A escolha de um bom buffet e que possua um histórico de confiança também são importantes para que essa etapa não deixe a desejar. Outro ponto importante é o local. Vale dizer que dependendo do local e hora da festa, o cardápio também pode variar.

 

Quando a festa é entre as 10h e 11h, a comida oferecida é o Brunch, ou um “café da manhã reforçado”. Ele conta com diversos tipos de pães, sanduíches, frutas, sucos, geléias entre outros. Com a opção de cerveja e champanhe como bebidas alcoólicas.

 

Na hora do almoço (11h e 15h) e jantar (18h), os cardápios podem ser escolhidos de forma mais abrangente, com até 6 de opções.

 

  • O cocktail para a recepção. É ideal para o inicio da festa, quando os convidados ainda estão se cumprimentando, procurando suas mesas e andando pelo salão. 

  

  • A entrada normalmente é uma salada ou algum alimento mais leve que o prato principal.

 

  • O prato principal é o mais esperado e normalmente possuem duas opções. O comum é que seja uma massa e duas opções de carne, uma vermelha e outra branca. Além disso, para acompanhamento da carne é servido também outros acompanhamentos como arroz e e etc...

 

  • Para a sobremesa, além do bolo, bem casados e docinhos, após o jantar também é servido alguma sobremesa complementando a refeição.
  • Quando a festa acaba, é bem comum que se tenha uma mesa de café e licores na saída. Esta mesa é composta por café, chás, petit four e o conhaque, que possui a importante missão de ajudar na digestão daqueles que exageraram nas delicias oferecidas durante o jantar.

 

Para casamentos na praia, é recomendado que seja servido uma alimentação mais leve com a base de peixes e saladas. Para o campo e salões na cidade a regra é ousar e abusar no cardápio. Além disso, é importante saber a forma que o jantar/almoço será servido. Para isso, existem 5 formatos. Confira as vantagens e desvantagens de cada um:

 

  • Americano ou Self-Service . É quando os convidados se servem e comem em suas mesas. A vantagem é que desta forma você controla o que for comer, e normalmente possui mais opções. A desvantagem são as filas que normalmente formam quando o jantar é servido.

 

  • Franco-americano. Os convidados se servem e comem em pé, com o prato na mão. A vantagem é que desta forma, você pode jantar ao mesmo tempo em que conversa com todas as pessoas, sem se limitar a só as pessoas da sua mesa. A desvantagem é ficar segurando o prato em pé, que para quem não tem habilidade, gera certo desconforto.

 

  • À inglesa. Os garçons servem os convidados em suas próprias mesas e com o prato já pronto vindo da cozinha. A vantagem é o conforto de não ter que se locomover para pegar o jantar e já vir na quantidade exata na maioria das vezes. A desvantagem é que normalmente não se tem muitas opções, então, se você não gosta de determinado alimento ou se a quantidade não está adequada, não tem muito que ser feito.

 

  • À francesa. Os convidados ficam em suas mesas e o garçom vem até elas os servir. A vantagem é que você pode escolher o que vai comer de acordo com o que for servido. A desvantagem é ser interrompido diversas vezes durante a refeição pelos garçons.

 

  • Churrasco. É bastante usado em casamentos mais informais e despojados e normalmente realizados em sítios, campo ou chácaras. Ele pode ser servido de todas as formas. A vantagem é que além do churrasco você pode servir diversos outros tipos de acompanhamentos, como saladas, petiscos e pães. Sem contar que churrasco combina com quase todo tipo de bebida, desde vinho à caipirinha. A desvantagem, é que tem que tomar muito cuidado com o local a ser realizado, afinal, ninguém quer sair de um casamento cheirando a carne, não é?