Susy Asalim Fotografia

Passeando pelas redes sociais ou navegando pela internet é impossível não se deparar com mil e uma fotos e vídeos de animais de estimação. Adoráveis e engraçados, ninguém resiste ao gatinho que toca teclado, ou o olhar daquele cachorrinho que quer a comida de seu dono, e as situações são incontáveis. Os casais que já possuem um pet com certeza sabem que o amor a eles é algo inexplicável, e ainda que os cuidados não sejam os mesmos daqueles que os pais dedicam a um bebê, os "pais de pets" não vivem sem os seus eternos filhotinhos, o que inclui também o matrimônio.

Se vocês já enviaram os convites de casamento e se encontram na fase dos ensaios fotográficos, já pensaram em incluir o animal de estimação nas fotos? E que tal um ensaio com toda a "família" pós-casamento? Seja qual for o caso, é preciso ter cuidados que vão além das precauções com o vestido de noiva. Se querem um álbum emocionante, damos algumas dicas para que as imagens consigam traduzir todo o amor que há entre os donos e seus mascotinhos, e prometemos que os penteados para casamento permanecerão intactos! 

Andressa Dionisio

Nosso bichinho, a gente... e o fotógrafo!

A fotógrafa Andressa Dionísio, à frente do estúdio que tem o seu nome, já trabalhou com cachorros e gatos durante os ensaios dos casais e com a experiência acumulada tem dicas preciosas para que as sessões pré e pós-casamento com eles sejam um sucesso. Nos ensaios que faz com bichos de estimação ao ar livre Andressa normalmente opta por locais mais afastados dos centros urbanos. "Áreas rurais, onde tenha um campo aberto e que não seja muito visitado, para que o pet se sinta confortável e possa ficar brincando. Ou na casa do cliente que, no caso dos gatos, é a melhor opção, pois na rua alguns não são tão confiáveis e podem desaparecer", alerta.

Como ocorre com as fotos do vestido de noiva, que deve estar impecável antes e depois da cerimônia, quando realiza ensaios externos, ela aconselha os casais a terem alguns objetos que ajudam a manter a higiene e o bem-estar dos pets. "Sempre peço para que levem um pano para limpá-los, caso se sujem muito ou até se molhem, a coleira, comida, água, os brinquedos que gostem e uma caminha, assim o animalzinho pode esperar enquanto nós fotografamos sem ele", enumera, com itens que irão deixar a sessão muito mais confortável para todos os envolvidos. 

Andressa Dionisio

Andressa também guarda alguns truques na manga! Dependendo do gênio do pet, e com a autorização de seus donos, ela leva algumas coisinhas que ajudam a chamar atenção. "Levo guloseimas, brinquedos e, em alguns casos levei até mesmo a minha cadelinha para chamar a atenção, algo que foi muito efetivo!", diverte-se. Mas, para ela, a melhor de todas as estratégias é mostrar para o animal o seu afeto. "Mostro que gosto dele, faço carinho e converso e, então, na hora das fotos, quando chamo, eles olham porque vão ganhar carinho", explica. "Normalmente coloco o casal no posicionamento que desejo para a foto e os deixo. É como sempre digo na conversa com os noivos antes do ensaio: esse é um dia de amor!".

Welison Tavares Fotografo

O que não se deve fazer

Ainda que em casa os animais atuem de uma certa forma, não é possível garantir sua reação ao entrarem em contato com uma nova pessoa, no caso o fotógrafo. Por isso é necessário criar um ambiente de naturalidade e alguns cuidados são importantíssimos durante o ensaio:

  • Segundo a fotógrafa, não se deve jamais soltar o cachorro da coleira caso ele não seja acostumado a isso, ou fazer qualquer ação diferente do que o pet já costuma fazer, isso irá deixá-lo desconfiado e não se sentirá confortável para prosseguir com o ensaio
  • Não percam a paciência se o seu bichinho agir de forma estranha ou arisca, no início. Tenham bom humor para lidar com eles e se divirtam junto com a equipe profissional
Nina Vilas Boas Photography

Vestidos para casar

Além da atenção às necessidades dos animais durante um ensaio, também é preciso considerar alguns detalhes práticos, como as roupinhas, que muitos casais querem que usem para deixar tudo mais encantador. Muitos donos querem ver seus "filhotes" à caráter, com roupas que até lembrem o modelo do vestido de noiva ou que combine com outros elementos do C, como uma decoração de casamento azul, mas atenção: nem sempre essa é a alternativa mais confortável ou até saudável, e os veterinários sugerem estar atentos a alguns pontos:

  • Antes de comprar qualquer roupa, tenham certeza de que seu bichinho não tem alergia a nenhum tipo de tecido
  • Para casamentos no verão ou em lugares com o clima quente e úmido, evitem o uso de qualquer vestimenta. Elas podem causar hipertermia (aumento exponencial na temperatura corporal) no animal
  • A roupa precisa estar sob medida para cada animalzinho. Um tamanho largo ou pequeno demais pode dificultar a movimentação 
  • Gravatinhas borboleta e lacinhos são lindos, mas tenham certeza de que eles não estão agoniados. Se começam a se incomodar, podem tentar morder o acessório para arrancá-lo, e isso pode sufocá-los
  • Ainda que não apresentem desconforto, não façam o mascote usar a roupa por muito tempo. Por aumentar a temperatura, elas fazem transpirar e contribuem para o aparecimento de fungos e bactérias
Leandro Lacerda Fotografia
Um animal de estimação é mais do que um bichinho que compartilha o espaço da casa, e saber como incluí-los nos momentos mais importantes da vida de seus donos é também uma forma de demonstrar um amor incondicional. Talvez eles não possam vê-los entrando pelo corredor e não poderão experimentar o bolo de casamento, mas com certeza irão se divertir durante a produção do ensaio e até as fotos do vestido de noiva podem ser muito mais divertidas se contarem com esses "acessórios amados" ao lado!