Emily Milioli Photography
Emily Milioli Photography

O pedido de casamento é um dos momentos mais especiais da história de um casal apaixonado. Mas desde que quem o fará tome algumas precauções antes de fazer a proposta. No caso de o tiro sair pela culatra, a ideia pode gerar constrangimento e frustração. Para evitar o categórico “não”, é preciso planejamento e preparação para saber como fazer o pedido de casamento da forma mais apropriada. Este artigo se presta ao papel de anjo da guarda nessa missão. 

Já adiantamos que o casal deve estar em sintonia para ler os sinais um do outro. Isso ajuda a identificar se o parceiro ou parceira gostaria de levar a relação a um passo adiante e a hora mais propícia para isso. É igualmente importante que o namoro esteja numa boa fase e que já tenham conversado sobre o desejo ou não de casar e ter filhos, de forma mais genérica e generalista. Feito este dever de casa, vamos às dicas mais práticas sobre o que não fazer. 

1. Improvisar demais

Não deixe para pensar em cima da hora, de qualquer jeito, sobre como fará a proposta. Isso pode fazer com que o pedido de casamento se torne algo embaraçoso para você e para o seu par. E, definitivamente, você quer que as lágrimas que venham a cair sejam de alergia ou invés de raiva ou frustração pela falta de romantismo. Gaste algum tempo pensando em que palavras irá usar para a proposta, como ela se dará e onde. Nada de ser muito direto ou direta sem promover um clima com um discurso prévio.

2. Pedir muitos conselhos

Pode ser tentador fazer uma enquete com todos os seus amigos, mas isso dará margem a muitos pontos de vista sobre o que fazer no pedido de casamento. Ao invés de esclarecimentos e insights, pode levar a mais confusão, dúvida e insegurança. Além disso, quanto mais pessoas envolver na consulta, maior a probabilidade de que a informação vaze e a surpresa seja estragada. Consulte, no máximo, duas pessoas de total confiança e discrição. 

3. Complicar tudo

A ideia de um flash mob é linda, mas tem um potencial absurdo para dar errado. Você não irá querer perguntar “casa comigo?” em meio a uma completa bagunça. Seja romântico/romântica, mas também realista sobre aquilo que consegue manter sob algum controle. Logo, tenha um plano A, B e C para fazer a coisa acontecer caso o planejado saia do script.

Lys Martins Makeup
Lys Martins Makeup

4. Ignorar a personalidade do seu par

Se a sua cara-metade é do tipo introvertido, fazer a proposta num outdoor pode não ser a melhor opção. Se é do tipo que odeia surpresas, não faça uma que envolva mais pessoas, para que não se sinta enganada. Da mesma forma, as pessoas românticas irão querer um enredo mais interessante do que a sugestão pouco antes de pegar no sono depois de um dia agitado de trabalho. Já os mais pragmáticos podem achar piegas algo muito teatral. Pondere sobre o que ambos ficariam confortáveis em vivenciar juntos. 

5. Escolher um momento inapropriado

Para saber como pedir em casamento atente-se se o momento de vida é o mais adequado. Depois de um funeral certamente não será, nem no meio de uma semana agitada de provas na faculdade. Aguarde o momento conturbado passar. O mais apropriado é durante uma ocasião feliz, com ambos(as) relaxados(as), de preferência num cenário significativo na história do casal. Não seja o parceiro que faz o pedido enquanto lava a louça do intervalo do jogo.     

6. Esquecer o anel 

Nunca, em nenhuma hipótese, esqueça o anel para fazer a proposta. Na última das possibilidades, improvise um e providencie o oficial para breve. Então, guarde a joia em local seguro para que ela não seja perdida em seu paradeiro ou achada pelo seu par antes da hora. 

Take 7 Films
Take 7 Films

7. Escolher o anel errado

Veja qual estilo de joia e de acessórios seu par costuma usar para que escolha uma peça compatível com ele. Não adianta ficar feliz com o convite e descontente com o que usará na mão uma vez que o “sim” foi dado.    

8. Colocar o anel na comida ou na bebida

Você não quer que o clima seja estragado porque a pessoa que ama engoliu o anel por conta da sua má ideia de colocá-lo escondido na comida ou na bebida. Para não correr o risco disso ou de lascar o dente de alguém, tendo de correr para o pronto-socorro ou dentista, deixe-o guardado até a revelação na caixa. 

9. Esquecer de documentar

Filme e fotografe, com a ajuda de um amigo ou de um profissional secretamente, este momento. Se não tiver de outra maneira, seja você mesmo a pessoa com tal incumbência. É uma ocasião especial demais para não ser documentada. Poder relembrar as expressões e reviver todos os sentimentos a dois, depois do noivado concretizado, gera uma satisfação digna da renovação dos votos.

Ellen Mello Cerimonial
Ellen Mello Cerimonial

10. Dar muitas pistas

Não deixe e-mail ou WhatsApp aberto da conversa com a joalheria sobre o anel de noivado, nem o papel com aquilo que pretende falar em alguma gaveta compartilhada ou de fácil acesso. Pesquisas recentes no Google sobre “como fazer pedido de casamento” certamente também irão estragar a surpresa. Em resumo, não dê pistas sobre o que pretende fazer. Isso envolve também o controle sobre os seus nervos. 

11. Evitar o seu par

Alguns casais relatam que o nervosismo do parceiro ou da parceira dias ou horas antes do momento da pergunta fizeram com que fossem evitados, o que gerou brigas e a expectativa de que o relacionamento chegaria ao fim. Surpreenda de uma forma agradável e evoque bons sentimentos e sensações.

Sollare
Sollare

Esperamos que, após a leitura desse mini manual sobre o que não fazer no pedido de casamento, a sua iniciativa renda bons frutos para um final feliz. Vale lembrar que o “felizes para sempre” é uma construção conjunta e não existe um único modo de fazer isso corretamente que não envolva diálogo e compreensão. Então, por que o pedido de casamento não envolveria? Mergulhe sem medo na sensação de amar e ser amado(a) para viver os melhores dias da sua vida.