Tatiani Führ Celebrante
Tatiani Führ Celebrante

A organização de um casamento pode despertar uma montanha-russa de sentimentos. Todas as expectativas, suas e dos outros, contribuem para gerar um grande nervosismo e stress em todas as etapas do planejamento. São tantas as decisões a serem feitas e há tanta responsabilidade envolvida que manter a estabilidade emocional parece algo distante. Mas antes de decidir se refugiar numa montanha, considere aplicar o mindfulness na sua rotina até o grande dia. Muitas pessoas relatam um aumento significativo da consciência e do autocontrole graças à ele. Ao menos se permita ser apresentada(o) à ideia, para não correr risco de cair em um redemoinho de estresse.

A esta altura, você deve estar se perguntando: o que é o mindfulness? Resumidamente, é uma prática de meditação e exercícios de tradição asiática adaptada para a realidade ocidental cujos ensinamentos ajudam a focar no presente, ao invés dos anseios para o futuro e dos traumas do passado. Isso ajuda a dar serenidade e paz de espírito para se concentrar naquilo que é importante e abstrair distrações e informações que não agregam. Parece incrível, não é? Por isso, daremos aqui algumas dicas de como usar o mindfulness no planejamento. 

Fiuza Cerimonial
Fiuza Cerimonial

Aceite suas emoções 

O planejamento do casamento é estressante. É normal que seja. A ansiedade deve ser, então, entendida. Se não for, corre o risco de virar raiva contra si mesmo e culpa por ela existir, o que não deve ser naturalizado. E sentir obrigação em ser feliz o tempo todo também não é saudável, é uma meta inalcançável e sem propósito de existir. Respeite seus ciclos. Exercícios respiratórios ajudam na missão. Inspire e expire lentamente de olhos fechados para um bom começo da contemplação das sensações.   

Vigie os pensamentos e deixe fluir

A meditação auxilia a evitar os pensamentos do que “deveria acontecer”. Se prender a eles gera expectativas que não possuem qualquer compromisso ou garantia de virar realidade. Aplique uma abordagem consciente daquilo que é palpável e real para abandonar um sofrimento desnecessário. Do que adianta uma noiva lamentar por meses não poder pagar por um vestido de noiva princesa que está completamente fora do seu orçamento? Isso só tornará a escolha do traje substituto em algo triste, e não há razão para tornar uma oportunidade tão única como a escolha do vestido em algo desagradável. 

Sheila Hollweg - Celebrando o Amor
Sheila Hollweg - Celebrando o Amor

Concentre-se no presente

Olhar para o presente com atenção, sem querer se antecipar aos fatos, evita a preocupação com o que acontecerá no futuro. Pensar demais atrapalha o fluxo, levando ao aparecimento de inseguranças em série, seja em relação às flores da recepção ou sobre a lista de convidados. A atenção ao presente ajuda a permitir e aceitar o agora, sejam quais forem as surpresas reveladas por ele. Para deixar fluir é preciso deixar de lutar contra o inevitável.

Uma forma de fazer isso é saborear a comida, sem pressa, explorando cada um dos sabores e texturas. Por isso, alimentos frescos são especialmente benéficos. Olhar para as coisas à volta, perceber cada cheiro e som, focar no movimento e sensação de cada parte do seu corpo são outros métodos de se conectar consigo e o momento.        

Cerimoniale Assessoria e Cerimonial
Cerimoniale Assessoria e Cerimonial

Fique em paz com aquilo que não pode controlar 

Sempre existem coisas que irão fugir do seu controle. Apenas entenda isto. Não se responsabilize por situações que não teria como prever ou imaginar. Este tipo de atitude só impede que se aproveite o panorama geral. Percalços sempre irão existir, paciência. Lide com os problemas de forma calma e leve. Permita-se até rir deles. 

Exercite a paciência, a empatia e a compaixão

O mindfulness pode ajudar a ter uma atitude mais paciente e sincera com as outras pessoas. Pode até ajudar a definir o que escrever no convite de casamento, por exemplo. A prática, quando repetida, fortifica as áreas responsáveis pela compaixão no cérebro. Com isso, as relações com os fornecedores, convidados, familiares e o seu par saem fortalecidas. O exercício da empatia ajuda na compaixão mesmo nas conversas mais duras e espinhosas ao guiar o foco para o objetivo em comum. Afinal, todo mundo é humano e passível de falhas. Conectar-se com suas próprias necessidades autênticas ajuda a estabelecer limites apropriados com os outros sem se perder. 

Tatiani Führ Celebrante
Tatiani Führ Celebrante

Ser leve deve ser uma escolha de vida que não comporta culpas e questionamentos que só servem para lhe ferir. O mindfulness auxilia a aproveitar o "aqui" e o "agora" e a abraçar o presente mesmo em suas limitações, para que seu propósito não se perca na jornada. Porque a felicidade é um caminho e não um destino final para o qual os pares caminham. Respire fundo, medite e usufrua de tudo que a vida te proporciona. Existirão momentos para se conectar com você e aqueles para dançar e conectar-se com outros. Aproveite cada ciclo para evoluir com ele, sem julgamento consigo nem com os demais. Mergulhar na prática é desbravar cada uma dessas camadas da mente humana e se descobrir com menos pesos em seus ombros.