Bruna Grillo | FotografiaBruna Grillo | Fotografia

"É melhor ser alegre que ser triste", diria Vinícius de Moraes em seu Samba da Bênção, e essa é a pura verdade. O casamento não é sempre um mar de rosas, e isso não é um segrego para ninguém, mas é possível dividir uma alegria imensa como casal. Há dias incríveis, há dias tristes, há momentos emocionantes e há dias em que simplesmente nada acontece, exatamente como a vida é. Durante a organização, quando vocês estarão envolvidos com todos os detalhes do dia C, fazendo ligações no meio da tarde para saber sobre o preço dos buquês de flores, ou enviando uma foto das provas do penteado de casamento, verão que o grau de companheirismo irá aumentar. Trata-se de uma etapa trabalhosa, mas que vocês irão saber que podem contar um com o outro, e será especial chegar ao fim do dia com esse sentimento.  

Mas... E depois do "sim"? A rotina diária pode ser corrida e os horários do casal podem não estar em sincronia, então é preciso trabalhar para que os momentos compartilhados sejam leves e repletos do melhor sentimento que se pode sentir: alegria!

Felipe e Isabel FotografiasFelipe e Isabel Fotografias

Sejam leves

"Você viu a minha carteira?", "E essa toalha molhada na cama?", "Perdi o boleto!", "O despertador não tocou!". Adaptar-se ao jeito do outro nunca é extremamente fácil, e na vida a dois às vezes somos "os responsáveis" e às vezes tomamos o papel "do esquecido", por isso é necessário ter empatia, colocar-se na pele do outro, tendo em mente que não é preciso implicar com cada detalhe todos os dias.

Também que é preciso ter responsabilidade emocional com o seu par, levando em consideração o que diz, respeitando suas opiniões e tentando melhorar, porque é desgastante ter que queixar-se sempre do mesmo e não ver resultados. É possível fazer um esforço para encarar as coisas de maneira mais leve.  

Jac Oliveira FotografiaJac Oliveira Fotografia

Se esforcem para ver o lado bom em tudo 

Ser otimista 24 horas muitas vezes não é possível (e nem realista!). É difícil não se chatear com o trânsito estressante, ou como o salário que às vezes não basta para tudo o que desejavam ou com as pequenas frustrações cotidianas que eventualmente aparecem, mas é fundamental entender que às vezes a alegria tem que surgir de dentro, independentemente do que ocorre na sua vida. Quando a tensão teimar em bater à porta, se esforcem para ver o lado bom de tudo o que já construíram juntos. Se vocês têm alguém ao lado em que podem confiar, que disse "sim" para este amor, isso já é algo a se ter em conta. E a celebrar! Dias ruins virão, e devem respeitar os seus sentimentos tristes também, mas saibam como não torná-los algo constante.

Revejam fotos de quando eram crianças (ou do namoro)

Talvez possa parecer um pouco "estranho", mas trata-se de um exercício que aumenta a intimidade entre vocês e pode até se tornar um momento engraçadíssimo! Afinal, quem tem não fotos da época da infância que não façam rir?! Mostrem interesse para ver  "o antes" do seu amor, e podem compartilhar histórias, reviver as coisas boas e voltar a ser um pouco criança ao lado de quem agora divide a vida com você.

Diego FerrazDiego Ferraz

Relembrem o dia C 

Reviver a emoção que puderam sentir no seu dia C vai dar a vocês uma perspectiva maior de todo o caminho que percorreram, e será impossível não estar alegre ao ver que, depois do "sim", a vida segue cheia de sorrisos e alegrias cotidianas. Revejam o álbum com as fotos do enlace, as entradas, o momentos dos votos com frases curtas de amor, a saída animada, os familiares e amigos emocionados e felizes, com certeza irão se contagiar com toda a vibração daquele momento e trazer a alegria para o presente.  

Davi SantiDavi Santi

Riam de si mesmos

A capacidade de rir de si mesmo é uma das virtudes que fará maior diferença no seu cotidiano. Todos erramos, todos temos dias em que as coisas não saem como o planejado, mas ter um olhar bem humorado e conseguir rir sobre o que não está exatamente como desejam com certeza irá melhorar o seu astral e o do seu(sua) parceiro(a)! E se esforcem também para não perder o costume de fazer brincadeiras saudáveis com o outro.

Philippe Mazurek FotografiaPhilippe Mazurek Fotografia

Estejam em contato com a natureza

Ainda que sejam um casal urbano, lembrem-se sempre de que a natureza é a fonte da vida, e estar em um ambiente natural, onde podem colocar os pés na terra, caminhar pela areia, ou molhar-se com a água fria de um rio ou do mar, fará muito bem, tanto à saúde física quanto à saúde mental e emocional.

Passar um fim de semana em lugar distante do barulho das grandes cidades e do seu cotidiano será fundamental para recuperarem toda a energia que precisam! Desconectar da rotina e esvaziar um pouco a mente os dará mais tranquilidade para enfrentar o dia a dia com mais serenidade.

Mar Souza FotografiaMar Souza Fotografia

Dancem! 

É verdade que nem todo mundo tem um talento nato para a dança, mas a alegria não está em executar passos e coreografias com perfeição. Há dias em que uma boa canção, pode ser até alguma música da festa de casamento que vocês colocaram na playlist, pode ser a solução para todos os problemas! Abram uma garrafa de vinho  (ou cerveja, ou suco, ou água!), coloquem a música e se soltem! Se "quem dança seus males espanta", dançando a dois não sobrará nenhum "fantasma"! 

Dani Garbiatti FotografiaDani Garbiatti Fotografia

Cada casal é um universo diferente, distinto, com suas particularidades e uma trajetória única. As dicas podem ajudá-los mas, no final do dia, depois de tentar aplicá-las, sente-se ao lado do seu amor e converse sobre tudo, conte sobre as coisas boas e as ruins, e envolva-se na vida do outro com interesse e carinho, exatamente como fazia quando estavam pensando na decoração do casamento, quando todos os assuntos ligados ao enlace tinham a máxima atenção! A responsabilidade da sua alegria não está nas mãos do outro, mas juntos vocês podem construir um lar leve e muito feliz.