Wedding Studio
Wedding Studio

Sabemos que em tempo de pandemia muitas pessoas tiveram que adaptar a rotina e começar a trabalhar em casa. Há a comodidade de não se locomover ao local de trabalho, ajustar horários e poupar gastos com transporte e alimentação, mas o chamado teletrabalho traz desafios. Muitos casais passaram a ter mais conflitos por conta de dividirem o serviço com outras atividades e conciliar relacionamentos profissionais e pessoais ao mesmo tempo. 

A psicóloga clínica Bárbara Diniz destaca que é importante entender que o estresse em excesso traz prejuízo, afinal o estresse e a depressão estão intimamente ligados, e que situações como inabilidade social, rotina puxada, comunicação não assertiva e isolamento são fatores estressantes, mas é preciso conseguir ter um equilíbrio. “Não se estressar nessas situações também pode ser ruim. Ao ignorar nossos sentimentos em situações aversivas, o corpo continua mandando sinais de que algo precisa ser feito. Quando validamos e entendemos que o contexto atual implica no estresse, buscamos novos comportamentos para resolver situações corriqueiras”, pontua.

Para ajudar, reunimos sugestões para vocês se organizarem, dialogarem e aproveitarem esse período da melhor forma possível, de modo que não prejudique a relação. 

Fer e André Fotografia
Fer e André Fotografia

  • 1. Local de trabalho: o que é melhor para vocês?

O primeiro passo é decidir se é possível que trabalhem no mesmo ambiente e onde ficará o escritório de cada um dentro da casa. Para pessoas que trabalham falando, seja com atendimento ao público ou muitas interações internas, é preciso ter em mente o quanto pode atrapalhar o trabalho do par, e entrar em consenso. Decidido se irão trabalhar lado a lado ou em cômodos separadas, é hora de planejar o ambiente.

É melhor que o espaço laboral seja organizado em um cômodo separado da cozinha e da sala, por exemplo, para evitar que pessoas fiquem passando. Mas se não for possível, procurem um local que tenha iluminação boa, ventilação e tomadas para que vocês possam cumprir com o expediente sem muitas interrupções. Não se esqueçam de arrumar o novo canto com calendário, agenda, bloco de notas, canetas e aparelhos tecnológicos que forem do uso diário. 

“Manter o ambiente calmo é importante para reduzir gatilhos do estresse, como excessos e sobrecargas. Vocês podem utilizar estratégias como realizar uma atividade por vez e se concentrar até o final; manter a mesa organizada, porque isso ajuda a trazer a sensação de tranquilidade; colocar as preocupações no papel ou tarefas a serem realizadas. Assim, conseguem priorizar os afazeres”, explica a psicóloga.

  • 2. Organizar a rotina e conciliar com as tarefas domésticas

O principal conselho é tentarem fazer o que já era costume se fossem sair de casa, como por exemplo: praticar um exercício físico, tomar café da manhã, trocar de roupa (que pode ser mais confortável do que a que vestiriam para trabalhar fora, mas é importante não permanecer de pijama), tudo para que a mente vá se preparando para o trabalho. Mesmo com mais flexibilidade na rotina, separem o horário do almoço, ainda que para isso tenham que adicionar alguns minutos para cozinhar e lavar a louça.  

A psicóloga Bárbara Diniz afirma que o hábito de dividir as tarefas domésticas, realizando um trabalho em equipe, diminui o conflito e favorece relações mais ajustáveis e satisfatórias. E a profissional tem outras sugestões para que o equilíbrio da casa esteja em harmonia:

  • Abrir mão do controle sobre o outro, sendo flexível a mudanças e pedindo auxílio do parceiro ou da parceira quando for necessário;
  • Manter e lembrar os acordos estabelecidos;
  • Fazer uma atividade por vez e assim desacelerar o ritmo;
  • Entender que existe um equilíbrio de poder na relação, cada um deve ceder um pouco
  • Observar suas emoções e as validar, sabendo dizer "não" quando o par ultrapassar o limite,
  • Aprender a delegar, a expressar discordâncias e a lidar com críticas justas;
  • Praticar a comunicação assertiva e a empatia

Thais Cini - Assessoria de Eventos
Thais Cini - Assessoria de Eventos

  • 3. Evitar distrações: concentração e foco

Lidar com a ansiedade neste momento é mais difícil e às vezes as redes sociais, plataformas de streaming e a TV se tornam válvulas de escape. Porém, definir horários, manter a televisão desligada e tentar não pegar o celular o tempo todo para conferir as redes é fundamental para um dia produtivo sem que acumule o trabalho. Diniz recomenda tirar os avisos sonoros dos aparelhos eletrônicos e criar o hábito de checar as mensagens que não se referem ao trabalho apenas em horários específicos. “Tenha consciência de que mudanças acontecem por meio da prática constante, diariamente, até que se torne um hábito”.

O casal também pode inventar sinais com as mãos ou usar objetos e acessórios que indicam que não pode ser interrompido. Colocar uma plaquinha no local com mensagens como “Estou trabalhando” ou “Estou ocupado (a)” é uma ideia que serve para ajudar o outro a identificar rápido, e respeitar aquele tempo e espaço. Isso serve para quem tem filhos também.

  • 4. Saúde sempre: cuidem-se

Parece óbvio, mas é sempre bom ressaltar a importância de tomar água durante o dia, preparar refeições saudáveis, comer fruta no lanche, tentar dormir bem para descansar a mente e o corpo, lembrar de respirar profundamente e se alongar para ativar a circulação sanguínea, evitar dores nas costas e ombros e ajudar no relaxamento.

Fer e André Fotografia
Fer e André Fotografia

  • 5. A importância das pausas

Se pensarem que tudo tem um lado positivo, o teletrabalho em conjunto pode ser uma boa oportunidade de conhecer um pouco mais da profissão do(a) parceiro(a), fazer companhia e aliviar a tensão das tarefas com bate-papos ao longo do dia. Uma sugestão é preparar lanchinhos gostosos com biscoitos, docinhos, chá, café e suco. Combinar um filme ou série para assistirem juntos no fim do dia também é uma boa para descontrair e se animar.

É importante se preocupar também com a saúde mental e algumas pausas para esticar o corpo, trocar ideias, planejar algo especial ou apenas olhar pela janela e meditar são opções válidas para nos deixar mais produtivos.

A psicóloga Bárbara Diniz indica o "método pomodoro" que consiste em fazer pausas de cinco minutos a cada 25 minutos de trabalho e ela ainda acrescenta ouvir música, de preferência as instrumentais. A técnica pomodoro também recomenda fazer uma pausa de 20 minutos a cada duas horas.

Art Work
Art Work

“É importante separar o momento de lazer e descanso das tarefas do trabalho, para diminuir o estresse e o desequilíbrio das relações. Trabalhar o tempo todo não significa ser produtivo, o excesso de atividades reduz a produtividade e compromete a relação conjugal”, ressalta a profissional. Ela também afirma que expressar sentimentos positivos, ouvir ou receber essas expressões sinceras, constitui uma interação agradável que fortalece o relacionamento. “Seu parceiro ou parceira não tem o dom de ler mentes, então expresse seu carinho e admiração”, conclui. Não existe uma fórmula para a convivência ideal, mas cada dia pode ser melhor que o outro quando o casal decide caminhar (e trabalhar!) realmente lado a lado.