que algo assim jamais possa ocorrer.

Como? Cuidando-se muito na fase do pré-casamento. Mantenha uma alimentação saudável e leve, pratique exercícios, tente não sair completamente da sua rotina anterior ao noivado, certifique-se de que o seu corpo está recebendo o "carinho" que ele merece. Isso é uma forma de sentir-se mais segura no dia, evitando situações tragicômicas, como uma dor de barriga, espinhas indesejadas e outros itens que podem passar pela sua cabeça durante a preparação.

Dream Image - Foto e Filme

7. Pensamentos catastróficos

Se o seu coração até bateu mais forte ao ler este item, talvez você pertença ao grupo daquelas que, de tão ansiosas, começam a criar situações quase surreais para o dia C. Acidentes com fornecedores, acidentes com você ou o(a) noivo(a), com a família, padrinhos que não conseguem chegar à cerimônia... a lista é longa, tão longa quanto a imaginação de alguém que está sob stress. Respire fundo, tudo isso é uma "auto-sabotagem".

A sua mente pode estar tão sobrecarregada que irá criar motivos para você se preocupar ainda mais e, neste caso, é hora de para um pouco, e buscar paz na rotina que tinha antes de começar a planejar tudo. Vá ao cinema, leia um livro, tome um banho demorado e, principalmente, converse com a pessoa para quem irá dizer "sim". Ele(a) deve saber que você está demasiadamente preocupada, não tenha medo de buscar apoio.

Bruno Montt Fotografia

Alguns medos podem ser controlados com mais facilidade que outros, mas nessa etapa de planejamento e de muitas expectativas, é essencial que você coloque a sua saúde emocional em primeiro plano. Essa é uma prioridade que todas as mulheres devem ter sempre e, quando se aproxima o dia em que colocará o vestido de noiva para caminhar em direção a uma nova vida de casal, esses cuidados devem ser redobrados. Confie que tudo será como imaginou. 

Além dos medos que listamos, existe algum outro que te faça perder o sono? Compartilhe com a gente, na Comunidade do portal!

Outros artigos que podem te interessar